Pular para o conteúdo principal

AGARICUS MUSCARIA (MUSCARIUS): PARTE II



AGARICUS MUSCARIA (MUSCARIUS): PARTE II

As agulhas.

Literalmente isso; agulhas, quentes ou frias fincando na cabeça.
Sensação de dor com agulhar geladas.
As dores nevrálgicas são como se facas de gelo estivessem penetrando na carne.
Muito comum essa sensação, após o abuso de bebidas alcoólicas ou excessos – bem parecido com nux vômica e Lobélia.
Aplicado para as dores de cabeça com a ressaca, mas nessa observação – agulhas frias – nota-se que agulhas quentes é próprio de Arsenicum.

É sem sombra de dúvida uma medicação que lembramos quando se trata de alcoolismo. Além de ser uma personalidade voltada aos excessos na alimentação.
Continua a sensação impar dos tremores, puxões, repuxões, ticks nervosos, sacudidelas e os chamados movimentos coreicos. (tremores involuntários).

É considerado medicação específica para joanetes. (é comum encontrar o joanete como indicação física e mesmo assim verificar a semelhança das estruturas emocionais).
Os espasmos e a Coréia ou dança de São Guido estão intimamente ligados a Agaricus.

Três pontos chaves a serem lembrados quando pensamos em Agaricus Muscária:

Ø  A lentidão intelectual, seja por alcoolismo na forma avançada,  ou por ser um paciente neurológico que apresente em sua deficiência essa lentidão de raciocínio, seja por retardo mental diagnosticado, seguido e ou acompanhado de ticks nervosos e incapacidade de raciocínio.
Ø  Sabemos que Agaricus seca – então sabemos também que o desejo sexual diminui, fisicamente se verifica a retração do penis, a atrofia do mesmo, retração dos testículos e a temperatura fria do penis.
Ø  Nenhum senso de proporção ou distancia das coisas, entre as pessoas, distancias equivocadas e sem condições de definir sua identidade pessoal.

Homeopatas dos Pés Descalços

Postagens mais visitadas deste blog

IGNATIA AMARA - A CHAVE DO EQUILÍBRIO

IGNATIA AMARA  E A SUA PERSONALIDADE HOMEOPÁTICA
O excesso de luz cega a vista.
O excesso de som ensurdece o ouvido.
Condimentos em demais estragam o gosto.
O ímpeto das paixões perturba o coração.
A cobiça do impossível destrói a ética.
Por isso, o sábio em sua alma
Determina a medida de cada coisa.
Todas as coisas visíveis lhe são apenas
Setas que apontam para o Invisível.

(Tao-Te King, Lao-Tsé) Lao Tsé não tinha conhecimento de homeopatia, mais permeou o mundo das observações de forma intensa e clara, ajudou a dar uma nova visão ao ser humano e até hoje seja no oriente quanto no ocidente, viaja nas mentes de muitos. Ao ler seu pequeno texto a uns bons anos atrás e já com alguma bagagem de filosofia homeopática, me deparei com este, acima citado. Para mim a tradução mais poética de uma personalidade Ignácia. Homeopatas dos Pés Descalços 

Citemos Allen - "As pessoas mentalmente e fisicamente esgotados por uma dor concentrada e prolongada" (Allen) ou ainda "A alteração das condições …

GELSEMIUM - O REMÉDIO DAS GRANDES SENSIBILIDADES

PERSONALIDADES HOMEOPÁTICAS MAT. CEDIDA POR ELISA MACIEL COSTA/ESP.EM HOM/ACUPUNTURA/FITOTERAPIA

Pessoas com grandes fraquezas, com intensa prostração física e mental, chegando ao embotamento cerebral. Medo de cair e de adoecer[*] Histeria e neuroses, comoções e maus efeitos do medo, o remédio das grandes sensibilidades. Sonolencia dos estudantes, as mulheres apresentam  rouquidão durante a menstruação. Sente-se incapaz de enfrentar a vida cotidiana, Incapacidade para assumir responsabilidades, nervosismo de "ator", medo de exames dos estudantes, de aceitar novas tarefas. Evita as aflições da vida. É muito utilizado nas febres agudas ou intermitentes em que há um desejo absoluto de repouso. Na sua grande maioria apresenta ausência de sede, sem calafrios ou suores, piorando à tarde. Seu uso facilita o parto em situações de rigidez do colo uterino e alivia as cólicas menstruais muito fortes.  Apresenta fisicamente uma enorme falta de tônus muscular, torpor, lassidão e tremores, Par…

LYCOPODIUM CLAVATUM

LYCOPODIUM – o medo do conflito
Lycopodium é sem sombra de dúvida, uma das matérias médicas mais extensas dentro da homeopatia e mais interressantes também. Esse indivíduo tem as fases da sua vida bem marcadas, pois apresenta um grande estado distinto entre a infância, a idade mediana e sua idade mais avançada.
Entretanto o Lycopodium se encontra envolto pela covardia, tanto social, moral e física, o que permite ao homeopata analisar de forma cuidadosa essa personalidade, tendo em vista sua enorme capacidade de ser extrovertido, amigável e corajoso, qualidades essas opostas da sua real condição.
Por medo do conflito, Lycopodium foge covardemente.
Seu maior amor será pelo poder e com certeza irá chorar quando for homenageado. A criança Lycopodium
Quando alguém vai a sua casa o seu filho refugia-se por trás dos cortinados ou recusa-se a cumprimentar as visitas? Num primeiro contato é envergonhado? Sempre que o repreende fica com as lágrimas ao canto dos olhos? Tem medo de fantasmas e de dormi…