Amigos do Blog

Pesquisar este blog

Carregando...

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

COMPLEMENTARES - OS MELHORES AMIGOS.

De forma bem simplificada: São medicações que andam juntas, que podem se seguir caso precise de ajuda, que dividem muitos aspectos similares.

  Não criam confusão entre si, não se estranham ou coisa parecida. Vamos ver: você é uma Ignácia – essa é a sua definição de personalidade. Vem uma crise daquelas de irritação. Você já está fazendo uso de Ignácia, por um motivo ou outro foi súbita essa irritação. Muita da sua personalidade já foi descrita e está em franca evolução, apenas essa irritação insiste em permanecer. O que fazer? O remédio, embora certo, não consegui todo o efeito, você saiu da crise, entretanto alguns poucos resquícios ainda permanecem. Experimente Arsenicum ou outro complementar que se encaixa na sua personalidade. Eles juntam forças para agir no mesmo sentido. Eles se complementam. São as medicações complementares de muitas matérias médicas. O uso de medicação em separado, uma de cada vez está de acordo com o pensam as Homeopatas dos Pés Descalços. Como radicalismo é doença (várias vezes já abordamos esse tema), respeitamos as indicações baseadas em clínica e tabulação, não nos atendo a criticar ou condenar esse tipo de procedimento.

Medicação Complementar – ela continua e ou completa a ação da medicação primeira, ou seja, do seu similimum.  Neste caso deve-se averiguar a totalidade dos sintomas e provavelmente essa medicação estará na sua lista de possibilidades. Shankaran costuma selecionar medicações e deixar em paralelo para cada caso, ou seja, são alternativas/complementos para o tratamento.
Medicação que se seguem bem – Elas não entram em atrito e podem ser usadas num mesmo período seqüenciado de tratamento. Aqui, alguns autores dão um enfoque de tratamento absolutamente físico. (neste caso, salvaguardando raras e honrosas exceções, pois, essa ação se dá mais no campo de resolução para doenças em que a estrutura física não corresponde totalmente à medicação e não na busca da personalidade homeopática). 

Como radicalismo para nós é doença, acreditamos que inclusive os antídotos devem ser vistos com cuidado. A reação física de cada indivíduo depende do seu estado próprio, é individual. A análise da consulta e a observação da evolução do quadro é que determinará o seqüenciamento se necessário. **“Dr. Gibson Miller acreditava na soberania do similimum, pois em alguns casos quando por análise detalhada se fizer acompanhar por um antídoto (é determinado assim) ou como incompatível ele o fará”. 


Aqueles que se complementam não podem ser descartados. Verifique quantos sintomas parecidos se tem de uma consulta. Estude Kent e observe a forma carinhosa com que ele várias vezes se reporta a empatia homeopata/paciente. Dê mais importância às manias, as idéias, as formas com que agem e depois vá para as partes de detalhamento físico. Busque a pessoa e não o doente assim terá o remédio principal e os AMIGOS OU COMPLEMENTARES.

Leia nesse blog: ANTIDOTING, O QUE FAZER? Terça, 14 de jan de 2011.


MEDICAÇÕES COMPLEMENTARES/DIFERENCIAIS e algumas observações: 1ª Parte

MEDICAÇÃO
OBSERVAÇÕES
AURUM METALLICUM pode ser ajudado por Aconitum, Belladonna, Calcarea, China, Lycopodium, Mercurius, Nitricum acidum, Pulsatilla, Rhux tox., Sépia, Sulfur, Syphilinum.
AURUM MURIATICUM é totalmente incompatível com – Coffea, que serve de antídoto para o Aurum metallicum.
ACETICUM ACIDUM é complementado por China.

AETHUSA CYNAPIUM tem na Calcarea seu complemento.

AGNUS CASTUS – pode ser Seguido por: Arsenicum, Bryonia, Ignatia, Lycopodium, Pulsatilla, Selenium, Sulfur.

ACONITUM NAPELLUS- quem o complementa é Arnica, Coffea., Sulfur.

Alguns REMÉDIOS QUE podem se seguir após ele: Arsenicum, Belladonna, Bryonia, Cactus, Calcarea, Cocculus, Cantharis, Coffea, Hepar, Ipeca, Kalium bromatum, Mercurius, Pulsatilla, Rhus toxicodendron, Sepia, Spigelia, Spongia, Sulfur, Silicea.
AGARICUS MUSCARIUS alguns REMÉDIOS QUE lhe SEGUEM BEM – Belladonna, Calcarea, Cuprum metallicum, Mercurius, Pulsatilla, Rhus Tox., Silicea, Tuberculinum.

ABROTANUM e sua medicação complementar: Lyc, Bryonia, Kali - bi


Phosphorus, Pulsatilla, Sarsaparilla e Thuya são COMPLEMENTARES de ALLIUM CEPA.

Calcarea e Silicea podem ser administrados na seqüência do tratamento.

ALLIUM SATIVUM tem sua ação completada por Arsenicum.


AMBRA GRISEA recebe a ajuda de Lycopodium, Pulsatilla, Sépia, Sulfur, na seqüência de algum tratamento.


Argentum Muriaticum segue bem ALUMINA

Alumina pode ser complementado por: Bryonia e Ferrum.

Natrum Muriaticum – complementar de APIS MELLIFICA.

Arnica, Arsenicum, Graphites, Iodum, Lycopodium, Pulsatilla, Stramonium, Sulfur lhe seguem bem.

ANTIMONIUM CRUDUM é complementado por Scilla e poderá se seguir o tratamento usando Calcarea, Lachesis, Mercurius, Pulsatilla, Sepia, Sulfur


Sulphur é complementar de ALOE e este pode receber a ajuda de Kalium bromatum, Sepia, Sulphur, Sulfuricum acidum, pois lhe seguem bem


ANACARDIUM ORIENTALE pode ser seguido por Lycopodium, Pulsatilla, Platinum.


ARGENTUM METALLICUM poderá ser seguido por
Calcarea, Pulsatilla, Sépia.


ARSENICUM ALBUM possui Allium sativum, Carbo vegetabilis, Natrum sulfuricum, Phosphorus, Pyrogenium e Thuya, como complementares

Arsenicum poderá ser seguido por: Apis, Aranea, Arnica, Baryta carbonica, Belladonna, Cactus, Calcarea phosphorica, Chamomilla, China, Cicuta, Ferrum, Fluoricum acidum, Hepar, Iodum, Ipeca, Kalium bromatum, Lachesis, Lycopodium, Mercurius, Nux vomica, Ranunculus sceleratus, Sulfur, Veratrum álbum.

Ipeca é complementar de ANTIMONIUM TARTARICUM

Baryta carbonica, Carbo vegetabilis, Cina, Camphora, Pulsatilla, Sepia e Sulfur seguem bem Ipeca.

ARGENTUM NITRICUM poderá ser seguido por Bryonia, Calcarea, Kalium carbonicum, Lycopodium, Mercurius, Pulsatilla, Sepia, Spigelia, Spongia, Silicea, Veratrum album.


ARNICA MONTANA poderá ser complementado por: Aconitum, Hypericum, Ipeca, Rhus toxicodendron, Veratrum.

REMÉDIOS como: Arsenicum, Baryta muriatica, Belladonna, Berberis, Bryonia, Cactus, Calcarea, Calendula, Chamomilla, China, Conium, Curare, Hepar sulfur, Ledum, Nux vomica, Phosphorus, Psorinum, Pulsatilla, Ruta, Sulfur lhe SEGUEM BEM.

Lachesis segue bem BADIAGA, entretanto Iodum, Mercurius, Sulfur, são seus complementares.


Quem COMPLEMENTA BARYTA CARBONICA é Dulcamara

REMÉDIOS QUE SEGUEM BEM – Antimonium tartaricum, China, Conium, Lycopodium, Mercurius, Nitricum acidum, Psorinum, Pulsatilla, Rhus toxicodendron, Sepia, Sulfur, Tuberculinum.

BELLADONNA é outra medicação vasta, entretanto Calcarea é a que melhor complementa sua ação.

Os REMÉDIOS QUE lhe SEGUEM BEM são muitos, também pela vastidão de aplicabilidade dessa medicação: Aconitum, Arsenicum, Cactus, Calcarea, Chamomilla, Carbo vegetabilis, China, Conium, Curare, Hepar sulfur, Hyosciamus, Lachesis, Mercurius, Moschus, Mercurius iodatus ruber, Muriaticum acidum, Nux vomica, Pulsatilla, Rhus toxicodendron, Senega, Sepia, Silicea, Stramonium, Sulfur, Valeriana, Veratrum álbum.

BERBERIS VULGARIS – são mais conhecidos seus antídotos, Camphora e Belladonna.


Os que seguem bem o BISMUTHUM são: Belladonna, Calcarea, Pulsatilla, Sépia.


As medicações: Arsenicum, Bryonia, Calcarea, Lycopodium, Nux vômica, Phosphorus e Silicea, SEGUEM BEM BORAX.


Argentum nitricum, Kalium carbonicum SEGUEM BROMIUM


BRYONIA ALBA costuma ter ajuda complementar de Alumina e Rhus toxicodendron. Entretanto os remédios que lhe seguem são muitos, isso porque é comum ver um pouco de Bryonia em todos nós: Alumina, Aranea, Abrotanum, Antimonium tartaricum, Belladonna, Berberis, Cactus, Carbo vegetabilis, Dulcamara, Hyosciamus, Kalium carbonicum, Muriaticum acidum, Nux vomica, Phosphorus, Pulsatilla, Rhus toxicodendron, Silicea, Squilla, Sulfur.

Seus antídotos são muito comuns, estão entre eles: Aconitum, Alumina, Camphora, Chamomilla, Chelidoninum, Clematis, Coffea, Ignatia, Muriaticum Acidum, Nux vômica, Pulsatilla, o que facilita bastante uma ação rápida.

BUFO RANA – seu complementar é Sala


Digitalis, Eupatorium, Lachesis, Nux vômica, Sulfur, SEGUEM BEM CACTUS GRANDIFLORUS


Belladonna, Carbo vegetabilis, Lobelia, SEGUEM BEM CADMIUM.


Nitricum Acidum é complementar de CALADIUM

Aconitum, Cantharis, Causticum, Pulsatilla, Sépia, Selenium, lhe seguem bem.

Conium, Glonoinum, Opium e Pulsatilla seguem bem CALCAREA ARSENICA


CALCAREA CARBÔNICA - Belladonna, Rhus-t, Bry, Ignácia.


CAMPHORA OFFICINALIS – Cantharis é seu complementar


CANTHARIS VESICATORIA é complementada por Camphora/que também é tida como seu antídoto.

Belladonna, kali iod, nux vômica, phosphorus, Pulsatilla, sépia e sulphor a complementam.

CAPSICUM ANNUM – Bell, cina, lycop, Pulsatilla, silícia.


CARBO ANIMALIS – calc phosph, sépia, Veratrum, sulphor, arsenicum, Bell, bry, Pulsatilla dentre outros.


CARBO VEGETABILIS – Arsênico, Aconitum, china, Drosera, nux vomica, Pulsatilla, sépia, kalí carb, lycop, Phosphorus, Veratrum.


CHELIDONIUM MAJUS – é complementado por Lycopodium.


 


COCCULUS INDICUS – é complementado pela boa e velha amiga Nux-v

Vale a pena entender porque Psorinum é uma medicação diferenciada de cocculus (aspecto mental).

CHAMOMILLA MATRICARIA: Bel-a., Mag-c


CAUSTICUM HAMNEMANIANA: Staph, Colocyntos.


COLOCYNTHIS – é complementado por Mag-p, Kal-p, Arn-m

Tome cuidado; para diferenciá-la bem de Magnésia P.

HYDRASTIS CANADENSIS:  deve-se observar bem essa medicação e fazer a diferenciação de diagnóstico das seguintes medicações: Arsenicum, Cund, Carb-an, Kali-bi, Mercúrio, Tarêntula-c, Stict.


IGNATIA AMARA – Medicação Complementar: Aur, Apis, Nat-m, Ph-ac, Pulsatilla, Sep, Sulph.

Entretanto Arsênico Album retira a irritação rápida, excessiva e nociva de Ignácia.

IPECACUNHA BRASILIENSIS: Ant-tartaricum, Arn, Arsenicum, Calc, Cuprum, Sulphor.

Pulsatilla e tantos outros lhe seguem bem, observe a ajuda de Nux Vômica nos casos das febres intermitentes palustres.

IRIS VERSICOLOR vale a pena verificar medicações que podem confundi-lo na hora de analisar uma personalidade como essa, são os diagnósticos diferenciais: Belladonna, Carb-ac, Chelidonium, Cycl, Ipeca, Prun, Ran-b, Rob, Sanguinária.


KALIUM BICHROMICUM – seus complementares são: Ant-t, Ars, Phos, Psorinum, Sépia.


LACHESIS TRIGONOCEPHALUS - Aesculos, Calc, Carb-v, Crot-c, Crot-h, Hep, Iodum, Kali-i, Lyc, Nit-ac, Phosphorus, dentre outros...

A ajuda de lycopodium e Aesculos no período de menopausa tem sido de grande valia para Lachesis

LYCOPODIUM CLAVATUM: essa lista é vasta - Calc, Carb-v, Chel, Chin, Coloc, Dulc, Graph, Hydr, Ignácia, Iod, Ipeca, Kali-c, Kali-i, Lach, Nat-m, Phos, Pulsatilla, Rhus-t, Sépia, Sulphor.


MEDORRHINUM é complementado por Cann-i, Nat-s, Psorinum, Pulsatilla, Sulphor, Syph, thuya, Tub.
Medorrhinum segue bem Thuya e Thuya é complementar de Medorrhinum.

Medicações diferenciadas na hora de analisar um Medorrhinum: Carc, Lach, Nat-s, Nux-v, Platina, Puls, Sulph, Thuya, Tuberculinum.

PHOSPHORUS encontra seus complementares em Arsênicum, Calc, Carb-v, Kali-c., Sépia, Tuberculinum.


PHYTOLACA DECANDRA – seu complementar é Silícia, muito útil nos casos de alergia provocada por fungos e com uma resistência maior.

Cuidado para não se confundir com Bell, Con, Merc, Lach, Lycopodium e por sua vez, a própria Silícia.

PYROGENIUM – fantástica essa complementação nos casos crônicos em especial: Ars, Bry, Lach, Rhus-t.

Observar a gama de diagnostic diferenciado aqui: Ars, Bapt, Eup-per, Kreos, Psor, Rhus-t, Sulphor, dentre outros.

SPONGIA TOSTA - Hep, Spigelia.

 

SILICEA TERRA – seus complementares são: Calc, Fl-ac, Hep, Lycopodium, Phos, Pulsatilla, Sanic, Thuya.

 

SULPHURICUM ACIDUM – seus complementares são: Arn, Pulsatilla.

 

SEPIA SUCCUS - Nat-m, Phos, Nux-v, dentre outros.

Chegamos a usar Lachesis aqui e não tivemos problema, vale à pena observar a possibilidade complementar algumas vezes e não só a seqüencial.

PICRICUM ACIDUM – sua medicação diferenciada é caso de pesquisa profunda, dentre eles acredita-se que um complementar poderá ser usado com sucesso, vai depender do prazo e análise de cada homeopata: Gels, Lec, Kali-p, Nat-c, Nux-v, Ph-ac, Sil.

 

PULSATILLA NIGRICANS – Nas complementares podemos incluir: Calc, Fl-ac, Kali-s, Lyc, Sil, Tub.

Medicação diferenciada de pulsatilla/vale a pena ter cuidado: Arg-n, Calc, Calc-s, Kali-s, Lach, Med, Merc, Phos, Sil, Staph, Sulph, Thuya.

STAPHYSAGRIA - Caust, Coloc, Thuya.

 

STRAMONIUM - Sol-t-ae, Sulphor.

 

SULPHUR DEPURATUM – outra grande medicação cheia de complementares: Aconitum, Aloe, Ant-t, Ars, Bad, Bell, Calc, Caust, Ip, Merc, Nux-v, Psorinum, Pulsatilla, Pyrogenium, Rhus-t, Sep, Silicea, Sul-i.

 

TARANTULA HISPÂNICA - Arsênicum, Sulphor.

 

THUYA OCCIDENTALIS - Ars, Lach, Med, Merc, Nat-m, Nat-s, Nit-ac, Pulsatilla, Sabin, Silicea, Sulphor, Tuberculinum.

 

VERATRUM ALBUM – Arnica Montana, Arsênicum, Carb-v.

Vale a pena observar com carinho carb-v.


BASE DE DADOS:

- Guia da Medicina Homeopática - Nilo Cairo.

- Matéria Médica Homeopática - W. Boericke.

- Manual de Matéria Médica para o Clínico Homeopata - H. Voisin.

- Tratado de Matéria Médica Homeopática - Bernardo Vijnovsky.

- Homeopatia: Ciência e Cura - George Vithoulkas.

- Matéria Médica Homeopática - James Tyler Kent.

- Repertório de Homeopatia – Ariovaldo Ribeiro Filho.

** Dr. Robert Gibson Miller, 1862-1919, MB CM Glasgow 1884, MBHS, médico /Glasgow Pública Homeopática Dispensário (1895 Homeopática Directory). 10 Newton Place, Glasgow, MB CM Glas 1884 [Nisbet, 1913, p.500] 10 Newton Place, Glasgow, MB CM Glas 1884 [Nisbet, 1913, p.500]
Gibson Miller foi da Escócia, para estudar com Kent, em St. Louis, em 1884 - trouxe o início do Kentiano Homeopatia volta ao Reino Unido.
"Gibson Miller foi o fundador da homeopatia todos Glasgow, bem disposta para os leigos, perdeu um filho na Grande Guerra (1916) e morreu de câncer c.1919. Ele nunca se recuperou da perda de seu filho. Ele era alto e magricela, um tipo Carcinosine típicos como John Paterson costumava dizer. Ele foi associado com Berridge, Skinner Thomas Simpson e da fama de anestésico. Miller, como Skinner, usado potências altas, enquanto Cooper utilizados baixos e Clarke usado misturado. " [Pert, 1991]
Morreu 10 de maio de 1919. (www.homeoint.org)
HOMEOPATAS DAS PÉS DESCALÇOS
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquise por matéria específica