MAGNÉSIA CARBÔNICA – MEDO E ANSIEDADE

MAGNÉSIA CARBÔNICA E A SUA PERSONALIDADE HOMEOPÁTICA.
MEDO E ANSIEDADE
(CARBONATO DE MAGNÉSIO)


Indicado para crianças quando todo o corpo cheira azedo. Mulheres com problemas no útero ou distúrbios da menopausa. Extrema sensibilidade. Desejo de comer carne. Acidez estomacal. Vertigens com queda súbita, semelhante à epilepsia. Bom remédio para o esgotamento nervoso. Fluxo menstrual escasso e retardado, espesso e escuro. Dor de garganta no período pré-menstrual.

E assim encontramos a principal atuação da Magnésia Carbônica no cotidiano da homeopatia, entretanto, como essa área se dá ao luxo de não seguir estruturas rígidas e a depender – sempre – do estado emocional do paciente, a magnésia carbônica muda o nosso olhar sobre o esgotamento nervoso.


Porque coletiva? É raro não encontrarmos um probleminha em que essa personalidade não nos ajude no dia a dia.
O sentimento de estar só e de ter sido abandonado, estar sozinho para tudo é muito comum nas Calcáreas Carbônicas, na Magnésia Carbônica também. Tem a certeza de que não é amado, de que as pessoas do seu convívio diário não a querem bem, não gostam dela.
Kent costumava colocar a Magnésia Carbônica para atuar sempre que se deparava com crianças abandonadas – o frio que acompanha essa personalidade se encaixa muito bem aqui – os órfãos e em conseguinte, as crianças de adoção. Essa personalidade tem a marca do abandono e não é chilique. Essa é talvez a grande certeza que carrega dentro de si, de não ser amada.

Claro que as mulheres acabam por colocar mais esse sentimento a tona.

A sua sensibilidade faz com que não consiga conviver em locais de desarmonia e isso interfere diretamente no seu dia a dia, no seu cotidiano. O medo de tudo convive com essa personalidade durante todo o dia, nos estados mais avançados do seu desequilíbrio. A ansiedade convive diariamente com essa personalidade e dá sinais visíveis disso, sendo o roer das unhas e dos lápis, seu maior alarme. Na comida aquecida e quentinha, ela encontra alívio para a ansiedade, ir para a cama e se deitar não.


O medo faz parte da sua vida, inserido no cotidiano, só é perceptível quando em crise, pois essa personalidade tende a guardar esse sentimento dentro das suas reservas pessoais.

O toque poderá irritá-lo muito, deixando-o descontente (Chamomilla) e violenta (Belladonna) e esse fator também faz parte da sua personalidade, mesmo que sua opção seja sempre a descrição e a postura de pessoa reservada.

Os ruídos – alguns deles específicos – mas, de forma geral, são bem classificados por essa personalidade, assim como o toque.
A magnésia carbônica é sensível ao que pensam dela, chora e se magoa por isso, podendo ser o principal estopim para uma depressão.

A partir daí, tudo se desenrola, as dores generalizadas, e as chamadas de neuralgia (nervo trigêmeo que causa episódios de dor intensa nos olhos, lábios, nariz, couro cabeludo, testa e/ou mandíbula) e as descargas gastro intestinais são freqüentes no seu dia a dia. 

O frio piora tudo, o passeio as vezes some com toda e qualquer dor.

O corpo avisa, seja com os suores fétidos, seja com as piores menstruações possíveis, carregadas de dor e incômodos, o agravamento pelo frio, pelas alergias alimentares, seguidas ou não do marasmo e da fraqueza geral.

Todas as Magnésias são produtoras de grande dor, aqui,  apaziguadores, conseqüentemente, a dor possui alívio. Vithoulkas. 

A acidez, que aqui já se pode encarar como normal na vida dessa personalidade, devido a ansiedade, traz a aversão ao leite, ao cheiro do leite puro, o desejo e a aversão por carnes e frutas, depende muito de como vai reagir a acidez (Hep., Rheum).
E por aí se seguem: feridinhas no couro cabeludo, diminuição da audição com aumento da percepção de ruídos, dor de garganta e coriza de gripe antes do período menstrual, palidez, digestão lenta e a sensação da comida azeda. Tudo o que precisa circular na Magnésia Carbônica sofre, seja nas famosas descargas/diarréias, seja na distensão abdominal, no aumento e acumulo de peso, na constipação do reto por choque emocional.

As fezes são ácidas e quentes, com descargas rápidas, dando alívio e não prolongando mais o mal estar. O fígado é um órgão a se manter em observação no caso dessa personalidade.
Seu sono não é reparador, acorda mais cansada do que quando deitou e sua insônia a leva até as três horas da manhã sem nenhum problema.

Regras exaustivas e dolorosas, que levam ao abatimento e ao esgotamento nervoso.
Furúnculos são freqüentes em etapas da vida, especialmente quando criança.

Chamomilla complementa bem essa personalidade e deve ser avaliada com calma. A família das Magnésias é grande e faz parte do nosso dia a dia. Cada qual com sua melhor atuação, a Magnésia Carbônica se expande no medo e na ansiedade e é a partir deles que tudo acontece.

Medicação Complementar: Cham, Lyc, Rheum.
Diferenciar de: Abrot, Aeth, Ant-c, Calc, Calc-p, Hep, Lac-c,
Lyc, Mag-m, Nat-c, Rheum, Thuj.

Homeopatas dos Pés Descalços

Comentários

  1. Que em 2012 possamos refazer os caminho,
    abrandar os destinos,
    concluir os objetivos.

    Paz aos homens de boa vontade,
    comida aos famintos,
    roupas aos que estão nús.

    Casa aos desabrigados,
    dissernimento aos comandantes,
    luz para a humanidade.

    nevo berza 2012
    Feliz ano novo

    ResponderExcluir
  2. Que assim seja.
    Um feliz 2012 cheio de paz e harmonia, saúde e esperança renovada.

    Homeopatas dos Pés Descalços

    ResponderExcluir

Postar um comentário

A ÚNICA CONDUTA ACEITA PARA COMENTAR É A GENTILEZA.

Postagens mais visitadas deste blog

LYCOPODIUM CLAVATUM

GELSEMIUM - O REMÉDIO DAS GRANDES SENSIBILIDADES

IGNATIA AMARA - A CHAVE DO EQUILÍBRIO