Pular para o conteúdo principal

A FITOTERAPIA BRASILEIRA USADA NA MTC - ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE O USO DA FITOTERAPIA BRASILEIRA DENTRO DA MTC



A FITOTERAPIA BRASILEIRA USADA NA MTC

Shen é espírito na MTC, vejam o quanto a paz de espírito e seu equilíbrio são importantes dentro dessa medicina milenar. Suavizar esses caminhos representa compreender que para além do desconforto físico, existe a estrutura pessoal, que corre todos os dias e as vezes se paralisa diante das situações.
Essas são plantas e ervas que ajudam no dia a dia, segundo a natureza que possuem – uma visão específica da MTC.

Usando uma releitura de alguns estudiosos e da prática diária, separei algumas das mais conhecidas e fáceis de achar, assim seu uso pode ser mais tranquilo em relação ao desequilíbrio apresentado.

Matéria cedida por Elisa Costa



Camomila ( matricaria chamomilla )

É doce, neutra e morna, penetra nos meridianos do Fígado e do Baço. Ela acalma o corpo. Na MTC: Limpa o vento e a umidade, descongestiona o corpo eliminando a mucosidade. É comumente usada para dor de cabeça, estresse, insônia e cólicas.


Capim -limão ou Erva-cidreira ( cymbopogon citratus )

É picante e morna também, age nos meridianos do Pulmão e do Estomago; porque dispersa o vento e vento-frio, ajuda na tonificação da energia do Pulmão, direciona e leva a energia para baixo. Aquece o aparelho digestivo e acalma o Shen ( espírito ).
suas principais indicação são para a insônia, ansiedade, palpitações, cefaleia e resfriados.

Flor-de-Lótus ( Nelumbo nucifera )

Essa flor é neutra e doce, penetra nos meridianos do Coração, Baço e Rim.
Na MTC ela diminui o fogo do Coração, acalma o Shen ( espirito ). O meridiano do Rim agradece esse carinho, pois a flor de lótus, retira esse calor nocivo e ajuda a limpar a transmissão.
Seu uso: insônia, irritabilidade, confusão mental, mania. Em forma de xarope, combate as crises de asma, a tosse e a febre das doenças respiratórias.


Hipérico (Hypericum perforatum)

Sua ação na MTC é de bem estar geral, por isso ela entra com força total na ajuda aos dois grandes vasos: o vaso Governador e o Vaso Concepção.  Conhecida por clarear o espírito e fazer com que a circulação da energia se faça em todo corpo.
Comumente adaptada para combater a insônia, depressão, disritmia, o nervoso e suas complicações no estômago e a diarreia. Por cuidar muito dos nervos e músculos, é uma grande amiga do Meridiano do Fígado.


Lírio ( Lilium Candidum )

Seu gosto é amargo, doce e frio, penetra nos meridianos do Pulmão e Coração de forma rápida e suave.
Sua ação na MTC é umedecer o Pulmão, retira e diminui o Catarro e portanto circula e produz  o Calor, desta forma suaviza e a mente.
Comumente usada na febre, irritabilidade, dor na garganta, tosse com e sem catarro.

Lúpulo ( Humulus lupulus )

É amarga, sensação de ser gelada, penetra nos meridianos do Pulmão, Rim e Estomago.
Na MTC ela fortalece o Estômago, acalma o espírito, melhora o sistema urinário e alivia a pressão do corpo.
Seu uso é tradicional para combater a taquicardia, insônia e ansiedade, anorexia, dispepsia.

Macela ou Marcela ( achyrocline satureoides )

Sua natureza é amarga e neutra, percorre os meridianos do Intestino Grosso e Baço e dispersa a umidade ( um claro exemplo disso é o catarro ), no Baço sua função é tonificar.
-uso: cólicas, diarréia, ansiedade, tensão, dor e espasmo muscular, ajuda nas alergias respiratórias e colites, efeitos como: diminuir gases e melhorar a digestão são conhecidos popularmente, ajuda muito nas dores articulares, por esse motivo, muitos idosos veem na Macela uma opção diária de alívio.
.

Maracuja ( Passiflora edulis )
Ela possui a sua natureza bem ampla: é refrescante, doce e azeda ao mesmo tempo.
Na MTC ela também possui a ação de descongestionar, pois limpa o catarro e acalma mente, dando tranquilidade e clareza nos pensamentos, tanto no popular quanto na aplicabilidade oferecida por profissionais, ela atua com sucesso no controle da ansiedade, estresse, nevralgia, cólicas menstruais , dores articulares e cefaleia, insônia e irritabilidade na menopausa.


Melissa ( Melissa officinalis )

Suas características são: doce e refrescante.
Na MTC ela circula a energia do Fígado – o grande general, tonifica e limpa o sangue, acalma o Shen, pois o aquecimento do corpo cede e a harmonia é mais bem distribuída.
Seu uso na insônia, depressão e irritabilidade, são bem conhecidas. Também se usa a Melissa para tratar palpitações, enxaquecas, cólicas intestinais, convulsões, nevralgias, problemas hepáticos e biliares e má circulação. O que pouca gente sabe é que se seu fígado não está com a energia limpa, seus músculos irão sofrer, então essa é uma boa dica para os atletas.


-Mulungu ( Erythrina mulungu )

Suas propriedades para a MTC são: gosto amargo, picante e refrescante e sua ação se dá na MTC, quando penetra nos meridianos do Fígado e do Baço, diminuindo o Catarro e acalmando o Shen. Assim sendo seu uso para combater a ansiedade, insônia, asma com muito catarro pode ser ajudada por mulungu no ponto em que possui aí uma ação diurética e expectorante, costuma ser usada como analgésica e antirreumática. Melhora de uma forma geral a atividade hepática – pena que é pouco usada para isso.

Sálvia ( Salvia officinalis )

Por ser picante, amarga e possuir ação refrescante, penetra nos meridianos do Coração, Fígado e Baço. Uma boa amiga na alimentação, podendo ser usada em saladas e assim preservar seu total valor.
É famosa por tonificar o sangue, harmonizar o Shen e o Coração.
Como produz bem estar, ajuda no combate a depressão, insônia, cólicas intestinais e menstruais, promove a circulação; especialmente a periférica, ajuda nas gastralgias, amigo da mulher em fase de menopausa, calores e irritabilidade.


Valeriana ( Valeriana officinalis )

Essa velha conhecida é amarga, picante e morna, penetra nos meridianos do Coração, do Baço e do Fígado.
Dentro da MTC ela melhora a circulação de energia, dispersa o frio, tonifica o sangue e o Baço, acalma o espírito. É uma referencia clássica.
Do seu uso: ansiedade, taquicardia, distúrbios da menopausa, dores de cabeça tensionais, cólicas intestinais, dores musculares por nervoso, epilepsia, colite, prurido cutâneo, fadiga e estafa, dermatoses variadas e torcicolo por tensão. Por ser picante, ajuda nas congestões nasais onde a pessoa fica extremamente irritada e nervosa.

Ainda possuem outras de grande importância como o aniz estrelado, o alecrim a espinheira santa e o mastruz, a tanchagem e o funcho, mas falta estudo, pelo ao menos na sua aplicabilidade.

Sabemos que o alecrim refrigera o meridiano do coração, acalma o meridiano da bexiga e tonifica o meridiano do rim.
A tanchagem possui um efeito fantástico no vaso governador, ajudando muito na circulação cerebral. Enfim, com a vasta possibilidade de aplicabilidade que temos no Brasil das plantas medicinais em uso dentro da MTC, isso ainda dará muitos estudos.

Homeopatas dos Pés Descalços

Postagens mais visitadas deste blog

IGNATIA AMARA - A CHAVE DO EQUILÍBRIO

IGNATIA AMARA  E A SUA PERSONALIDADE HOMEOPÁTICA
O excesso de luz cega a vista.
O excesso de som ensurdece o ouvido.
Condimentos em demais estragam o gosto.
O ímpeto das paixões perturba o coração.
A cobiça do impossível destrói a ética.
Por isso, o sábio em sua alma
Determina a medida de cada coisa.
Todas as coisas visíveis lhe são apenas
Setas que apontam para o Invisível.

(Tao-Te King, Lao-Tsé) Lao Tsé não tinha conhecimento de homeopatia, mais permeou o mundo das observações de forma intensa e clara, ajudou a dar uma nova visão ao ser humano e até hoje seja no oriente quanto no ocidente, viaja nas mentes de muitos. Ao ler seu pequeno texto a uns bons anos atrás e já com alguma bagagem de filosofia homeopática, me deparei com este, acima citado. Para mim a tradução mais poética de uma personalidade Ignácia. Homeopatas dos Pés Descalços 

Citemos Allen - "As pessoas mentalmente e fisicamente esgotados por uma dor concentrada e prolongada" (Allen) ou ainda "A alteração das condições …

GELSEMIUM - O REMÉDIO DAS GRANDES SENSIBILIDADES

PERSONALIDADES HOMEOPÁTICAS MAT. CEDIDA POR ELISA MACIEL COSTA/ESP.EM HOM/ACUPUNTURA/FITOTERAPIA

Pessoas com grandes fraquezas, com intensa prostração física e mental, chegando ao embotamento cerebral. Medo de cair e de adoecer[*] Histeria e neuroses, comoções e maus efeitos do medo, o remédio das grandes sensibilidades. Sonolencia dos estudantes, as mulheres apresentam  rouquidão durante a menstruação. Sente-se incapaz de enfrentar a vida cotidiana, Incapacidade para assumir responsabilidades, nervosismo de "ator", medo de exames dos estudantes, de aceitar novas tarefas. Evita as aflições da vida. É muito utilizado nas febres agudas ou intermitentes em que há um desejo absoluto de repouso. Na sua grande maioria apresenta ausência de sede, sem calafrios ou suores, piorando à tarde. Seu uso facilita o parto em situações de rigidez do colo uterino e alivia as cólicas menstruais muito fortes.  Apresenta fisicamente uma enorme falta de tônus muscular, torpor, lassidão e tremores, Par…

LYCOPODIUM CLAVATUM

LYCOPODIUM – o medo do conflito
Lycopodium é sem sombra de dúvida, uma das matérias médicas mais extensas dentro da homeopatia e mais interressantes também. Esse indivíduo tem as fases da sua vida bem marcadas, pois apresenta um grande estado distinto entre a infância, a idade mediana e sua idade mais avançada.
Entretanto o Lycopodium se encontra envolto pela covardia, tanto social, moral e física, o que permite ao homeopata analisar de forma cuidadosa essa personalidade, tendo em vista sua enorme capacidade de ser extrovertido, amigável e corajoso, qualidades essas opostas da sua real condição.
Por medo do conflito, Lycopodium foge covardemente.
Seu maior amor será pelo poder e com certeza irá chorar quando for homenageado. A criança Lycopodium
Quando alguém vai a sua casa o seu filho refugia-se por trás dos cortinados ou recusa-se a cumprimentar as visitas? Num primeiro contato é envergonhado? Sempre que o repreende fica com as lágrimas ao canto dos olhos? Tem medo de fantasmas e de dormi…