Pular para o conteúdo principal

Os Sais de Schussler I



Os Sais de Schussler I

Sugestões de uso:

Casos agudos: uma dose a cada hora.
Casos dolorosos ou severos: uma dose a cada 10’
Casos crônicos: uma a quatro doses por dia.


Ferr – p – D12

Ferrum phosphoricum – D 12, é um veículo do oxigênio, ajuda a regularizar a circulação e por isso é chamado de o calibrador dos vasos sanguíneos. Exerce funções importantes nos mecanismos de defesa frente às infecções. Tonifica e contrai os músculos. Na infância é necessário para um crescimento normal. Pela mesma razão é imprescindível também durante a menstruação, na gestação e no período de latência. A proporção de ferro no organismo é de 4 a 5 gramas, de que três quartas partes correspondem à hemoglobina.

Indicações de uso:

Sendo ele considerado um agente bioquímico para todas as doenças súbitas e para todos os processos inflamatórios e febris em estado inicial, podemos pensar em: contusões iniciais, congestões, perda de sangue, feridas e fraqueza muscular, por exemplo.  Está indicado em doenças infantis, estados anêmicos, dores, hemorragias, distorções articulares, sobrecargas físicas, alterações da perfusão sanguínea com sintomas reumatoides, gastrite catarral aguda com dor e vômitos e diarreias estivais acompanhadas de febre.

Aspectos e sinais: Aspecto fluórico, com olheiras e pele vermelha, especialmente o chamado rubor facial. Batimentos cardíacos acelerados e aqueles olhos avermelhados.

Tudo se agrava e piora pelo movimento, pelo calor e pela excitação e tudo melhora pelo frio, pelo ar livre e o movimento leve. Considerado um excelente remédio para pessoas mais velhas.

Dentre as suas características predominantes, encontramos 3 de grande valia.

São elas: a congestão que vem sempre com ondas de calor e dolorimento, a sensação de que o coração está gigante e isso por causa da ansiedade. Congestão eu afeta a cabeça, a garganta e as articulações. Reumatismo articular agudo. A Tendência a Hemorragias: sempre acompanhada de sangue vermelho e vivo, sempre nas mucosas – digestivas, urinárias e respiratórias. Boericke costumava dizer que os estados anêmicos elevavam o nível das hemoglobinas. A febre é sem dúvida um fator muito importante aqui, entre os 37 e 39 graus. Quando existe a dúvida de se aplicar Belladonna ou Aconitum, ou ainda se ela vem acompanhada de torpor – caso de aplicar Gelsemium. Observar os calafrios ocorridos por volta das 13:00hs. Pele seca, estados anteriores a supurações, a primeira etapa dos resfriados.

Presta uma ajuda e tanto nos casos iniciais ou congestivos das artrites, flebites e laringites.

Segundo Clarke, kali muriaticum corresponde ao segundo estágio da inflação, portanto ele é frequentemente indicado após Ferr – p – D12, especialmente na difteria, pneumonia e grupe.




Calc – f – D12

Calcarea fluorica (Calcium fluoratum) D12 - É o reforço da tonicidade dos tecidos e da restauração da elasticidade. Encontra-se no esmalte dos dentes, nos ossos e nas células da epiderme, sobretudo onde exista tecido elástico. Agindo sobre o aparelho circulatório ele fortalece os pequenos vasos sanguíneos e estimula a reabsorção dos endurecimentos vasculares.

Indicações de uso:

Nas lesões discais, nas doenças articulares, no raquitismo infantil, no envelhecimento prematuro da pele, no endurecimento dos tecidos e das glândulas e na debilidade postural. Quando a perda de elasticidade dos vasos sanguíneos; tais como: hemorroidas, varizes, arteriosclerose. Doenças ósseas e dentárias  - propensão a cáries.
Muito usado pelos atletas para o endurecimento de tendões. Deformações ósseas, estreitamento de ligamentos, retardo no desenvolvimento ósseo. Dores lancinantes pelo frio e pela umidade. Supuração crônica dos ouvidos.

Um fator indiscutível e largamente usado por muitos homeopatas é a sua fabulosa atuação durante a gestação, ele faz com que se tenha um parto fácil e mais tranquilo.

Usados nos pós-operatórios, ele diminui a possibilidade de aderências. Sífilis, fístulas, na descoberta do aneurisma, cistos no punho.

TUMORES: sua ação pode ser vista nos casos de tumores fibrosos, nódulos e endurações dos testículos, fibroma uterino, nódulos duros dos seios.

Sua atuação é lenta e por isso, deve-se tomar durante longos períodos de tempo.

Homeopatas dos Pés Descalços

Postagens mais visitadas deste blog

IGNATIA AMARA - A CHAVE DO EQUILÍBRIO

IGNATIA AMARA  E A SUA PERSONALIDADE HOMEOPÁTICA
O excesso de luz cega a vista.
O excesso de som ensurdece o ouvido.
Condimentos em demais estragam o gosto.
O ímpeto das paixões perturba o coração.
A cobiça do impossível destrói a ética.
Por isso, o sábio em sua alma
Determina a medida de cada coisa.
Todas as coisas visíveis lhe são apenas
Setas que apontam para o Invisível.

(Tao-Te King, Lao-Tsé) Lao Tsé não tinha conhecimento de homeopatia, mais permeou o mundo das observações de forma intensa e clara, ajudou a dar uma nova visão ao ser humano e até hoje seja no oriente quanto no ocidente, viaja nas mentes de muitos. Ao ler seu pequeno texto a uns bons anos atrás e já com alguma bagagem de filosofia homeopática, me deparei com este, acima citado. Para mim a tradução mais poética de uma personalidade Ignácia. Homeopatas dos Pés Descalços 

Citemos Allen - "As pessoas mentalmente e fisicamente esgotados por uma dor concentrada e prolongada" (Allen) ou ainda "A alteração das condições …

GELSEMIUM - O REMÉDIO DAS GRANDES SENSIBILIDADES

PERSONALIDADES HOMEOPÁTICAS MAT. CEDIDA POR ELISA MACIEL COSTA/ESP.EM HOM/ACUPUNTURA/FITOTERAPIA

Pessoas com grandes fraquezas, com intensa prostração física e mental, chegando ao embotamento cerebral. Medo de cair e de adoecer[*] Histeria e neuroses, comoções e maus efeitos do medo, o remédio das grandes sensibilidades. Sonolencia dos estudantes, as mulheres apresentam  rouquidão durante a menstruação. Sente-se incapaz de enfrentar a vida cotidiana, Incapacidade para assumir responsabilidades, nervosismo de "ator", medo de exames dos estudantes, de aceitar novas tarefas. Evita as aflições da vida. É muito utilizado nas febres agudas ou intermitentes em que há um desejo absoluto de repouso. Na sua grande maioria apresenta ausência de sede, sem calafrios ou suores, piorando à tarde. Seu uso facilita o parto em situações de rigidez do colo uterino e alivia as cólicas menstruais muito fortes.  Apresenta fisicamente uma enorme falta de tônus muscular, torpor, lassidão e tremores, Par…

LYCOPODIUM CLAVATUM

LYCOPODIUM – o medo do conflito
Lycopodium é sem sombra de dúvida, uma das matérias médicas mais extensas dentro da homeopatia e mais interressantes também. Esse indivíduo tem as fases da sua vida bem marcadas, pois apresenta um grande estado distinto entre a infância, a idade mediana e sua idade mais avançada.
Entretanto o Lycopodium se encontra envolto pela covardia, tanto social, moral e física, o que permite ao homeopata analisar de forma cuidadosa essa personalidade, tendo em vista sua enorme capacidade de ser extrovertido, amigável e corajoso, qualidades essas opostas da sua real condição.
Por medo do conflito, Lycopodium foge covardemente.
Seu maior amor será pelo poder e com certeza irá chorar quando for homenageado. A criança Lycopodium
Quando alguém vai a sua casa o seu filho refugia-se por trás dos cortinados ou recusa-se a cumprimentar as visitas? Num primeiro contato é envergonhado? Sempre que o repreende fica com as lágrimas ao canto dos olhos? Tem medo de fantasmas e de dormi…