Pular para o conteúdo principal

LYCOPODIUM E SEUS PRINCIPAIS DIFERENCIAIS






LYCOPODIUM E SEUS DIFERENCIAIS – repare na ansiedade que norteia a mente dessas sete matérias comparativas. Com base em Lycopodium, diferenciar é fator imperativo para acertar na aplicação da medicação.

- Falta de confiança em si mesmo. Sente-se fraco e inadequado.
- Temor de responsabilidade. Covardia.
- Tímido. Medo das pessoas. Apresentam-se diferentes do se sentem.
- Imagem de capacidade e coragem. Extrovertido, amigável.
- Tenta esconder seus sentimentos de incapacidade. Frustração.

- Fanfarrão/Gaba-se. Orgulho. Egoísmo.
- Ama o poder. Ditatorial com aqueles que pode controlar.
- Irritabilidade, < manhã.
- Relacionamentos superficiais. Temor ao casamento. Foge da família. Promíscuo.
- Chora quando o agradecem.
- Indivíduos freqüentemente intelectuais, tais como professores, advogados.
- Medo de falar em público, de fantasmas, escuro, sofrimento físico (hipocondríaco), de conflitos.
- Deseja companhia, apenas em uma sala próxima.
- Confuso. Fraqueza de memória. Fala errado, troca as palavras ou sílabas.
- Crianças:
  * Líderes, ditatoriais, rude em casa.
  * Tímidos na escola e com estranhos.
  * Podem também ser totalmente tímidos, medrosos. Interesse intelectual.
- Líder contumaz, autoritário, intelectualidade exacerbada,
  * incompetência por queda de valores e grandezas.
  * Gritos. Não gosta de ser pressionado. Perda de poder.

Reparem que o que muda é uma sequência de fatos, dentre elas o ritmo marcado dos estágios da vida,  o embate que termina em fuga ou numa reação de extremo medo. A inflexibilidade ditatorial e a certeza de querer companhia apenas no quarto ao lado.
Se lermos todas as matérias e ele, essa diferença se realça e ajuda a definir.
Fácil não é, mas parece. Esse é o primeiro receio quando se trata de lycopodium clavatum. Calma e paciência ajudam a acertar o diagnóstico. Afinal de contas; quem é que se admite um covarde logo de cara???
Entretanto essa medicação é muito mais. Aprender a ver e achar para depois melhorar aspectos responsáveis pelo adoecimento, fazem parte dessa matéria fascinante.
Uma coisa que esquecemos com freqüência é a de admitirmos que nem sempre estamos no estado doentio, para formularmos o quadro exato. Quando respeitamos o que fomos e como somos hoje, isso ajuda muito.

Bases emocionais segundo Kent
http://www.diasdacruz.com.br/

Argentum nitricum e sua antecipação dos fatos:
- Impulsividade. Fraqueza mental e excitabilidade emocional. Sente-se preso, esforça-se para fugir, não conseguindo(RS).
- Extrovertido, expressa muito suas emoções.
- Compassividade.
- Imaginação viva.
- Não controla e não detém suas ideias. Os pensamentos tornam-se IMPULSOS reais.
- Medo: altura, multidão, atravessar pontes, de imaginar que está caindo, sangue etc.
- Vê os edifícios altos caindo sobre ele.
- Claustrofobia, precisa sentar próximo da porta.
- Ansiedade impetuosa sobre sua saúde.
- Nervosismo diante de audiência. Antecipação. Apressado.
- Desejo de companhia (expressar sentimentos).
- Memória fraca.
- Último estágio: idéias fixas, superstições.

Arsenicum álbum e sua Idéia central: Uma Insegurança profundamente estabelecida. Sente-se vulnerável em um mundo sem salvação. Agitação.

- Busca segurança (egoísmo). Solicita ajuda, companhia.
- Medos: de estar só, câncer, ladrões, pobreza, Morte.
- Preocupação das coisas saírem erradas, ansiedade pelos outros.
- Inquietude, não pode relaxar, ansioso. Avareza, cobrador. Fastidioso, censurador.
- Ansiedade pela saúde. Depois: desespero pela recuperação.
- Anorexia nervosa (1o rem.)
(Nat-m, Sep, Nux-v, Ign, Verat, Abrot, Sulph).
- Suicida.
Impulso de matar, medo de matar.

Calcarea carbônica  e sua necessidade de dizer sim a tudo e a todos.

MENTE:
- Infortúnio.
- Estafa. Assoberbado.
- Trabalha duro, sobrecarrega-se de trabalho.
- Eficiente, consciencioso, ultra-responsável
- Ocupa-se exageradamente. < Sobrecarregado de trabalho.
- A vida é concluir sua lista de afazeres. Não pode relaxar.
- Prático, pés no chão. Obstinado.
- Medos: lugares altos, Camundongos, insetos, ratos,
- Infecção, Câncer, pobreza, claustrofobia,
- Perder o controle. Os outros observarão seu estado interior.
- Um medo do desconhecido. Muitos medos triviais.
- Coisas horríveis a afetam profundamente.
- Ansiedade pela saúde, pelo futuro.
- Desespero quanto à recuperação.
- Preocupado com miudezas.

Magnesia carbônica e a irritação da ansiedade

- Sentimento de abandono,
- Sente como se não fosse amado pelos parentes, amigos, etc.
- Intolerante à disarmonia.
- Sensível ao que as pessoas pensam acerca dele.
- Reservado. Facilmente ferido (magoado) e deprimido.
- Sensível ao ruído, toque, etc.
- Remédio frequentemente visto em:
  Órfãos,
  Crianças abandonadas (Kent).
  Crianças adotadas.
- Pode ser muito irritável (Cham.). Descontente.
- Ansiedade e medos durante o dia todo,
- < comida aquecida. > indo para a cama.
- Roe unhas.

Thuya occidentalis e o se sentir pior

- Baixa da autoestima. Sensação de minusvalia.
- Sente que ninguém gostaria deles se os conhecessem realmente.
- Sente-se não atraente.
- Tem problemas em encontrar sua identidade.
- Tenta se ajustar,
  Imita o comportamento de pessoas:
  Populares e de sucesso, do seu conhecimento.
- Perdem o contacto consigo mesmo. Sensação de ser frágil.
  Ilusão de que é feita de vidro.
- Sente-se separada das pessoas.
  Distante nos relacionamentos.
  Sente-se solitário e vazio. Depressões.
- Dissimulado, esconde o que acha que os outros não gostariam de si mesmo.
  Mente, engana. Como se escondendo algo feio.
- Desconfiado do que as pessoas pensam dele. Não confia.
- Torna-se de coração duro (heardhearted).
- Manipulador, ditatorial para compensar os sentimentos interiores.
- Consciencioso sobre bagatelas. Ideias fixas. Fastidioso.
- Sensível à música, à música de igreja. Chorando pela música.
- Medo do vento (Cham., Puls.)
- Engole as palavras nos finas das frases. Esquecido enquanto fala.

Chelidonium majus e a eterna ansiedade pelos outros

- Ditatorial. Dominador.
- Pragmático. Sem evasivas.
- Ansiedade pelos outros.
- Ilusão/medo de haver arruinado a saúde.

Silicea terra e a timidez que condena

- Inflexibilidade.
- Obstinado ao extremo.
- Perfeccionista ao extremo.
- Insegurança ao extremo.
- Temperamento condescendente, ameno, refinado e sensível.
- Falta de autoconfiança. Irresoluto. timidez.
- Consciencioso sobre trivialidades. Ideias fixas.
- Teme: falar em público, provas, objetos pontiagudos e alfinetes.
- Queixas por esforço mental prolongado. Fadiga mental.
- Clarividência por fraqueza mental.
- Crianças:
  Sensíveis, delicadas, bem comportadas,
  Refinadas com ataque de obstinação.
  Algumas vezes por opiniões fixas.
  Tímido, responde apenas para a mãe.
  Irritável quando não se sente bem. Ansiedade pelo barulho.



Diagnóstico Diferencial:
Arg-n, Ars, Carb-v, Chel, Mag-m, Med, Nit-ac, Nux-v, Sil, Sulph, Thuj.

Quando baseamos as estruturas humanas para ajudar na definição da personalidade, nos apegamos na mente, nos medos e nos sentimentos. Eles falam por si mesmos, eles nos identificam.

Homeopatas dos Pés Descalços

Postagens mais visitadas deste blog

IGNATIA AMARA - A CHAVE DO EQUILÍBRIO

IGNATIA AMARA  E A SUA PERSONALIDADE HOMEOPÁTICA
O excesso de luz cega a vista.
O excesso de som ensurdece o ouvido.
Condimentos em demais estragam o gosto.
O ímpeto das paixões perturba o coração.
A cobiça do impossível destrói a ética.
Por isso, o sábio em sua alma
Determina a medida de cada coisa.
Todas as coisas visíveis lhe são apenas
Setas que apontam para o Invisível.

(Tao-Te King, Lao-Tsé) Lao Tsé não tinha conhecimento de homeopatia, mais permeou o mundo das observações de forma intensa e clara, ajudou a dar uma nova visão ao ser humano e até hoje seja no oriente quanto no ocidente, viaja nas mentes de muitos. Ao ler seu pequeno texto a uns bons anos atrás e já com alguma bagagem de filosofia homeopática, me deparei com este, acima citado. Para mim a tradução mais poética de uma personalidade Ignácia. Homeopatas dos Pés Descalços 

Citemos Allen - "As pessoas mentalmente e fisicamente esgotados por uma dor concentrada e prolongada" (Allen) ou ainda "A alteração das condições …

GELSEMIUM - O REMÉDIO DAS GRANDES SENSIBILIDADES

PERSONALIDADES HOMEOPÁTICAS MAT. CEDIDA POR ELISA MACIEL COSTA/ESP.EM HOM/ACUPUNTURA/FITOTERAPIA

Pessoas com grandes fraquezas, com intensa prostração física e mental, chegando ao embotamento cerebral. Medo de cair e de adoecer[*] Histeria e neuroses, comoções e maus efeitos do medo, o remédio das grandes sensibilidades. Sonolencia dos estudantes, as mulheres apresentam  rouquidão durante a menstruação. Sente-se incapaz de enfrentar a vida cotidiana, Incapacidade para assumir responsabilidades, nervosismo de "ator", medo de exames dos estudantes, de aceitar novas tarefas. Evita as aflições da vida. É muito utilizado nas febres agudas ou intermitentes em que há um desejo absoluto de repouso. Na sua grande maioria apresenta ausência de sede, sem calafrios ou suores, piorando à tarde. Seu uso facilita o parto em situações de rigidez do colo uterino e alivia as cólicas menstruais muito fortes.  Apresenta fisicamente uma enorme falta de tônus muscular, torpor, lassidão e tremores, Par…

LYCOPODIUM CLAVATUM

LYCOPODIUM – o medo do conflito
Lycopodium é sem sombra de dúvida, uma das matérias médicas mais extensas dentro da homeopatia e mais interressantes também. Esse indivíduo tem as fases da sua vida bem marcadas, pois apresenta um grande estado distinto entre a infância, a idade mediana e sua idade mais avançada.
Entretanto o Lycopodium se encontra envolto pela covardia, tanto social, moral e física, o que permite ao homeopata analisar de forma cuidadosa essa personalidade, tendo em vista sua enorme capacidade de ser extrovertido, amigável e corajoso, qualidades essas opostas da sua real condição.
Por medo do conflito, Lycopodium foge covardemente.
Seu maior amor será pelo poder e com certeza irá chorar quando for homenageado. A criança Lycopodium
Quando alguém vai a sua casa o seu filho refugia-se por trás dos cortinados ou recusa-se a cumprimentar as visitas? Num primeiro contato é envergonhado? Sempre que o repreende fica com as lágrimas ao canto dos olhos? Tem medo de fantasmas e de dormi…