LACHESIS - Existem duas mulheres dentro de mim.



Lachesis (L. Mutus. Lachesis Trigonocephalus. Serpente Surukuku da América do Sul)


(complementares - Hepar Sulphur. Lycopodium. Nitric Acidum.)






Não vamos nos dedicar a estrutura física dessa vez, fica para uma segunda parte. Primeiro vamos ver a parte emocional de Lachesis – a princípio formada de uma base feminina e pouco aplicável aos homens em geral. Entretanto dispa-se do olhar preconceituoso com que ela é analisada, sem piadinhas básicas sobre venenos de cobra e mulheres, sem a conversa de que toda sogra é uma surukuku e coisas do gênero.
A história já nos deu exemplos demais do transtorno e do olhar errôneo sobre as personalidades femininas. Nem todas as mulheres são lachesis, nem todas devem toma-lo na menopausa e os homens não estão tão longe assim dessa personalidade.

Se você quiser dizer entre a santa e a pegadora ... talvez acerte em alguns casos, a verdade é que Lachesis é livre, leve e solta, nem pense em prendê-la, pode destilar veneno e mortal. Essa expressão vale para a agonia que sente ao usar roupas coladas no corpo ou colares ou coleiras ou qualquer coisa que prenda seu pescoço – vale pensar na gravata também.
Tudo em Lachesis é estímulo puro. Uma personalidade criativa, intensa, densa, animada, cheia de idéias, bastante comunicativa e muito, mais muito sensual, mesmo quando não quer ser. O amor é a base do combustível para a vida.


Se você entrar numa festa com o colo do peito aparecendo, num vestido extremamente sensual, meio esvoaçante e de cor viva – achar isso normal, não ter problema de ser o centro absoluto das atenções e desconfiar até da sua sombra ... pode sim ter uma personalidade Lachesis.

Assim como fazemos para analisar as personalidades, veja suas vantagens e transforme-as em desvantagens, virtudes em pecadinhos e terá o forte da sua personalidade estampada. Com ela não é diferente, falamos ela por se tratar de uma cobra – aqui é a medicação que se usa retirado do veneno de uma cobra: Veneno fresco da surucucu, nativa da América do Sul. O veneno da cobra constitui a base do lachesis homeopático, o que é usado para tratar um certo número de problemas de saúde, especialmente problemas circulatórios ou problemas de climatério .


Adoecendo – quando Lachesis adoece, usa sua comunicação para envenenar as pessoas e tem um alto poder de sedução ligado a vingança e ao ciúmes. Pode manipular sem problema algum. Fará da vingança um prato que se como frio, de preferência com muito estímulo sexual e sensual, isso será a razão da sua vida.

Vai se agarrar as suas coisas materiais e aos seus amigos com extremo senso de posse, ciúmes ( Hyos, Calc-s) e inveja. Passará a compor suas idéias de forma ditatorial e egoísta. Pode se tornar agressiva, sarcástica e extremamente crítica, mas nem pense que deixa de pensar em tudo e em todos ao mesmo tempo. Claro que esse pensamento vai chegar ao extremo e é aí que ela pode expressar o seu medo de morrer envenenada. Não confia mais em ninguém. Isso altera seu batimento cardíaco e sua temperatura corpórea.

Herda a Psicose - Maníaco-depressiva e a Paranoia, podendo ser confundida com (Hyos, Kali-br,Verat). E é claro que fica deprimida, alguém tão criativo se especializando na destruição não vai ficar bem. Essa pior hora é pela manhã.
Quando a situação piora ela chega a acreditar que está sob o comando de pessoas que já morreram ou que falam dela o tempo todo.
Lachesis te medo da loucura - (Calc, Cann-i, Manc, Puls), entretanto ela não sabe viver de outra forma senão intensamente.


O sexo para a personalidade de lachesis é a fonte de vida e de energia. É assim, funciona desse jeito e quando reprimida esse mecanismo pode se alterar de forma a se tornar violento e extremo.
Caso seu parceiro não acompanhar seus impulsos ou vice e versa a coisa vai perdendo a motivação. O sexo relaxa para a personalidade lachesis de uma forma extremamente construtiva, não há problema nisso, não há violência no ato sexual, há prazer e muito grande. Isso a move, isso é a energia de que ela tanto precisa. Se estiver tudo bem pra ela, seu parceiro é uma pose e aí tudo bem.

Para ser mais preciso, essas pessoas são muito de conversa e tem uma inclinação para desfrutar de sua vida ao máximo. Essa personalidade pode ser muito apaixonada e de verdade, só que isso acontece porque geralmente são muito intensos com aquelas situações que fazem seus olhos brilharem e são o foco da sua atenção.  Por outro lado, eles acham que é muito difícil de serem confinados a qualquer coisa pra sempre e podem fazer suas vidas acontecerem em torno de tais situações.

O desejo forte ou desejo para o sexo dos indivíduos com personalidades do tipo Lachesis é muitas vezes estimulada por uma natureza sofisticada e sensível. Olhe Sulphor e Nux Vômica. No entanto, aqueles que pertencem ao tipo Lachesis, particularmente as mulheres, geralmente reservam seus desejos sexuais para uma parceria romântica e são extremamente apaixonados, uma vez que o sexo para eles é uma expressão de seu amor por seu parceiro, e não apenas uma relação física. Na verdade, quando uma mulher pertencente ao tipo Lachesis está apaixonada, sua estrutura sexual acaba por se intensificar. Ao mesmo tempo, se seu parceiro não corresponde à ela, é provável que ela sinta que está sendo desprezada e isso muda seu humor por completo – começa a mania de perseguição. É nessa hora que muitas optam por Ignátia, pela comparação com um rejeitado, que se torna muito sensível e extremamente emocional.

 
As descargas físicas e menstruais ajudam a controlar a descarga sexual -  Além disso, as pessoas Lachesis também podem envolver-se em rigoroso exercícios físicos para obter alívio da tensão, pois ajuda-os a gastar parte de sua energia.  Já de forma mental ou emocional, manter longos períodos de conversa ou se dedicar a estudos que envolvam muito a fala é útil na liberalização de tensões reprimidas. Toda a personalidade Lachesis é detalhista, valendo a pena aproveitar essa dica.

Pode fornecer uma quantidade significativa de ilusões e alucinações, por vezes, bonito, e vê uma bela paisagem, ou afundar-se na cama, seu corpo se desintegra, ele está tão feliz e não pode quebrar o magia, que tem uma doença incurável que está morrendo ou está morto ou que sua mãe está morta, ou vê pessoas mortas, que é o dobro, ou seja, condenado, acredita que flutua no ar, como se eles descansam em seu ou espaço foi levado para a cama deitado, vê as pessoas (na verdade não) vê fantasmas agradáveis ou terríveis, ou ver fantasmas, quando você fechar os olhos (ou tem visões), acredita que é dominado por uma poderosa influência, ou está sob controle sobre-humano, que é perseguido por inimigos, ou que tenha sido envenenado, ou que ele magoar aqueles ao redor dele ou vê ladrões em casa e quer pular para fora da janela, que é predestinado a não salvar (em vida após a morte ), tem visões terríveis que ele vê por trás dele, pensa que ele ouve uma música sublime. Delirium, especialmente 12-24 horas ou à noite ou durante a febre, depois de insônia ou noites de insônia, perda de fluidos ou após o sono, ou da tensão mental ou septicemia ou fechar os olhos, é um delírio violento constante, falante, com uma mudança constante de temas, ou agarrado, ou murmurando discurso. Delírio erótico. O delirium tremens, com alucinações e loquacidade, em estado de embriagues, chora e se emociona. Vijnovsky homeopáticos Matéria Medica ".


Por fim, espero que tenham compreendido o porquê de duas mulheres dentro de um corpo e o porquê alguns homens se identificam com essa personalidade, mas passam despercebidos por serem homens.

ESSA PERSONALIDADE TENDE A SER DE MUITA SORTE, PODE SE TORNAR UMA PESSOA DE SUCESSO E COM GRANDES CONQUISTAS. O equilíbrio da personalidade Lachesis está ligada ao entendimento da sua sexualidade e da condição de resolvê-la. A paciência e a calma ajudam muito e de pronto podemos evitar a maior fulga dessa personalidade, o alcoolismo.



Homeopatas dos pés descalços.

Comentários

  1. Amigas, Arsenicum 30ch serve para medo, certo? Como uso? Obrigada, Nadia

    ResponderExcluir
  2. Serve sim Nadia, pode ser 2 gotas em água pela manha.

    um abraço,
    a equipe.

    ResponderExcluir
  3. Olá, amigas tudo bem com vcs? Depois de Pesquisar no site de vcs mais uma perguntinha: Tenho muito medo da morte (minha e de quem amo), Arsenicum 30 ch, ok. Mas, tb sou que nem Thuya (30ch?) para alguém q é a própria inibição em pessoa (sou a minusvalia). Posso tomar os dois ao mesmo tempo? Ou tenho q escolher um primeiramente? Ajude-me, por favor.
    Obrigada de novo.
    Abraços,Nadia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nadia,

      sugestão: primeiro a Thuya ch 30 - dose única, depois de 15 dias o Arsenicum, mude pra ch 12, é melhor nesse caso.

      um abraço,

      a equipe

      Excluir
  4. Muito legal o trabalho de vcs, estão de parabéns!

    Além de falar gritando eu tenho um tom de voz muito alto e e a conversa é atropelada e excitada. Isso incomoda muito a mim, aos outros e a minhas próprias cordas vocais. A homeopatia tem alguma sugestão para isso? Obrigada, Clara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Clara,

      Leia Pulsatilla e Sulphur.
      Veja o que mais se encaixa ou não.
      Os florais também entram nesse caso.
      A naturopatia idem.

      aguardamos retorno.

      um abraço,

      a equipe

      Excluir
    2. Oi td bem? Li, mas não me encaixei em nenhuma. Obrigada, Clara

      Excluir
    3. Clara, o que sugerimos é:

      Chamomilla na ch 5, pode ser 3 glbs ___ 3x ao dia e cápsulas de alecrim ______ 1 a 2 por dia.

      Depois de 1 mês, muita coisa fica mais clara e aí começa a se encaixar melhor.

      um abraço

      a equipe

      Excluir
  5. Olá! Estou encantado por esse blog!!
    Gostaria de tirar uma dúvida. Tenho interesse de procurar um homeopata unicista,para vivenciar meus arquétipos,pois sinto-me alguém com pouca individualidade.Tenho verdadeiro fascínio por pessoas que têm traços marcantes bem delineados(isso me falta,e se elas quiserem podem me massacrar). Mas,gosto muito de recorrer às essências florais para me sentir melhor em determinados momentos.
    Um médico unicista iria me recomendar que eu parasse de usá-los,porque iria "mascarar" meus sintomas? Já ouvi isso de uma unicista...isso é regra? Pois tomar florais me ajudam a sentir-me mais seguro no dia a dia. INSEGURANÇA...seria desde já uma palavra- chave para um medicamento?
    Sou uma pessoa com vários talentos,mas nunca acho que sei o suficiente pra sair em campo!!! Isso é insegurança,né?
    Tenho 47 anos,e minha vida profissional é um eterno "empurrar com a barriga"...
    Isso reflete na área sexual(sou homoafetivo e estou num relacionamento de 1 ano e meio):fico extremamente excitado,penetro...e em seguida...murcha(acho que minha mente não pára nesses momentos). Daí só chego ao clímax na masturbação,quando chego!
    Se precisar de mais detalhes,pra começar a tomar um remedinho,gostaria muito. É só perguntar! Poderiam me ajudar? As consultas com unicistas geralmente são muito caras pra mim.
    No mais,PARABÉNS!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lula,

      Insegurança, minusvalia, medo e indecisão. Podemos separar os 4 pra começar. Por aí, temos: Bryonia e Aconitum.
      Independente de qualquer coisa, acreditamos que que todas as medicações ou personalidade homeopáticas, precisam de ajuda. Portanto, onde existe minusvalia alta existe Thuya - uma dose inicial.
      Ao começar a homeopatia é bom deixar que ela se mostre, uma ou duas semanas, mas mudar hábitos alimentares ajudam e dão vitalidade.
      Como é sua digestão? e sua raiva? vc chora?

      nos diga isso e vamos em frente.

      um abraço,

      a equipe.

      Excluir
  6. Boa tarde. Há cerca d 1 mes tomo em glóbulos, Staphysagria 5ch (estou no segundo vidro) para diminuir meus ataques de raiva. Desde então não tive + ataques, só ainda algum mau humor. Qt tempo mais ainda utilizo o Staphysagria? Gostaria tb de usar algo para o meu cansaço físico? Grata, Regina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Regina, acho que agora é hora de ler staphyságria e ver se algo mais se encaixa. Entretanto pode passar adiante para ele mesmo na ch 13 e depois na ch 30 - um mês de cada e prestar atenção.

      As vezes os "ataques" deixam nosso corpo ligado e com a sensação de estar ligada e na realidade a falta dele nos leva a uma descontração estranha e que chamamos de cansaço.

      Leia, veja e mande mais notícias.

      um abraço,

      a equipe.

      Excluir
    2. Ok. Como tomo a ch 13? Obrigada, Regina

      Excluir
    3. Pode ser da mesma forma que toma o de agora. Só peça menor - frasco com 10 ou 15 gras de glóbulos.

      um abraço,

      a equipe.

      Excluir
    4. Eu tomava 3 glóbulos 3 x ao dia. Estou tomando o ch 13 assim tb, ok? É no próprio site q procuro Staphyságria? Muito obrigada, Regina

      Excluir
    5. Pode sim Regina.
      Quanto a staphiságria, pode ver aqui e em outro locais.

      um abraço,

      a equipe

      Excluir
  7. Muito humano e legal o site. Gostaria de saber se vcs podem me ajudar? Sempre me achei meio histérica (mas, achava q disfarçava bem.), descontrolada. Me explico melhor. Sou de sexo, não do amor. Sempre me relacionei levianamente com o lado oposto, sempre visando o prazer sexual, não o prazer emocional. Separo o sexo do amor, como se amor e sexo não pudessem estar na mesma história. Se estou interessada em alguém para transar, não consigo vir a me interessar de outra maneira, nem admito q ele queira algo mais sério; como ele só servisse para “a cama”, é verdade q escolhi muitas roubadas para não me arriscar me apaixonando.
    Se um homem me interessar seriamente, se ele me atrair como “possível parceiro”, se tiver aquele algo mais, não consigo me relacionar, nem chegar perto, nem puxar papo, ou manter um diálogo adulto de homem e mulher, muitas vezes parece uma menininha, engraçadinha, palhaça, tenho medo, sei lá. Qd um homem me interessa fico inibida, tímida e acabo me sabotando, sendo falando alguma besteira, sendo transformando o relacionamento em amizade, sendo abandonando o perigo e saindo de fininho. Fico com um tipo de taquicardia, de vergonha, me excito falando como uma adolescente, tropeço nas palavras, enfim o caos! Sou a gordinha que se veste mal, acanhada, de cores neutras para não chamar atenção, detesto chamar a atenção por causa das minhas gordurinhas, e qd estou mais magra e começo a ser notada, engordo de novo.
    Acham que a homeopatia pode me ajudar? Muito obrigada, Marília.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marília,

      Leia lachesis, as duas matérias e me diga o que achou, veja se você se enxerga nela.
      Tem medo de amar ...
      Vamos devagar, leia e me diga o que achou.

      um abraço

      Excluir
    2. Sim, me vi em Lachesis, tenho medo de amar e me prenderem, me submeter (nunca me submeto). Não sei compartilhar, sou grosseira, egoísta; sinto ao mesmo tempo uma minusvalia e uma certeza de superioridade. Sensível ao toque, não gosto de roupa apertada, mas no pescoço nunca suportei (nunca usei) colar ou lenço. Então o q vcs acham? Obrigada, Marília

      Excluir
    3. Marília, então vamos por partes.
      Parece que sim e pra começar sugerimos 20 ml de lachesis na ch 13. 20 batidinhas no vidro antes de tomar.
      5 gts em água __________ 1 x ao dia.

      Compre também óleo de prímula e tome 1 capsula no café da manhã. Por 60 dias.

      mantenha contato e segure a vontade de resolver as coisas de um dia para o outro. Como vc não está em crise, podemos cuidar melhor e pra valer.

      um abraço,

      a equipe.

      Excluir
    4. Desculpem-me mas, fui ler alguns depoimentos sobre Thuya e + tarde li atentamente Thuya e me vi tb como ela (sou tb Lachesis não duvido.), mas tenho uma grande minusvalia, me acho inferior, incapaz e tentava (não tento mais) me parecer com quem admirava. Não sou tímida, não sou a inibição em pessoa, mas tenho tb essa sensação de incapacidade e o medo de morrer e perder meus ente queridos e sou "meio" bulímica. E agora? Sou Thuya tb? Ou sou só Lachesis? Me ajudem, Obrigada, Marilia.

      Excluir
    5. Oi Marília,

      A minusvalia sem a timidez é muito improvável. Seu comportamento amoroso e detalhado lhe dá a forma da lachesis com concepções físicas também. Esse é o quadro.

      Pode ser que em algum momento tenha thuya na sua personalidade, mas é bem varíavl, não é a rainha da minusvalia, não deixa de sair por isso, não deixa de ter seus relacionamentos por isso.

      Ainda vale, primeiro lachesis e depois podemos avaliar a ajuda de thuya ou de outro traço de personalidade.
      Com o tempo as coisas vão se clareando e aí vemos melhor ok?
      Uma dica: separe de 4 a 5 estruturas emocionais que sejam você e 1 ou 3 físicas. A personalidade que juntar isso é a mais provável que sela a sua.

      um abraço,

      a equipe.

      Excluir
  8. Oi, peço ajuda para minha filha pequena. Ela é muito preocupada com tudo e tem pesadelos. Costumo dar o N.35 da Almeida Prado para ansiedade e nervosismo, mas só dou a noite, o q acho que a ajuda a dormir um pouco melhor. Ela gosta de tomar os glóbulos, há algo na homeopatia q poderia ajudá-la mais concretamente? Há diferença entre gotas e globulos? Obrigada, Lia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lia,

      pode ser pulsatilla ou Chamonilla na ch 5 - pode ser em glóbulos sim, mesmo que o ideal seja em líquido nele podemos alterar as doses para progressiva e não estática).
      Comece com 15 grs de glóbulos e depois a gente te ajuda a mudar.

      Rescue Remedy é um bom floral - pode dar no suco. Uma vez durante o dia, 2 a 4 gotinhas.

      um abraço,

      a equipe.

      Excluir
  9. Sou uma pessa com muita minusvalia, mas venho recorrer a homeopatia por causa da minha circulação: tenho cansaço na perna (com dificuldades para dormir, pois as vezes as pernas tremem) e hemorróidas (q as vezes sangram). O q me sugerem? Obrigada, Mary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mary,

      vamos lá,

      Leia Calcárea Carbônica - na ch 30 ela ajuda nas dores das pernas. Agora, sugerimos que olhe a sua alimentação e use uma pomadinha chamada - Erva de bicho ou Inescar - para as hemorróidas - lave e passe todas as vezes.

      Para a minisvalia, vale a pena ver Thuya, olhe aurum metálicum também, mas os florais ajudam muito.
      Veja Vervain e walnut - 30 ml, a noite, antes de dormir.

      um abraço,

      a equipe

      Excluir
  10. Ola, sou Yvis novamente, a definição da Lachesis foi perfeita em mim...diferente somente que prefiro dormir do lado esquerdo..é melhor..as dores de cabeça espaciaram..tomo algumas gotas quando sinto..tomo até 3 gotas manha e tarde..estou em duvida de si debo continuar a tomar assim ou debo espaciar..e como faço..mais quando paro a dor no ombro começa e corro a tomar novamente..e uma dor que queima..profunda e constante..forte..tomo e alivia ate passa, sinto que os braços as vezes dormem..acordo com eles dormentes. Acordo cansada e com olheiras isso não era assim. Também tenho similitude com sepia, mais não aliviou as dores no ombro..parei.O calor do climatério passa imediatamente.
    Mia dúvida é do jeito correto de tomar. tomei ch5-ch7-ch9-ch12 . Sendo meu simillimum como debo faze-lo, ate quanto debo tomar e as subidas como debem ser...Obrigada

    ResponderExcluir
  11. Yvis,

    a Sépia vai lhe ajudar na moleza e na fadiga - lachesis pode ser assim - agora na ch 30/5 gts - 1 vez ao dia.

    Sépia - tome uma dose de ch 12/dose única, daqui a 3 semanas tome uma na ch 30 e depois veremos juntas.

    Nesse meio, procure um extrato Fluido de amora - 40 gts em água x 2 x ao dia. Acho que vai se sentir melhor assim.
    um abraço,

    a equipe.

    ResponderExcluir
  12. Eu era lachesis, virei depois da gravidez nux vomica... :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Duplicidade - Pulsatilla, leia e talvez encontre uma brecha qualquer.

      A gravidez muda muito a gente e isso deve ser observado. Algumas coisas se resolvem, outras são instintivas.

      um abraço,

      a equipe.

      Excluir
  13. Boa tarde!

    Acabei lendo alguns artigos sobre Luchesis e me identifiquei 99%. Tenho 24 anos e faz quase 10 anos que eu busco diversos tratamentos pra controlar meus sintomas físicos e mentais, desde manias, explosões, pânico, paranoia, sentimentos estranhos à dores, incômodos, falta de ar, etc, mas nada dá nem 70% certo... Vi uma esperança aqui.

    Sou uma pessoa que ao mesmo tempo muitas pessoas dizem gostar de mim, muitas, mas muitas mesmo, me odeiam e odeiam meu jeito.
    Sou sistemática, sincera, não ligo para o que os outros pensarão do que irei dizer (e vivo dizendo várias porcarias e arrumando inimizades), sou sarcástica ao extremo, tb beiro uma auto ironia sádica, tenho um desânimo gigantesco que me atrapalha em tudo, sempre penso que prefiro morrer a levantar da cama pela manhã, fala muito, ando meio confusa, confundo palavras, falo rápido, engasgo, tenho problemas respiratórios (bronquite, sinusite) e estomacais (gastrite, hérnia), sou extremamente ansiosa, tenho um ciúmes que beira à loucura, tenho algumas manias que talvez sejam toques, tenho síndrome do pânico, acho que todos riem de mim, sou, na maioria das vezes, melancólica e pessimista, sou imediatista, extremamente entediada, "noiada" pois tudo me faz sofrer demais e meus pensamentos são muito intensos, confusos, fortes, doloridos, sou médium, já tentei suicídio, cada dia mais quero me manter afastada das pessoa, tenho namorado, faço tratamento psiquiátrico, tenho bipolaridade, odeio minha condição de "doente", tenho problemas de visão, enxaqueca, nariz entupido constantemente, delírios, episódios de perda de memória, tremedeira, crises de choro, raiva, sou agressiva, impulsiva, estressada, tudo me cansa demais, tenho problemas de pele...

    Gostaria de saber se posso me encaixar como Luchesis. Como faço o tratamento? Preciso ir a um homeopata? Caso precise, são homeopatas específicos que trabalham com isso ou todos podem me avaliar e receitar?

    Muito obrigada pela ajuda, vocês não fazem ideia do quanto ficarei grata.


    Ariane

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. “De todas as enfermidades que acometem o espírito, o ciúme é aquela a qual tudo serve de alimento e nada serve de remédio.”
      Michel de Montaigne. O ciúme de Staphiságria

      Ariane, leia primeiro:

      lycopodium e Aesculos, porque os dois sempre estão muito próximos de lachesis. Arsenicum e Staphiságria não devem ser descartados.

      O ideal é que procure um homeopata, calmo e tranquilo, que saiba ouvir, a linha que ele ou ela seguira no seu caso não interfere muito, porque vc possui uma riqueza de informação muito grande.

      leia também:

      http://homeopatiaparamulheres.blogspot.com.br/2011/03/ciume-pode-ser-doenca.html

      um abraço,

      a equipe.

      Excluir
  14. Ah, também sou muito desatenta, desestimulada até com coisas que gosto de fazer, trabalho com Letras e vivo errando escrita das palavras...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ok

      já englobamos esse precioso dado.

      um abraço,

      a equipe.

      Excluir
  15. Boa noite!
    Não posso fazer reposição hormonal, em 2007 tomei argentum + lachesis para os sintomas da menopausa, como faço para manipular? também não lembro como tomava, podem me ajudar?? Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valéria,

      De fato essa junção pode ser usada e nos parece bem comum. Elas já devem ser feitas nas farmácias de manipulação - em glóbulos ou gotas.
      Fale com a farmacéutica e ela poderá inclusive orientar a melhor maneira de administrar.

      um abraço,

      a equipe.

      Excluir

Postar um comentário

A ÚNICA CONDUTA ACEITA PARA COMENTAR É A GENTILEZA.

Postagens mais visitadas deste blog

LYCOPODIUM CLAVATUM

GELSEMIUM - O REMÉDIO DAS GRANDES SENSIBILIDADES

IGNATIA AMARA - A CHAVE DO EQUILÍBRIO