Amigos do Blog

Pesquisar este blog

Carregando...

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

CENTELHA ASIÁTICA, GINSENG, ALECRIM - As mais usadas no mundo.

Centelha Asiática (Centella Asiática):

A Centelha Asiática vem sendo utilizada na China e na Índia há centenas de anos, principalmente como tônico rejuvenescedor e revitalizante. Também já foi utilizado para tratar lepra e doenças venéreas como a gonorréia. Atualmente é utilizado em cremes e loções para problemas de pele, cicatrização de ferimentos e manutenção da pele saudável. Além disso, estimula a circulação, é diurética, antiinflamatório e antibacteriano.

Propriedades medicinais: adelgaçadora, amarga, ampliadora da capacidade de memorização, antibacteriana, anticelulítica, antidepressiva, antidiarréica, antiinflamatória, antiirritante, antileucorréica, antimicrobiana, anti-reumática, anti-sifilítica, calmante, cicatrizante, depurativa, desintoxicante, diurética, estimulante da circulação periférica, estimulante do metabolismo das gorduras, estimulante do sistema linfático, galactógena, hipnótica, hipotérmica, lipolítica, queratolítica, redutora da fragilidade dos vasos, refrescante, regulador de tecido conjuntivo, tônica, vasodilatadora periférica, vulneraria.
Indicações: afeção cutâneas, amenorréia, aparelho circulatório, articulações reumáticas, câimbras, celulite, circulação de retorno, constipação, desordens dermatológicas, eczema, furunculose, lúpus, úlcera varicosa, hematoma, rachaduras da pele, varizes, psoríase, prevenção da formação de quelóides, acelerar a cicatrização pós-cirúrgica, estimular a produção de colágeno e fibras, inflamação periférica, feridas, úlcera de pele, lepra, melhorar o aspecto da pele (queimaduras), desordens nervosas, dismenorréia, disúria, doenças do aparelho urinário e genital femininos, doenças vasculares periféricas, doenças venéreas, epistaxe, escrófulas, formigamento, gordura localizada, hematêmese, hemorróidas, icterícia, malária, pernas pesadas e doloridas, sarampo, senilidade. 

Ginseng (Panax ginseng):

Ginseng é um gênero de plantas que compreende 11 espécies, dentre as quais, as mais estudadas, documentadas e comercializadas como planta medicinal são a Panax Ginseng, conhecido como Ginseng asiático e Panax quinquefolius, espécie cultivada nos Estados Unidos. Trata-se de uma planta de pequeno porte, geralmente 30 a 50 cm de altura, com três ramificações, cada uma contendo cinco folhas. Seu fruto é pequeno, de coloração vermelha, lembrando uma amora. Porém, para uso terapêutico, à parte do Ginseng mais utilizada e valiosa é seu rizoma/raiz. O Ginseng vem sendo utilizado na Ásia como planta medicinal e na culinária local por milhares de anos, principalmente na China e na Coréia. Na medicina popular, o Ginseng é indicado para combater stress, cansaço e fadiga, melhorar a vitalidade física, imunidade, concentração, memória e capacidade mental. Outro uso bastante popular do Ginseng é para tratar problemas de ereção em homens. Alguns estudos indicam que o Ginseng pode trazer benefícios como auxiliar no tratamento da diabetes tipo II. É uma planta utilizada na medicina chinesa há milhares de anos para incrementar a longevidade e a qualidade de vida. O Panax ginseng é a espécie mais estudada e disponível comercialmente dessa planta. Outra espécie, Panax quinquefolius (ginseng americano), é cultivada no meio-oeste dos EUA e exportada para a China.A parte medicinal da planta é a sua raiz de crescimento lento, colhida após quatro a seis anos, quando seu teor global de ginsenosídeo - o ingrediente ativo principal do ginseng - atinge o máximo. 

Existem treze ginsenosídeos ao todo. O Panax ginseng também contém panaxanos, substâncias que podem reduzir os níveis de açúcar no sangue (glicose) e polissacarídeos, moléculas complexas de açúcar que fortalecem o sistema imunológico. O ginseng "branco" consiste simplesmente na raiz desidratada, enquanto o ginseng "vermelho" consiste na raiz aquecida no vapor e desidratada.Sabe-se que o ginseng melhora na atuação da corrente sangüínea, fazendo assim uma melhora nas atividades físicas e mentais.

Alecrim (Rosmaninus officinalis)[1]:

Arbusto aromático que floresce quase todo o ano. A sua essência entra em muitos medicamentos, composição de bálsamos para fricções, e de certos produtos de perfumaria - água de Colônia, por exemplo.
O alecrim é, principalmente, um medicamento estimulante para todas as pessoas atacadas de debilidade extrema, e emprega-se também para combater as febres intermitentes e a febre tifóide.
Uma tosse pertinaz desaparecerá com infusões de alecrim.Também se recomenda a todas as pessoas cujo estomago seja preguiçoso para digerir.
 Flatulência, sensação de distensão e pequenas desordens do foro gastro-intestinal e biliar. Queixas dispépticas; tratamento complementar de problemas reumáticos.
Problemas circulatórios. Não possui: Contra-indicações.


[1] Alecrim - Uso Como Especiaria e Medicinal e seu Cultivo. Monografia - Comissão Alemã - Tradução de Herbal Drugs and phytopharmaceuticals

Homeopatas dos Pés Descalços
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquise por matéria específica