Pular para o conteúdo principal

MEDICINA E HOLOCAUSTO

La farmacia del gueto de Cracovia. Tadeusz Pankiewicz.

En otras ocasiones en este blog hemos hablado sobre personas que ante la barbarie y el sufrimiento de otros no permanecieron impasibles y adoptaron un papel de salvador o rescatador a costa de sus propias vidas.  

Hoy vamos a contar la historia de Tadeus Pankiewicz, farmacéutico de Cracovia. El fue el único habitante no judío del gueto de Cracovia, Podgorze. Regentaba la farmacia conocida como: La Farmacia del Aguila, ubicada en la Plac Zgody que era el lugar desde donde salían los transportes de los judíos hacia los campos de exterminio.  En el gueto los nazis confinaron a 17.000 judíos entre 1941 y 1943.
 La farmacia de El Aguila, era el único lugar del gueto en el que se podía obtener información del exterior.  Asimismo era un punto de reunión de los  resistentes judíos del gueto y los partisanos del ejército polaco deliberación. 
 Tadeusz Pankiewicz en la puerta de la farmacia

Pankiewicz suministró comida a los judíos del gueto, prestó cuidados médicos  y ayudó a muchos a escapar a través de un falso tabique que comunicaba la farmacia con el gueto.
En 1947 Pankiewicz publicó sus memorias: La Farmacia del Gueto de Cracovia,  donde relata el papel jugado por la farmacia en aquellos trágicos días. Siguió trabajando hasta 1953, falleciendo en 1993.
En 2003 se inauguró un museo dentro de la farmacia, que es visita obligada para todos los que se acercan al gueto de Cracovia y a la cercana fábrica de Oskar Schindler, convertida también en  otro magnífico museo.
Muchas escenas de la película La lista de Schindler transcurren en Cracovia y en este gueto.

Muro del gueto de Cracovia
Em meio as atrocidades da II Guerra Mundial e com o Holocausto batendo a porta, relembremos quem fez alguma coisa.
  
Ambos, Tadesuz Pankiewicz y Oskar Schindler, fueron nombrados Justos entre las Naciones
Homeopatas dos Pés Descalços

Postagens mais visitadas deste blog

IGNATIA AMARA - A CHAVE DO EQUILÍBRIO

IGNATIA AMARA  E A SUA PERSONALIDADE HOMEOPÁTICA
O excesso de luz cega a vista.
O excesso de som ensurdece o ouvido.
Condimentos em demais estragam o gosto.
O ímpeto das paixões perturba o coração.
A cobiça do impossível destrói a ética.
Por isso, o sábio em sua alma
Determina a medida de cada coisa.
Todas as coisas visíveis lhe são apenas
Setas que apontam para o Invisível.

(Tao-Te King, Lao-Tsé) Lao Tsé não tinha conhecimento de homeopatia, mais permeou o mundo das observações de forma intensa e clara, ajudou a dar uma nova visão ao ser humano e até hoje seja no oriente quanto no ocidente, viaja nas mentes de muitos. Ao ler seu pequeno texto a uns bons anos atrás e já com alguma bagagem de filosofia homeopática, me deparei com este, acima citado. Para mim a tradução mais poética de uma personalidade Ignácia. Homeopatas dos Pés Descalços 

Citemos Allen - "As pessoas mentalmente e fisicamente esgotados por uma dor concentrada e prolongada" (Allen) ou ainda "A alteração das condições …

GELSEMIUM - O REMÉDIO DAS GRANDES SENSIBILIDADES

PERSONALIDADES HOMEOPÁTICAS MAT. CEDIDA POR ELISA MACIEL COSTA/ESP.EM HOM/ACUPUNTURA/FITOTERAPIA

Pessoas com grandes fraquezas, com intensa prostração física e mental, chegando ao embotamento cerebral. Medo de cair e de adoecer[*] Histeria e neuroses, comoções e maus efeitos do medo, o remédio das grandes sensibilidades. Sonolencia dos estudantes, as mulheres apresentam  rouquidão durante a menstruação. Sente-se incapaz de enfrentar a vida cotidiana, Incapacidade para assumir responsabilidades, nervosismo de "ator", medo de exames dos estudantes, de aceitar novas tarefas. Evita as aflições da vida. É muito utilizado nas febres agudas ou intermitentes em que há um desejo absoluto de repouso. Na sua grande maioria apresenta ausência de sede, sem calafrios ou suores, piorando à tarde. Seu uso facilita o parto em situações de rigidez do colo uterino e alivia as cólicas menstruais muito fortes.  Apresenta fisicamente uma enorme falta de tônus muscular, torpor, lassidão e tremores, Par…

LYCOPODIUM CLAVATUM

LYCOPODIUM – o medo do conflito
Lycopodium é sem sombra de dúvida, uma das matérias médicas mais extensas dentro da homeopatia e mais interressantes também. Esse indivíduo tem as fases da sua vida bem marcadas, pois apresenta um grande estado distinto entre a infância, a idade mediana e sua idade mais avançada.
Entretanto o Lycopodium se encontra envolto pela covardia, tanto social, moral e física, o que permite ao homeopata analisar de forma cuidadosa essa personalidade, tendo em vista sua enorme capacidade de ser extrovertido, amigável e corajoso, qualidades essas opostas da sua real condição.
Por medo do conflito, Lycopodium foge covardemente.
Seu maior amor será pelo poder e com certeza irá chorar quando for homenageado. A criança Lycopodium
Quando alguém vai a sua casa o seu filho refugia-se por trás dos cortinados ou recusa-se a cumprimentar as visitas? Num primeiro contato é envergonhado? Sempre que o repreende fica com as lágrimas ao canto dos olhos? Tem medo de fantasmas e de dormi…