Pular para o conteúdo principal

SOLANUM Oleraceum




Juquerioba para os íntimos.

Em sua mente essa espécie guarda a tristeza e a irritabilidade, não deixando de ser acompanhada de um sintoma físico muito importante: a sonolência. Aqui a dor de cabeça costuma seguir a sonolência.
Outro detalhe no mínimo bonito é a tradução do seu nome, ela poderia ser conhecida pelo nome de Cereja Jerusalém (Jerusalém Cherry).

Fisicamente falando os olhos da Solanum Oleraceum marcam a dor e os detalhes:

1. dor no canto direito do olho,
2. Inchaço da pálpebra superior esquerda,
3. inflamação na pálpebra inferior direita. Essa inflamação é fétida, guarde bem isso.

Todo esse quadro acontece em sintonia com um sintoma delicado e que envolve o rosto, a face da pessoa adoecida. O rosto continuamente vermelho, a garganta e a face ficam inchadas, dói a bochecha esquerda violentamente, se espalhando pelo rosto todo.

A anorexia e as dores gástricas estão em link direto com essa personalidade.
A urticária vem com febre e a herpes de tornozelo encontra aqui uma medicação eficaz.
Pegando carona com um mestre da homeopatia, vejamos a compilação de dados dessa matéria, vejamos o que diz Clark.

Um DICIONÁRIO DE PRÁTICO
Farmacopéia
Por John Henry Clarke, MD
Apresentado por Médi-T ®
Sintomas. 

1. Mente. triste. Irritável.
2. Cabeça. Drowsy com dor de cabeça.
3. Olhos. Chiqueiro em r. pálpebra inferior. Dor no canto interno dos olhos. Inflamação l. superior da tampa.
5. Nariz. descarga de muco, fétido amarelo l. narina. catarro aguda.
6. Face. A dor na face. Dor e inchaço da face e da garganta com inflamação. vermelhidão contínua do rosto. dor violenta no l. rosto, espalhando pelo rosto todo.
7. Dentes. dor de dente. Dor de dente à noite.
8. Boca. Língua revestido branco. ptialismo.
9. Garganta. garganta.
10. Apetite. Não apetite.
11. Estômago. digestão difícil. Não dor lancinante no estômago de longa duração.
14. Órgãos urinários. urina escassa.
16. Órgãos sexuais femininos. curta duração da menstruação. descarga de muco branco da vagina. inchaço das glândulas mamárias com derrame abundante de leite, no segundo dia. Pouco depois de tomar o medicamento nos seios de uma mulher negra de 60 anos começou a inchar e descarregada uma quantidade de leite.
17. Aparelho Respiratório. Sufocando tosse.
18. Peito. Senso de frieza em l. lado do peito, depois de beber.
20. Pescoço. inchaço das glândulas cervicais.
23. Membros inferiores. Cócegas nos membros inferiores. erupção herpética no tornozelo.
25. Pele. pústulas todo, primeiro branco, depois vermelho, com uma coceira insuportável agora e depois. urticária com febre. Coceira ─.
26. Dormir. Não sono por duas noites. Drowsy por quatro horas no meio do dia. Drowsy todo o dia. Drowsy com dor de cabeça.
Copyright © Médi-T ® 2000
 
Caso clínico

Solanum Oleraceum. 

Solanum oleraceum. Juquerioba. NO Solanaceae. Tintura de flores.
 
Clínicos. Peitos, inchaço. Catarro. Glândulas, inchaço. Herpes. Amamentando, profusa. Leucorréia. Pústulas. Sono excessivo. Chiqueiro. Urticária. 


Características. Esta planta, diz Mure, é herbácea, caule pouco lenhoso, os ramos superiores sendo coberta com espinhos curtos e tortos. Ela cresce na rodada margens do Rio Janeiro, em lugares úmidos e sombreados. O sintoma mais notável a prova foi "O inchaço da glândula mamária com derrame abundante de leite", que ocorre em uma mulher negra de 60 anos. Outros sintomas foram: "A dor e o inchaço da face e garganta com inflamação." "Sensação de frio no lado esquerdo do peito depois de beber." Houve sonolência com dor de cabeça, e geralmente o sono perturbado do outro Solanaceae. (casos clínicos/net)

Homeopatas dos Pés Descalços

Postagens mais visitadas deste blog

IGNATIA AMARA - A CHAVE DO EQUILÍBRIO

IGNATIA AMARA  E A SUA PERSONALIDADE HOMEOPÁTICA
O excesso de luz cega a vista.
O excesso de som ensurdece o ouvido.
Condimentos em demais estragam o gosto.
O ímpeto das paixões perturba o coração.
A cobiça do impossível destrói a ética.
Por isso, o sábio em sua alma
Determina a medida de cada coisa.
Todas as coisas visíveis lhe são apenas
Setas que apontam para o Invisível.

(Tao-Te King, Lao-Tsé) Lao Tsé não tinha conhecimento de homeopatia, mais permeou o mundo das observações de forma intensa e clara, ajudou a dar uma nova visão ao ser humano e até hoje seja no oriente quanto no ocidente, viaja nas mentes de muitos. Ao ler seu pequeno texto a uns bons anos atrás e já com alguma bagagem de filosofia homeopática, me deparei com este, acima citado. Para mim a tradução mais poética de uma personalidade Ignácia. Homeopatas dos Pés Descalços 

Citemos Allen - "As pessoas mentalmente e fisicamente esgotados por uma dor concentrada e prolongada" (Allen) ou ainda "A alteração das condições …

GELSEMIUM - O REMÉDIO DAS GRANDES SENSIBILIDADES

PERSONALIDADES HOMEOPÁTICAS MAT. CEDIDA POR ELISA MACIEL COSTA/ESP.EM HOM/ACUPUNTURA/FITOTERAPIA

Pessoas com grandes fraquezas, com intensa prostração física e mental, chegando ao embotamento cerebral. Medo de cair e de adoecer[*] Histeria e neuroses, comoções e maus efeitos do medo, o remédio das grandes sensibilidades. Sonolencia dos estudantes, as mulheres apresentam  rouquidão durante a menstruação. Sente-se incapaz de enfrentar a vida cotidiana, Incapacidade para assumir responsabilidades, nervosismo de "ator", medo de exames dos estudantes, de aceitar novas tarefas. Evita as aflições da vida. É muito utilizado nas febres agudas ou intermitentes em que há um desejo absoluto de repouso. Na sua grande maioria apresenta ausência de sede, sem calafrios ou suores, piorando à tarde. Seu uso facilita o parto em situações de rigidez do colo uterino e alivia as cólicas menstruais muito fortes.  Apresenta fisicamente uma enorme falta de tônus muscular, torpor, lassidão e tremores, Par…

LYCOPODIUM CLAVATUM

LYCOPODIUM – o medo do conflito
Lycopodium é sem sombra de dúvida, uma das matérias médicas mais extensas dentro da homeopatia e mais interressantes também. Esse indivíduo tem as fases da sua vida bem marcadas, pois apresenta um grande estado distinto entre a infância, a idade mediana e sua idade mais avançada.
Entretanto o Lycopodium se encontra envolto pela covardia, tanto social, moral e física, o que permite ao homeopata analisar de forma cuidadosa essa personalidade, tendo em vista sua enorme capacidade de ser extrovertido, amigável e corajoso, qualidades essas opostas da sua real condição.
Por medo do conflito, Lycopodium foge covardemente.
Seu maior amor será pelo poder e com certeza irá chorar quando for homenageado. A criança Lycopodium
Quando alguém vai a sua casa o seu filho refugia-se por trás dos cortinados ou recusa-se a cumprimentar as visitas? Num primeiro contato é envergonhado? Sempre que o repreende fica com as lágrimas ao canto dos olhos? Tem medo de fantasmas e de dormi…