Pular para o conteúdo principal

PONTOS DE VISTA VII


Não há dúvida de que um enfoque “holístico” nos cuidados médicos é excelente para os pacientes. Muita gente pensa que essa palavra é outro termo para “alternativo” ou “complementar”.

Não é. Quando seguida adequadamente, significa que cada doença pode ser tratada através de uma abordagem “escolha” e “misture”, ou seja, escolhendo os aspectos da medicina convencional e da medicina alternativa com maior chance de serem eficazes e causarem menos efeitos colaterais - tratando e observando atentamente a todos os aspectos individuais do paciente. Em suma, a palavra “holística” foi criada para designar uma atitude. Uma atitude que tanto pode ser seguida pelo médico de formação ortodoxa como por um médico alternativo.

No caso de muitas doenças, não adianta tratar o que está errado com o corpo se não tratar também o que está errado com a mente. Acho incrível que um médico moderno cuide do corpo de um paciente que sofre de hipertensão, distúrbios intestinais ou asma e ignore sua mente, quando já está mais do que provado que, no caso de muitas doenças, os sintomas físicos são produzidos por algum tipo de distúrbio mental. Da mesma forma, é estranho e até mesmo não científico, que um osteopata trate a coluna de um paciente ignorando sua mente.

Infelizmente, a maioria dos médicos aprende pouco sobre medicina alternativa ou complementar. E muitos terapeutas alternativos nunca tiveram um ensino eficiente sobre anatomia e fisiologia humanas.

*Vernon Coleman é o autor médico da Grã-Bretanha
Vernon Coleman´s Newsletter, divulgando estratégias físicas, mentais e espirituais para uma vida mais feliz, saudável e harmoniosa.

Homeopatas dos Pés Descalços

Postagens mais visitadas deste blog

IGNATIA AMARA - A CHAVE DO EQUILÍBRIO

IGNATIA AMARA  E A SUA PERSONALIDADE HOMEOPÁTICA
O excesso de luz cega a vista.
O excesso de som ensurdece o ouvido.
Condimentos em demais estragam o gosto.
O ímpeto das paixões perturba o coração.
A cobiça do impossível destrói a ética.
Por isso, o sábio em sua alma
Determina a medida de cada coisa.
Todas as coisas visíveis lhe são apenas
Setas que apontam para o Invisível.

(Tao-Te King, Lao-Tsé) Lao Tsé não tinha conhecimento de homeopatia, mais permeou o mundo das observações de forma intensa e clara, ajudou a dar uma nova visão ao ser humano e até hoje seja no oriente quanto no ocidente, viaja nas mentes de muitos. Ao ler seu pequeno texto a uns bons anos atrás e já com alguma bagagem de filosofia homeopática, me deparei com este, acima citado. Para mim a tradução mais poética de uma personalidade Ignácia. Homeopatas dos Pés Descalços 

Citemos Allen - "As pessoas mentalmente e fisicamente esgotados por uma dor concentrada e prolongada" (Allen) ou ainda "A alteração das condições …

GELSEMIUM - O REMÉDIO DAS GRANDES SENSIBILIDADES

PERSONALIDADES HOMEOPÁTICAS MAT. CEDIDA POR ELISA MACIEL COSTA/ESP.EM HOM/ACUPUNTURA/FITOTERAPIA

Pessoas com grandes fraquezas, com intensa prostração física e mental, chegando ao embotamento cerebral. Medo de cair e de adoecer[*] Histeria e neuroses, comoções e maus efeitos do medo, o remédio das grandes sensibilidades. Sonolencia dos estudantes, as mulheres apresentam  rouquidão durante a menstruação. Sente-se incapaz de enfrentar a vida cotidiana, Incapacidade para assumir responsabilidades, nervosismo de "ator", medo de exames dos estudantes, de aceitar novas tarefas. Evita as aflições da vida. É muito utilizado nas febres agudas ou intermitentes em que há um desejo absoluto de repouso. Na sua grande maioria apresenta ausência de sede, sem calafrios ou suores, piorando à tarde. Seu uso facilita o parto em situações de rigidez do colo uterino e alivia as cólicas menstruais muito fortes.  Apresenta fisicamente uma enorme falta de tônus muscular, torpor, lassidão e tremores, Par…

LYCOPODIUM CLAVATUM

LYCOPODIUM – o medo do conflito
Lycopodium é sem sombra de dúvida, uma das matérias médicas mais extensas dentro da homeopatia e mais interressantes também. Esse indivíduo tem as fases da sua vida bem marcadas, pois apresenta um grande estado distinto entre a infância, a idade mediana e sua idade mais avançada.
Entretanto o Lycopodium se encontra envolto pela covardia, tanto social, moral e física, o que permite ao homeopata analisar de forma cuidadosa essa personalidade, tendo em vista sua enorme capacidade de ser extrovertido, amigável e corajoso, qualidades essas opostas da sua real condição.
Por medo do conflito, Lycopodium foge covardemente.
Seu maior amor será pelo poder e com certeza irá chorar quando for homenageado. A criança Lycopodium
Quando alguém vai a sua casa o seu filho refugia-se por trás dos cortinados ou recusa-se a cumprimentar as visitas? Num primeiro contato é envergonhado? Sempre que o repreende fica com as lágrimas ao canto dos olhos? Tem medo de fantasmas e de dormi…