Pular para o conteúdo principal

OS CINCO ELEMENTOS E OS SAIS DE WILHELM SCHUSSLER


Nem Mais Nem Menos: 
A teoria chinesa dos Cinco Elementos ou 
a Estrela de Cinco Pontas.
ELISA MACIEL COSTA/ MATÉRIA CEDIDA POR - 2007
 ESP. FITOTERAPIA/ACUPUNTURA E HOMEOPATIA


Dentro desta antiga Teoria da mais alta e elevada observação oriental, os Chineses dividiram o mundo em Yin e Yang – a dualidade – o claro e escuro, dentro e fora, sol e lua, corpo e alma e assim por diante. Depois organizaram as estruturas restantes e fizeram isso contando com cinco pontos de observação: o fogo, a água, a terra, a madeira, o vento e o metal. Encaixaram assim todas as coisas que norteiam o ser humano e suas consideração.

Os orientais nunca classificaram sua medicina por idade, se com mais ou se com menos, em qualquer fase da vida deve-se observar as mudanças do corpo. Para cada tempo uma reação, para cada nascimento um nome, para cada estação do tempo, uma forma de agir e para cada período uma atitude em busca do equilíbrio.

Abaixo uma tabela para melhor ser visualizado o padrão acima citado:

CIRCULO
MADEIRA
FOGO
TERRA
METAL
ÁGUA
Sabor
Ácido
Amargo
Doce
Picante, Acre.
Salgado
Direção
Leste
Sul
Centro
Oeste
Norte
Período do dia.
Manhã
Meio-dia
Começo da tarde
Anoitecer
Noite
Período do ano.
Primavera
Verão
Final do verão
Outono
Inverno
Clima
Vento
Quente
Úmido
Seco
Frio
Meridianos
VB e F.
CS e TA
E e BP
P e ID
R e B
Horário Privilegiado Das 23h às 3h Das 11h às 15h e das 19h às 23h Das 7h às 11h Das 3h às 7h Das 15h às 19h
Órgão Fígado e Vesícula biliar. Coração e Intestino Delgado. Estômago, Baço, Pâncreas. Pulmão e Intestino Grosso Rins e Bexiga
Órgão sensível Olhos Língua Boca Nariz Orelhas
Glândulas endócrinas Gônadas – testículos e ovários. Pituitária (hipófise) Timo Tireóide Adrenais
Partes governadas Tendões, ligamentos e músculos. Vasos sanguíneos Lábios Pele Ossos, medula, cérebro.
Orifícios
Dos olhos
Ouvidos
Boca
Nariz
Genitais, uretra, anús.
Manifestações externas
Unhas
Tez
Carne
Pelos
Cabelo
Secreção fluida
Lágrimas
Suor
Saliva
Muco
Cuspe
Componente bioquímico
Gordura
Eletrólitos e estimulantes
Carboidrato
Proteína
Água
Vitaminas
A e B12
B3,B5,C
B1 e B6
E
D
Minerais Cobre e Ferro Sódio e Potássio Zinco Fósforo Magnésio, cálcio.
Atitude
Planejamento e decisão
Alegria, comunicação e calor humano.
Simpatia
Ordenação, ritmo.
Perseverança, força.
Poder garantido
Autocontrole
Tristeza e pesar
Arrotar
Tossir
Tremer
Qualidade sutil
Faculdades espirituais
Espírito divino
Idéias e opinião
Espírito animal,
Vontade, ambição.
Emoções negativas
Raiva, irritação, impaciência.
Euforia, hiperexcitação.
Preocupação, crítico, suspeita.
Melancolia, Depressão.
Medo
Cheiro suspeito
Rançoso, fétido.
Chamuscado
Perfumado, enjoativo.
Picante
Decomposição
Som da voz
Gritado
Risonho
Melodioso
Choroso
Grunhido, bufo, resmungo.
Cor
Verde
Vermelha
Amarela
Branca
Azul e preto
Sonhos Cogumelo,arvores, brigas, corte. Fogo, medo, multidão e risos. Fome, música, ruínas, corpo pesado. Assassinatos, Pavor, choro, flutuar. Água, barros, abismo.
Planeta
Júpiter
Marte
Saturno
Vênus
Mercúrio
Fase da lua
Quarto crescente
Cheia
Decrescente
Quarto minguante
Nova
Nota musical
Sol
Número
8
7
5
9
6
Moderador Metal/sabor picante. Água/sabor salgado. Madeira/sabor ácido. Fogo/sabor amargo Terra/sabor doce
 Assim sendo as coisas foram sendo organizadas e catalogadas no velho mundo, a Índia e o Egito antigo também apresentaram métodos de tabulação, entretanto o mais completo até hoje pertence  a Medicina Tradicional Chinesa.
Uma coisa é clara, o pai da Homeopatia respeitava as observações e o corpo humano em suas reações. Suas tabulações descritas nas matérias médicas pontuam as horas por exemplo, dando uma idéia das divisões do corpo em reações, estruturas clássicas da Medicina chinesa. Provavelmente o respeito os uniu em pensamento e mais tarde tivemos conhecimento de anotações dos pais da naturopatia e da fitoterapia, com suas horas e períodos adequados para cada aplicação da medicação.

OS SAIS:
Classificações e possíveis combinações entre os cinco elementos da MTC, os sintomas emocionais da Homeopatia e  a REMINERALIZAÇÃO DOS TECIDOS, o sistema de WILHELM SCHUSSLER:

Madeira – Ferro/Cobre – Raiva – Impaciência: Ferrum Metalicum.

Capsicum Annum
Mercurius Solubilis
Luesinum
Arnica Montana
Ferrum Metalicum

Fogo – Potássio/Sódio – Euforia: Kali Phosphoricum (fosfato de potássio) Kali Muriaticum (cloreto de potássio), Natrum Phosphoricum (fosfato de sódio)

Hepar sulphor
Kali Barbonicum.

Terra – Zinco – Preocupado: - Zincum Metallicum.

Ignátia
lycopodium
Nux Vômica
Bryônia

 
Metal – Fósforo – Melancolia e Depressão: Phosphorus.

Baryta
Conium
Bryônia
Alumina
Pulsatilla
Phosphorus
Aurum Metálico
   

Água – Magnésio/Cálcio – medo: Magnésia Phosphorica, 
Calcarea Sulfúrica (sulfato de cálcio). 


 Phosphorus
Staphisagria
Calcarea  Carb.
Nux Vômica
Argentum Nitricum.

Postagens mais visitadas deste blog

IGNATIA AMARA - A CHAVE DO EQUILÍBRIO

IGNATIA AMARA  E A SUA PERSONALIDADE HOMEOPÁTICA
O excesso de luz cega a vista.
O excesso de som ensurdece o ouvido.
Condimentos em demais estragam o gosto.
O ímpeto das paixões perturba o coração.
A cobiça do impossível destrói a ética.
Por isso, o sábio em sua alma
Determina a medida de cada coisa.
Todas as coisas visíveis lhe são apenas
Setas que apontam para o Invisível.

(Tao-Te King, Lao-Tsé) Lao Tsé não tinha conhecimento de homeopatia, mais permeou o mundo das observações de forma intensa e clara, ajudou a dar uma nova visão ao ser humano e até hoje seja no oriente quanto no ocidente, viaja nas mentes de muitos. Ao ler seu pequeno texto a uns bons anos atrás e já com alguma bagagem de filosofia homeopática, me deparei com este, acima citado. Para mim a tradução mais poética de uma personalidade Ignácia. Homeopatas dos Pés Descalços 

Citemos Allen - "As pessoas mentalmente e fisicamente esgotados por uma dor concentrada e prolongada" (Allen) ou ainda "A alteração das condições …

GELSEMIUM - O REMÉDIO DAS GRANDES SENSIBILIDADES

PERSONALIDADES HOMEOPÁTICAS MAT. CEDIDA POR ELISA MACIEL COSTA/ESP.EM HOM/ACUPUNTURA/FITOTERAPIA

Pessoas com grandes fraquezas, com intensa prostração física e mental, chegando ao embotamento cerebral. Medo de cair e de adoecer[*] Histeria e neuroses, comoções e maus efeitos do medo, o remédio das grandes sensibilidades. Sonolencia dos estudantes, as mulheres apresentam  rouquidão durante a menstruação. Sente-se incapaz de enfrentar a vida cotidiana, Incapacidade para assumir responsabilidades, nervosismo de "ator", medo de exames dos estudantes, de aceitar novas tarefas. Evita as aflições da vida. É muito utilizado nas febres agudas ou intermitentes em que há um desejo absoluto de repouso. Na sua grande maioria apresenta ausência de sede, sem calafrios ou suores, piorando à tarde. Seu uso facilita o parto em situações de rigidez do colo uterino e alivia as cólicas menstruais muito fortes.  Apresenta fisicamente uma enorme falta de tônus muscular, torpor, lassidão e tremores, Par…

LYCOPODIUM CLAVATUM

LYCOPODIUM – o medo do conflito
Lycopodium é sem sombra de dúvida, uma das matérias médicas mais extensas dentro da homeopatia e mais interressantes também. Esse indivíduo tem as fases da sua vida bem marcadas, pois apresenta um grande estado distinto entre a infância, a idade mediana e sua idade mais avançada.
Entretanto o Lycopodium se encontra envolto pela covardia, tanto social, moral e física, o que permite ao homeopata analisar de forma cuidadosa essa personalidade, tendo em vista sua enorme capacidade de ser extrovertido, amigável e corajoso, qualidades essas opostas da sua real condição.
Por medo do conflito, Lycopodium foge covardemente.
Seu maior amor será pelo poder e com certeza irá chorar quando for homenageado. A criança Lycopodium
Quando alguém vai a sua casa o seu filho refugia-se por trás dos cortinados ou recusa-se a cumprimentar as visitas? Num primeiro contato é envergonhado? Sempre que o repreende fica com as lágrimas ao canto dos olhos? Tem medo de fantasmas e de dormi…