Pular para o conteúdo principal

ASARUM EUROPAEUM E SUA SURDEZ EMOCIONAL

A PERSONALIDADE HOMEOPÁTICA DE
ASARUM EUROPAEUM

 
Vulgarmente conhecido como Asarabacca, europeu Wild Ginger, Haselwort e nardo Wild, ou ainda como “Orelha de Homem” é uma espécie de gengibre selvagem (não relacionar com o tempero rizoma de gengibre) com um único axilar de flores roxas, deitado no chão. É generalizada em toda a Europa, que vão do sul da Finlândia e norte da Rússia do sul para o sul da França, Itália e República da Macedônia. É também cresceu bastante fora do seu alcance como ornamental. Às vezes é colhida para uso como uma especiaria ou um condimento. 


O extrato seca de asarum europaeum é utilizado para condições inflamatórias do sistema respiratório, do tipo bronquite crônica ou aguda, para o caso dos conhecidos espasmos brônquicos ou ainda para a asma brônquica. São usados ​​para indicações na medicina popular. 


“No passado, os medicamentos eram usados ​​como eméticos.” Os eméticos são capazes de produzir vômito e dados em doses maiores são medicações tóxicas. 




Mas, para quem pensa que essa é uma informação aleatória, muito se engana, errado está quem não repara na natureza das plantas e seu uso na homeopatia.


Um remédio para afecções nervosas, perda de energia, com eretismo excessivo – ligado aqui a grande irritação das fibras. A histeria e a irritabilidade acompanham o clássico estado de eretismo aqui. A sensação dessa personalidade é bastante definida quando a própria pessoa relata: “Tenho a sensação como se meu corpo flutuasse no ar.” 

As vezes temos a impresão de ver sua histeria no seu broto, ainda em flôr.
Arrepia-se só em pensar no linho ou em arranhá-lo. Essa sensação também acompanha a seda. A crepitação do papel é algo insuportável. Assim sendo são pessoas que se irritam com muita facilidade, constantemente nervosas e muito friorentas.

Imaginem, sua surdez é nervosa. Antes desse por menor da surdez por nervoso, qualquer barulho, qualquer um, por menor que seja se torna quase insuportável.

O alcoolismo apresenta aqui uma fragilidade dessa personalidade, muito ligada a Nux, Ipeca nas diarréias de alimentos que não foram devidamente digeridos, da Silícia e da China. Vale a pena comparar com essas medicações e com as personalidades é claro, para não confundir, ou melhor diferenciá-las. As medicações que lhe caem bem, por exemplo, são: Causticum, Silícia, Pulsatilla, Bismuth e Sulphor acid.

Uma marca forte dessa personalidade com os nervos a se contorcer é que ele sente emocionalmente essa tensão, fisicamente seu corpo contorce de tensão e ele sabe disso.
Nas mulheres antes da menstruação e após, não tem diferença.

Essa é mais uma medicação que pode passar despercebida ou ser fortemente confundida. Vale a pena prestar atenção. Seu chá não é aconselhado, principalmente para quem acha que chá não produz efeito colateral e não causa nenhum problema.  A tintura mãe deve ser observada com cuidado também. essa é o tipo de planta que pode provocar intoxicação, vômitos violentos e suas conseguencias.
Assarum ou orelha de homem tem vontade própria e sua personalidade é bem definida. Vale a pena diferenciá-la.

HOMEOPATAS DOS PÉS DESCALÇOS

Postagens mais visitadas deste blog

IGNATIA AMARA - A CHAVE DO EQUILÍBRIO

IGNATIA AMARA  E A SUA PERSONALIDADE HOMEOPÁTICA
O excesso de luz cega a vista.
O excesso de som ensurdece o ouvido.
Condimentos em demais estragam o gosto.
O ímpeto das paixões perturba o coração.
A cobiça do impossível destrói a ética.
Por isso, o sábio em sua alma
Determina a medida de cada coisa.
Todas as coisas visíveis lhe são apenas
Setas que apontam para o Invisível.

(Tao-Te King, Lao-Tsé) Lao Tsé não tinha conhecimento de homeopatia, mais permeou o mundo das observações de forma intensa e clara, ajudou a dar uma nova visão ao ser humano e até hoje seja no oriente quanto no ocidente, viaja nas mentes de muitos. Ao ler seu pequeno texto a uns bons anos atrás e já com alguma bagagem de filosofia homeopática, me deparei com este, acima citado. Para mim a tradução mais poética de uma personalidade Ignácia. Homeopatas dos Pés Descalços 

Citemos Allen - "As pessoas mentalmente e fisicamente esgotados por uma dor concentrada e prolongada" (Allen) ou ainda "A alteração das condições …

GELSEMIUM - O REMÉDIO DAS GRANDES SENSIBILIDADES

PERSONALIDADES HOMEOPÁTICAS MAT. CEDIDA POR ELISA MACIEL COSTA/ESP.EM HOM/ACUPUNTURA/FITOTERAPIA

Pessoas com grandes fraquezas, com intensa prostração física e mental, chegando ao embotamento cerebral. Medo de cair e de adoecer[*] Histeria e neuroses, comoções e maus efeitos do medo, o remédio das grandes sensibilidades. Sonolencia dos estudantes, as mulheres apresentam  rouquidão durante a menstruação. Sente-se incapaz de enfrentar a vida cotidiana, Incapacidade para assumir responsabilidades, nervosismo de "ator", medo de exames dos estudantes, de aceitar novas tarefas. Evita as aflições da vida. É muito utilizado nas febres agudas ou intermitentes em que há um desejo absoluto de repouso. Na sua grande maioria apresenta ausência de sede, sem calafrios ou suores, piorando à tarde. Seu uso facilita o parto em situações de rigidez do colo uterino e alivia as cólicas menstruais muito fortes.  Apresenta fisicamente uma enorme falta de tônus muscular, torpor, lassidão e tremores, Par…

LYCOPODIUM CLAVATUM

LYCOPODIUM – o medo do conflito
Lycopodium é sem sombra de dúvida, uma das matérias médicas mais extensas dentro da homeopatia e mais interressantes também. Esse indivíduo tem as fases da sua vida bem marcadas, pois apresenta um grande estado distinto entre a infância, a idade mediana e sua idade mais avançada.
Entretanto o Lycopodium se encontra envolto pela covardia, tanto social, moral e física, o que permite ao homeopata analisar de forma cuidadosa essa personalidade, tendo em vista sua enorme capacidade de ser extrovertido, amigável e corajoso, qualidades essas opostas da sua real condição.
Por medo do conflito, Lycopodium foge covardemente.
Seu maior amor será pelo poder e com certeza irá chorar quando for homenageado. A criança Lycopodium
Quando alguém vai a sua casa o seu filho refugia-se por trás dos cortinados ou recusa-se a cumprimentar as visitas? Num primeiro contato é envergonhado? Sempre que o repreende fica com as lágrimas ao canto dos olhos? Tem medo de fantasmas e de dormi…