Pular para o conteúdo principal

CALCÁREA CARBÔNICA – A MÃE DAS CALCÁREAS.


CALCÁREA CARBÔNICA - A FILHA DAS ÁGUAS
(cascas de ostra) 


Talvez essa afirmação seja forte demais, entretanto é assim que a vemos. Para tal analisemos alguns pontos diferentes dos que costumamos ver, ou por assim dizer, por outra ótica. Não é nada de novo, mas como ver novamente a mesma coisa.

A mente dessa personalidade não aceita o infortúnio, isso a faz humanitária e a transporta para preocupações além do que ela pode dominar como Infecções, Câncer, pobreza, claustrofobia.  

Seu excesso de responsabilidade se converte em estafa, ansiedade pela saúde, pelo seu futuro e desespero quanto à recuperação. Calcárea carbônica trabalha duro, sobrecarrega - se demasiadamente, não é a toa que é reconhecido pelo seu perfil criterioso, competente, eficiente e ultra responsável.
A vida é concluir sua lista de afazeres. Não pode relaxar. Prático e pé no chão.


Obstinado de verdade. Aquela conversa do caderninho pra não esquecer significa prestar atenção sempre, sem relaxar, afinal de contas não se pode perder o controle. Os outros observarão seu estado, saberão como está, que há incertezas e isso não, essa personalidade é forte e vai chegar no seu limite, e olha que esse limite é imenso, quando chega o estouro é mais que certo.

Os medos dessa personalidade são assim:

Do desconhecido,
De camundongos,
De insetos,
De altura,
De coisas triviais e comuns do dia a dia, onde provavelmente se encontram as miudezas e a sua preocupação.
O medo de não ter.

Tecnicamente assim se dispôe essa medicação:

Calcium carbonicum
Indicado para pessoas obesas ou com tendência a engordar, que suam profusamente e com facilidade, em especial na cabeça; apresentam o abdome inchado e as extremidade frias e suarentas; muito freqüentemente emitem secreções ácidas, tem propensão ao vômito e a diarréias, com forte tendência a prisão de ventre crônica. É um remédio tipicamente feminino, próprio para as pessoas com perturbações ginecológicas, corrimentos leitosos e ácidos, tez pálida e apática, aspecto melancólico e quase sempre hipocondríacas. Tipologicamente presta-se a pessoas linfáticas, lentas e acomodadas. Pode ser útil no raquitismo e no tratamento da obesidade infantil, em especial nos casos de crianças pálidas, escrofulosas (com tendência à tuberculose, eczema, catarros respiratórios), que apresentam tosse seca noturna, com expectoração ácida, e anemia. Também aplica-se aos casos de surdez por pólipos nos ouvidos e a uma série de doenças metabólicas.

Teimosia – já vi muitas, mas igual a das calcáreas carbônicas nunca, isso porque essa personalidade consegue discutir o assunto, ela questiona e raramente dá o braço a torcer se 1% estiver diferente do seu raciocínio, como isso só acontece nas pré crises, ela engana, no resto do tempo é concordata e flexível (até de mais).

Sono – dorme de tarde e tem insônia a noite. Produz melhor a noite, gosta da noite. Essa personalidade raciocina e sofre mais a noite, de dia ela tenta sobreviver e raciocinar.

Agravações – o frio costuma ser seu inimigo número 1, logo em seguida é acompanhando bem de perto vem o cansaço intelectual e físico. Quanto ao frio ligamos aos rins e aos órgãos e vísceras yin (pulmão, coração, pericárdio, baço pâncreas, fígado e rim).

Os Rins (Shen)
 As funções dos rins são:

Reservatório do Jing Qi Inato e adquirido. (traz a herança genética e desenvolve a herança adquirida), passa para adiante e é por isso que sempre foi considerada uma medicação constitucional,
Regulação do metabolismo da água. (todos os líquidos do corpo, sua entrada, utilização, distribuição e saída),
Controlar e promover a inspiração.
Determinar a condição dos ossos e da medula.
Se manifesta através do cabelo e do calor.
Se manifesta nos ouvidos, nos órgão genitais e no anus.
 
O Triplo Aquecedor - San Jiao 


- O aquecedor superior engloba o diafragma, coração e pulmão. O aquecedor médio engloba o estômago e o baço. E o aquecedor inferior engloba o fígado, rim, bexiga e os intestinos. Funciona como seu oposto aumentado. Funções do triplo aquecedor:
Controlar a atividade do ki no corpo humano.
Controlar a respiração, a atividade da fluidez da energia vital, do sangue e dos líquidos corporais.
Distribuir os nutrientes e o ki (são os rins que distribuem a vida)
Transformar e transportar os alimentos e a água.
Fornecer energia para os Zang/Fu.
Nutrir e fortalecer a energia sexual.
 
Os suores são um capítulo a parte e vem seguidos de umidade e friagem nas extremidades – cabeça, pé e mão. Molham o travesseiro, o frio e a friagem acontecem a ponto de fazer parte da realidade diária dessa personalidade. O contraste a isso se vê na pele branca, como giz, são em geral pessoas claras e de olhos claros. Um dos grandes erros é a colocação de que as calcáreas são sempre chegadas a obesidade e isso prejudica muito a sua análise. Podem se crianças magras que desenvolvem a obesidade após uma certa idade, podem nascer gordas, podem viver toda a vida magra. Fisicamente as pessoas, especialmente as mulheres assim, são mais comuns, pois podemos verificar a facilidade de celulite, o peso inteiro, por todo o corpo, as dobras e juntas cheias, cheios fartos e extremidades como as pernas bem gordinhas. As dobras ficam vermelhas e sempre com uma temperatura a mais, são as chamadas febres reumáticas ou apresentam como são mais conhecidas, as febres hepáticas.


Situações como retenção de líquidos, litíase, cólicas renais, cólicas hepáticas, transtornos digestivos, cólicas menstruais e ejaculação precoce são normais.

Menstruações difíceis, gélidas, grossas, sangue espesso. Engorda só de ver o alimento, disposição limitada, adora ajudar e tem a força bruta, mas se cansa com certa facilidade e se entristece; se cansa mais ainda. Se não comer e chorar, engorda. Retém a gordura e os problemas e as guarda pra si. Ganhar peso é fácil, difícil aqui é perder.

Com a onda de bebês mais magros e dietas mais rígidas durante a gravidez, eles andam nascendo sem tanta clareza física das calcáreas carbônicas, mas ainda assim se seguem, na formação e dentição quadrada e difícil, com muito choro e muita diarréia ácida. É lardo pra andar e lerdo pra assimilar, parece cansado e com dificuldades para se locomover. O bebê bonachão, assim se falava, descansado e lento. Isso se segue na fase adulta, o que muda é que podemos definir melhor esses sentimentos que o acompanha desde a infância.
A dificuldade de lidar com coisas que modificam bruscamente está visível na sua relação respiração/nariz/coriza – andam juntos.

Crescem rápido, é difícil ver calcáreas carbônicas baixinhas, tem um crescimento lerdo nos movimentos, mais se espicham facilmente. Possuem a voz doce, tanto homens quanto mulheres.

Tem o sentimento a flor da pele, mais o que os conectam com o mundo é o poder de raciocinar. Talvez por isso possuam juntas inchadas e vermelhas mesmo que não apresentem inflamação. O trabalho intelectual e ordenado, harmonioso e meticuloso faz parte da vida saudável dessa personalidade, então se pode imaginar o oposto; ou seja, seu estado doentio.

Não raciocina direito, é confuso, desordenado, meticuloso ao extremo e sem seguimento ordenado. Isso faz com que essa personalidade afunde nas suas questões mal resolvidas, não há saída, a lentidão se estabelece e o estado de parada completa acontece. Depressão e choro incontrolável e manso/contínuo; podem ocorrer por longos períodos. Toda a agilidade desenvolvida durante a vida podem aqui chegar à estagnação. Se a isso juntar todas as situações que pioram a vida dessa personalidade, que servem de estopim entendemos melhor suas reações. Visto ser extremamente responsável com tudo, o cansaço e o esforço para cumprir suas metas são seu ponto fraco.

O que mais chama a atenção nessa personalidade tão confundida e dita comum?

O estômago de uma calcárea carbônica é lento e preguiçoso, por isso seu sintoma é o enjôo e a sensação de plenitude gástrica. Seu gosto é refinado e sua preferência é por pão, assim como o gosto por carnes diminui quando adoece. Tendo a língua sensível, aprimora bem o sentido do paladar que se acentua ainda mais nos estados doentios.

Essa personalidade não sabe dizer NÃO e essa é a porta de entrada para a sua sobrecarga emocional.

Seu lado de eleição é o direito.

Em estados doentios essa personalidade costuma ter visões nítidas e a sensação de perseguição, constatando que tudo isso não passa de impressão, sobrevém o medo da loucura.

Tudo se torna ácido: vômito, diarréia, gosto na boca, anus – sobrevém o calor e a acidez.

Enfim, uma Calcárea cuida de muita coisa e é capaz de fazê-lo sem problema, entretanto o abuso das pessoas que convivem com essa personalidade é sempre muito comum na sociedade e isso detona a doença em calcárea. 

As explosões de raiva dessa personalidade são contidas por Belladonna – são rápidas, violentas, abusivas e destrutivas, o contrário da sua personalidade. Assim como Rhus Tox é capaz de aliviar as dores que paralisam. Não é a toa que são seus complementares.

A essa personalidade atribuímos um volume considerável de pessoas que são em sua essência boas, construtivas e humanas, carinhosas e de alma boa, precisam aprender a deixar os problemas dos outros com os outros e a passar pela vida de forma a não se machucar tanto. Quem precisar tem no seu colo abrigo e conforto, respeito e carinho. Eis a mãe das calcáreas, enorme como o oceano, suave como as marolas, brava como os maremotos.
Homeopatas dos Pés Descalços

Postagens mais visitadas deste blog

IGNATIA AMARA - A CHAVE DO EQUILÍBRIO

IGNATIA AMARA  E A SUA PERSONALIDADE HOMEOPÁTICA
O excesso de luz cega a vista.
O excesso de som ensurdece o ouvido.
Condimentos em demais estragam o gosto.
O ímpeto das paixões perturba o coração.
A cobiça do impossível destrói a ética.
Por isso, o sábio em sua alma
Determina a medida de cada coisa.
Todas as coisas visíveis lhe são apenas
Setas que apontam para o Invisível.

(Tao-Te King, Lao-Tsé) Lao Tsé não tinha conhecimento de homeopatia, mais permeou o mundo das observações de forma intensa e clara, ajudou a dar uma nova visão ao ser humano e até hoje seja no oriente quanto no ocidente, viaja nas mentes de muitos. Ao ler seu pequeno texto a uns bons anos atrás e já com alguma bagagem de filosofia homeopática, me deparei com este, acima citado. Para mim a tradução mais poética de uma personalidade Ignácia. Homeopatas dos Pés Descalços 

Citemos Allen - "As pessoas mentalmente e fisicamente esgotados por uma dor concentrada e prolongada" (Allen) ou ainda "A alteração das condições …

GELSEMIUM - O REMÉDIO DAS GRANDES SENSIBILIDADES

PERSONALIDADES HOMEOPÁTICAS MAT. CEDIDA POR ELISA MACIEL COSTA/ESP.EM HOM/ACUPUNTURA/FITOTERAPIA

Pessoas com grandes fraquezas, com intensa prostração física e mental, chegando ao embotamento cerebral. Medo de cair e de adoecer[*] Histeria e neuroses, comoções e maus efeitos do medo, o remédio das grandes sensibilidades. Sonolencia dos estudantes, as mulheres apresentam  rouquidão durante a menstruação. Sente-se incapaz de enfrentar a vida cotidiana, Incapacidade para assumir responsabilidades, nervosismo de "ator", medo de exames dos estudantes, de aceitar novas tarefas. Evita as aflições da vida. É muito utilizado nas febres agudas ou intermitentes em que há um desejo absoluto de repouso. Na sua grande maioria apresenta ausência de sede, sem calafrios ou suores, piorando à tarde. Seu uso facilita o parto em situações de rigidez do colo uterino e alivia as cólicas menstruais muito fortes.  Apresenta fisicamente uma enorme falta de tônus muscular, torpor, lassidão e tremores, Par…

LYCOPODIUM CLAVATUM

LYCOPODIUM – o medo do conflito
Lycopodium é sem sombra de dúvida, uma das matérias médicas mais extensas dentro da homeopatia e mais interressantes também. Esse indivíduo tem as fases da sua vida bem marcadas, pois apresenta um grande estado distinto entre a infância, a idade mediana e sua idade mais avançada.
Entretanto o Lycopodium se encontra envolto pela covardia, tanto social, moral e física, o que permite ao homeopata analisar de forma cuidadosa essa personalidade, tendo em vista sua enorme capacidade de ser extrovertido, amigável e corajoso, qualidades essas opostas da sua real condição.
Por medo do conflito, Lycopodium foge covardemente.
Seu maior amor será pelo poder e com certeza irá chorar quando for homenageado. A criança Lycopodium
Quando alguém vai a sua casa o seu filho refugia-se por trás dos cortinados ou recusa-se a cumprimentar as visitas? Num primeiro contato é envergonhado? Sempre que o repreende fica com as lágrimas ao canto dos olhos? Tem medo de fantasmas e de dormi…