Pular para o conteúdo principal

ASA FOETIDA (Assafétida) - AS FEZES DO DIABO


UMA PERSONALIDADE CAMUFLADA PELO COTIDIANO.

OS SINTOMAS MENTAIS DE ASSAFÉTIDA
(Resin-Lee Seoroclosma Ferula del Diablo)


Para identificarmos melhor, no dizem um retrato quase perfeito; histeria e flatulência. Sendo assim a tradução do seu nome não é de todo sem sentido.

Ele retrata na sua personalidade, pessoas fracas e nervosas, cujo estado é consecutivo a supressão de uma excreção habitual com intensa sensibilidade. (A. Brickmann).


Existe uma supressão clara e acentuada da histeria. A sua ansiedade é histérica. Essa ansiedade se aloja muito na garganta e por todos os motivos e formas, seja por tristeza, por alergia, por risadas constantes. Não é uma personalidade feliz, é histérica. A sua variável de grande alegria e grande tristeza nos lembra muito a tão em voga Personalidade Bipolar.


Suas risadas são ansiosas, sua tristeza é histérica e ansiosa, além de mudar esse padrão constantemente, incluindo o seu ponto de partida. Ex: ondas de calor no rosto, irritação na garganta, espasmos e assim por diante.

Claro, seu humor é irritável, extremamente variável, instável e volátil. Sua infelicidade é clara porque não deixa de se queixar sempre que pode e pra isso precisa de companhia. 


Seus desejos são de vinho e cerveja.

 
Seus maiores medos estão classificados em 3 pontos, que como a própria personalidade diz, não tem firmeza nem Constancia, são medos ralos, sem fortes presenças no decorrer dos sintomas:


1. Medo de morrer,

2. Medo da paralisia,

3. Medo sempre apreensivo.


"Pessoas muito nervosas, muito sensíveis à dor, cheias de histeria, gordas, flácidas e de coloração roxo, inchado de rosto, veias, roxo e aparência agitado" (Kent).


A observação de Kent se caracteriza pelo rosto que parece sempre inchado, por vezes com edemas marcantes e de coloração avermelhada escura. Rostos com estrema sensibilidade a pequenas estampas.


As crises com espasmos são por distúrbios nervosos, histéricos, assim fica fácil imaginar que podemos aí classificar por vezes os hipocondríacos.


As dores de cabeça dessa personalidade são chamadas de cefaléia pressiva e frontal, quase na sua totalidade uma pressão, mais que dor e de frente. Até porque Assafétida tem um lado de preferência – o esquerdo. Sua dor vem de dentro pra fora, sempre pioram ou aparecem a noite. Com certeza a histeria acompanha esse quadro e assim a vertigem, o escurecimento da visão com dor e o fato de estar em pé fazem parte desse quadro. É comum a observação: “É como se tivesse um prego no meu cérebro”.

Outro grande nome da homeopatia que fez referencia pontuais para essa personalidade foi Hering - Crise de opressão ou de asma durante ou após a relação sexual ou depois de comer. Aperto no peito melhora por tossir, tossir como se uma gordura. Obstinado/tosse, fazendo cócegas na traquéia, pior à noite. Estridente laringite. Coqueluche em bebês. Hidrotórax (alivia a opressão, a 3 ª C, a cada 2 horas (Hering). Pontos no peito, de dentro para fora, do lado direito. (Hering).



Junto com a histeria, vem o que podemos classificar de bolo histérico, que piora muito quanto mais o nervoso cresce. Com isso o aumento e acúmulo de gases no estômago e no intestino produzem a opressão da respiração. Existe a sensação de que se afogam, forçando a engolir algo constantemente, o que alivia – aí temos Ignátia – regurgitação e flatulência, a clássica esofagite ( Tem a sensação de uma reversão do normal peristaltismo esofágico, que vão longe de baixo para cima. Sensação de secura na garganta e esôfago.), enfim o mundo clássico da histeria.

ASSAFÉTIDA OU ASSAFOÉTIDA COMO TEMPERO INDIANO

O arroto com ranço é pútrido (sulphor) ou tem cheiro de alho, muito barulhento, especialmente depois de comer comidas gordurosas ou simplesmente comer qualquer coisa ou ainda . O arroto é difícil, com estrondo no estômago, e os gases chegam de cima (inversão do peristaltismo). É claro que nesses casos a flatulência é excessiva, o estômago está cheio de ar, essa personalidade acumula ar, pela má respiração e pelo estado sempre nervoso.


 As pulsações no epigástrio são muitas vezes visíveis, e pioram depois de comer ou coincidindo com distúrbios gastrointestinais. Existe aqui a pequena diarréia que acompanha qualquer alteração alimentar. Regurgitação de líquido, o peso no estômago pela ingestão de água com cólicas e distensão abdominal. Sensação de esvaziamento gástrico com Gastralgias violentas, parece que há um corte no estômago. As contrações do diafragma são comuns, seguidos de dor e os soluços constantes. 

Tempero típico


Como a flatulência faz parte da vida dessa personalidade é comum a reclamação que por vezes nos parece exagerada – mais atenção – não é. Existe a clara sensação de que todo o conteúdo do abdômen romperá através da boca. Pulsa e aquece, ocorrendo as chamadas “Cólicas no pé do umbigo”.

Assafétida tem seu odor sulfuroso e por isso o quadro de fezes muito ofensivas, lacrimejantes, verde ou marrom com odor pútrido e irritante, fazem parte do seu processo de evacuação. Existe também uma obstinada constipação dos intestinos. Faz-se referencia também a uma dor de dentro para fora no períneo, como que pressionando um objeto pesado. 


A urina cheira a amônia – o que não surpreende – devido ao nervoso e aos processos ácidos decorrentes desse fato. Dando uma dorzinha no final da urina.


Enfim, para além das considerações, temos o quadro meio controlado dessa personalidade. Por motivos aleatórios de criação ou rumos que a própria vida dá, essa personalidade poderá conseguir o controle dos desejos pelo vinho e pela cerveja, o controle das crises histéricas e aparentar apenas os sintomas como arrotos, pequenas e constantes cólicas; poderá esconder seu medo com discursos atuais e daí por diante. Temos a tendência de não observar o momento da crise e disfarçar como padrões normais devidos a uma situação atípica. Errado. É nesse momento atípico que não controlamos a histeria premente e o estado físico que muitas vezes se apresenta. Essa personalidade não parece que está feliz, ela não é. Isso não se disfarça o tempo todo. Quando estamos sadios ou dentro de um quadro aparentemente físico, damos desculpas bem organizadas, por isso essa personalidade consegue ficar escondida por muito tempo, sem ser devidamente estampada. Seu quadro é atual e atingi um número considerável de pessoas, o grande problema é que a confusão com Ignátia é grande, produzindo assim um retardo no tratamento adequado de suas deficiências e necessidades reais.

ASA FOÉTIDA – (Assafétida) - (resina de Ferula Seoroclosma - fezes do Diabo)

A medicina tradicional da Ìndia - AYURVEDA usa a Assafétida ou a Asa Foetida em diferentes remédios para o tratamento da histeria e outros distúrbios do sistema nervoso, problemas digestivos e como expectorantes em doenças relacionadas aos brônquios. A Medicina tradicional Chinesa concorda sobre essa utilidade para o tratamento de parasitas intestinais e vermes específicos.

Concordam também sobre o efeito anti espamódico que essa planta tem.

O nome científico da plante vem de uma mistura do Persa; palavra indicando a resina (ASA) e foetida - origem latina, que se refere ao seu forte aroma sulfuroso - fétida.


Homeopatas dos Pés Descalços 

Postagens mais visitadas deste blog

IGNATIA AMARA - A CHAVE DO EQUILÍBRIO

IGNATIA AMARA  E A SUA PERSONALIDADE HOMEOPÁTICA
O excesso de luz cega a vista.
O excesso de som ensurdece o ouvido.
Condimentos em demais estragam o gosto.
O ímpeto das paixões perturba o coração.
A cobiça do impossível destrói a ética.
Por isso, o sábio em sua alma
Determina a medida de cada coisa.
Todas as coisas visíveis lhe são apenas
Setas que apontam para o Invisível.

(Tao-Te King, Lao-Tsé) Lao Tsé não tinha conhecimento de homeopatia, mais permeou o mundo das observações de forma intensa e clara, ajudou a dar uma nova visão ao ser humano e até hoje seja no oriente quanto no ocidente, viaja nas mentes de muitos. Ao ler seu pequeno texto a uns bons anos atrás e já com alguma bagagem de filosofia homeopática, me deparei com este, acima citado. Para mim a tradução mais poética de uma personalidade Ignácia. Homeopatas dos Pés Descalços 

Citemos Allen - "As pessoas mentalmente e fisicamente esgotados por uma dor concentrada e prolongada" (Allen) ou ainda "A alteração das condições …

GELSEMIUM - O REMÉDIO DAS GRANDES SENSIBILIDADES

PERSONALIDADES HOMEOPÁTICAS MAT. CEDIDA POR ELISA MACIEL COSTA/ESP.EM HOM/ACUPUNTURA/FITOTERAPIA

Pessoas com grandes fraquezas, com intensa prostração física e mental, chegando ao embotamento cerebral. Medo de cair e de adoecer[*] Histeria e neuroses, comoções e maus efeitos do medo, o remédio das grandes sensibilidades. Sonolencia dos estudantes, as mulheres apresentam  rouquidão durante a menstruação. Sente-se incapaz de enfrentar a vida cotidiana, Incapacidade para assumir responsabilidades, nervosismo de "ator", medo de exames dos estudantes, de aceitar novas tarefas. Evita as aflições da vida. É muito utilizado nas febres agudas ou intermitentes em que há um desejo absoluto de repouso. Na sua grande maioria apresenta ausência de sede, sem calafrios ou suores, piorando à tarde. Seu uso facilita o parto em situações de rigidez do colo uterino e alivia as cólicas menstruais muito fortes.  Apresenta fisicamente uma enorme falta de tônus muscular, torpor, lassidão e tremores, Par…

LYCOPODIUM CLAVATUM

LYCOPODIUM – o medo do conflito
Lycopodium é sem sombra de dúvida, uma das matérias médicas mais extensas dentro da homeopatia e mais interressantes também. Esse indivíduo tem as fases da sua vida bem marcadas, pois apresenta um grande estado distinto entre a infância, a idade mediana e sua idade mais avançada.
Entretanto o Lycopodium se encontra envolto pela covardia, tanto social, moral e física, o que permite ao homeopata analisar de forma cuidadosa essa personalidade, tendo em vista sua enorme capacidade de ser extrovertido, amigável e corajoso, qualidades essas opostas da sua real condição.
Por medo do conflito, Lycopodium foge covardemente.
Seu maior amor será pelo poder e com certeza irá chorar quando for homenageado. A criança Lycopodium
Quando alguém vai a sua casa o seu filho refugia-se por trás dos cortinados ou recusa-se a cumprimentar as visitas? Num primeiro contato é envergonhado? Sempre que o repreende fica com as lágrimas ao canto dos olhos? Tem medo de fantasmas e de dormi…