ASSISTAM O VÍDEO E PENSEM

Esse é um pedido nosso. 
Diga não a Xenofobia, diga não ao preconceito. 

O vídeo que se segue, traz uma verdade que sempre deixamos passar, parece até engraçado para alguns, para a grande maioria, parece verdade absoluta.
Jornalistas são formadores de opinião, entretanto podem ser ignorantes também. 

São matérias assim que estigam o ódio e a falta de informação.

Quando retratamos os braços do preconceito é disso que falamos, dessa brincadeira impune e sem graça, desse desconhecimento absurdo, dessa ignorancia plantada e cultuada, dessa forma de desrespeito que atinge a maior minoria etnica dos países onde habita. 

Essas mulheres somos todas nós. Em toda nação, país ou povo existem os certos e os errados, com os romani não é diferente. E o sr. Luciano mostrou de que lado do jornalismo está.

O povo romani vem; através dos séculos; acumulando perseguições, famas malditas, falsas conversas e um histórico de discriminação que deixaria qualquer um assutado. Míséria, guerras e perseguição, fome e assasinato.

Ao sr. em questão, desejamos apenas os nossos mais profundos sentimentos, porque toda xenofobia, preconceito e descriminação, deixa aparente uma doença de alma e de carater, precisa ser muito corajoso para derrubar tais barreiras ... oxalá seja.


Caro sr. Luciano Faccioli, a nossa mão, a palma da nossa mão, mostra mais do que o sr consegue ver. O sr. envergonhou a classe de jornalistas sérios.


Publicado em 10/06/2012 por 
Reportagem veiculada na rede Bandeirantes, no dia 18 de abril de 2012 no Primeiro Jornal, onde o sr. Faccioli declaradamente demonstra seu preconceito e falso preparo enquanto jornalista, expondo uma etnia já bastante perseguida em vista de um fato isolado. Chega de preconceito. A televisão opera sempre a sua maneira, manobrando a opinião pública, fazendo de um apresentador um juíz e verdugo. Acorda Brasil!!!!

Homeopatas dos pés Descalços
Preconceito é doença.

Comentários

  1. Olá...

    Assistindo o video,percebe-se clara e explícitamente a opinião preconceituosa desses pseudo jornalistas. Que vergonha! Falam como se focem as melhores pessoas do planeta,zombam,caçoam e generalizam a toda uma classe,e o pior é que muitos cegos e imbecilizados pela mídia assistem,aplaudem e alimentam essa hipocresia!!
    Estamos todos equivocados...
    Dificil é saber que se ainda vemos e vivenciamos isso, é porque estamos de alguma forma identificados com algo relacionado ao preconceito,e ainda temos muito trabalho pela frente para alcançarmos um mundo de harmonia e paz. Que Deus do infinito nos ajude a chegar nessa conciência. Paz e Luz a todos. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Clecir, lemos um trabalho a uns dias desses em que diz claramente:

      Não existe a síndrome da superioridade, mas sim a inferioridade contida de forma a debruçar sobre os outros a própria insensatez.

      um abraço,

      e obrigada por pensar assim,

      nais tukê

      a equipe.

      Excluir

Postar um comentário

A ÚNICA CONDUTA ACEITA PARA COMENTAR É A GENTILEZA.

Postagens mais visitadas deste blog

LYCOPODIUM CLAVATUM

GELSEMIUM - O REMÉDIO DAS GRANDES SENSIBILIDADES

IGNATIA AMARA - A CHAVE DO EQUILÍBRIO