Pular para o conteúdo principal

SALIX ALBA E SALIX NIGRA - UMA MESMA FAMÍLIA, DUAS PERSONALIDADES


SALIX ALBA / A mãe da aspirina.

Aqui falamos do salgueiro branco e sua tintura mãe. Seu uso maior se dá nas convalescências demoradas, prolongadas. Nas febres intermitentes onde o aparelho digestivo fica lento e fraco.  

O uso dessa tintura é contra indicado para quem problemas com aspirina/acido acetil salicínico

O salgueiro “alvar” ou salgueiro branco como é conhecido, tem como um dos principais princípios ativos a salicina e a saligenina, que possuem identidade química incontestável com o ácido salicílico. 

Assim sendo usar o salgueiro para as febres sempre fez sentido para a medicina popular. 

As ações mais importantes da salicina são como analgésico, antipirético e antiinflamatório, provavelmente por bloqueio da produção de prostaglandinas, substâncias que exercem um papel fundamental na dor, além de permitir também um controle da hiperexcitabilidade nervosa. A salicina também é útil no tratamento das cólicas, principalmente, daquelas que se originam por uma liberação de prostaglandina, no caso das dismenorréias. O reverendo Stone, “redescobriu” as propriedades da casca do Salgueiro e as descreveu de forma científica, isso aconteceu em 1763. O princípio ativo, batizado de salicina ou ácido salicílico foi isolado em 1828 pelo farmacêutico francês Leroux e pelo químico italiano Piria.



Uma das plantas mais antigas reconhecida como antiinflamatório é o Salgueiro, ou Chorão, a Salix alba. Quem não há viu num filme que retrata os tempos antigos de reis e rainhas. Hipócrates, considerado o pai da medicina já sabia no século V antes de Cristo, que essa planta aliviava dores e diminuía a febre. O Egito e os povos Assírios também a utilizavam. Nos Estados Unidos usavam-na para cefaléia, febre e reumatismos, utilizando para esse fim, as suas cascas. Ainda é comum encontrar cascas para vender em feiras de produtos naturais.

Seu uso mais comum, entretanto se faz na Homeopatia Vegetal, “tintura mãe” com o uso da tintura mãe. Não costuma brigar com nenhum outro medicamento homeopático descrito. É sempre um bom coadjuvante e um importante amigo especialmente em tempos onde existe a não adaptação do corpo a muitos medicamentos químicos ou pelo excesso do uso. 

SALIX NIGRA – O MODERADOR DOS DESEJOS




Eis o Salgueiro negro, ereto. Adocicado, quando floresce chama a atenção dos insetos que o desejam profundamente. São sempre belos, cheios de desejos, sonhos e atitudes voltadas para a excitação e o prazer sexual.

Essa personalidade por assim dizer passa da Tintura mãe e da Homeopatia Vegetal e é indicada na Ch 2 em diante. Os pensamentos e fantasias eróticas, muitos e sempre, é uma força sexual contínua. Ninfomania e histeria. Nervosismo. Em Salix Nigra dói o couro cabeludo, a raiz dos cabelos por assim dizer, dói os olhos ao menor tato, assim como a pele do corpo todo. O músculo dói, sendo assim sua tendência é a de deitar e dormir.




Salix nigra é bastante uado para tratar de inflamações na gengiva, dores nas gengivas e para o tratamento de diarréias comuns e violentas. 








Segundo  "Vijnovsky - Homeopática Matéria Medica" existe Grande excitação sexual com sonhos eróticos, com ereções violentos, muitas vezes dolorosa, a droga controla o desejo sexual excessivo, como em tintura, em doses de 30 a 60 gotas (Boericke, Fearns) ou o 4 ou 5AC (Voisin ). 

Sem dúvida o ato sexual tem a maior das importâncias quanto a essa personalidade. A Masturbação é constante, entretanto não apresenta as feições de uma pessoa tola ou vulgar, é sensualidade a flor da pele e por talvez por esse motivo sua pele venha a doer – encostou arrepia.

 Nos homens existem as poluções noturnas, são muito comuns e mesmo que Salix Nigra sonhe muito, pode acontecer sem que tenha sonhado. Adivinha com que sonha? Sexo, principalmente as mulheres, com grande excitação sexual antes e depois da menstruação. Se houver coceira na vagina no período menstrual, aumenta seu desejo por sexo. Aumenta a temperatura das coxas, acorda a noite sonhando com sexo e se estiver no meio da menstruação pode até ser mais forte. Se essa menstruação for acompanhada de dolorimento dos ovários ou de menorragia, a excitação continua grande.  

Metrorragia de miomas uterinos – Vijnovsky.

É comum essa personalidade sofrer de Gonorréia aguda e virá com muita excitação sexual. Nos homens a dor nos testículos. 

Outra dor fácil de detectar é a lombosacral que o faz andar sempre devagar.



Salix Nigra sonha muito e sempre, se excita sexualmente sempre, a masturbação parece ser se alvo e o nervosismo é sempre de origem sexual.
Por esses motivos ficou conhecido como moderador sexual, especialmente nas histerias femininas e na violência sexual masculina. É a personalidade que pensa com o pênis ou com a vagina ou ainda o moderador dos desejos.

Homeopatas dos Pés Descalços


Postagens mais visitadas deste blog

IGNATIA AMARA - A CHAVE DO EQUILÍBRIO

IGNATIA AMARA  E A SUA PERSONALIDADE HOMEOPÁTICA
O excesso de luz cega a vista.
O excesso de som ensurdece o ouvido.
Condimentos em demais estragam o gosto.
O ímpeto das paixões perturba o coração.
A cobiça do impossível destrói a ética.
Por isso, o sábio em sua alma
Determina a medida de cada coisa.
Todas as coisas visíveis lhe são apenas
Setas que apontam para o Invisível.

(Tao-Te King, Lao-Tsé) Lao Tsé não tinha conhecimento de homeopatia, mais permeou o mundo das observações de forma intensa e clara, ajudou a dar uma nova visão ao ser humano e até hoje seja no oriente quanto no ocidente, viaja nas mentes de muitos. Ao ler seu pequeno texto a uns bons anos atrás e já com alguma bagagem de filosofia homeopática, me deparei com este, acima citado. Para mim a tradução mais poética de uma personalidade Ignácia. Homeopatas dos Pés Descalços 

Citemos Allen - "As pessoas mentalmente e fisicamente esgotados por uma dor concentrada e prolongada" (Allen) ou ainda "A alteração das condições …

GELSEMIUM - O REMÉDIO DAS GRANDES SENSIBILIDADES

PERSONALIDADES HOMEOPÁTICAS MAT. CEDIDA POR ELISA MACIEL COSTA/ESP.EM HOM/ACUPUNTURA/FITOTERAPIA

Pessoas com grandes fraquezas, com intensa prostração física e mental, chegando ao embotamento cerebral. Medo de cair e de adoecer[*] Histeria e neuroses, comoções e maus efeitos do medo, o remédio das grandes sensibilidades. Sonolencia dos estudantes, as mulheres apresentam  rouquidão durante a menstruação. Sente-se incapaz de enfrentar a vida cotidiana, Incapacidade para assumir responsabilidades, nervosismo de "ator", medo de exames dos estudantes, de aceitar novas tarefas. Evita as aflições da vida. É muito utilizado nas febres agudas ou intermitentes em que há um desejo absoluto de repouso. Na sua grande maioria apresenta ausência de sede, sem calafrios ou suores, piorando à tarde. Seu uso facilita o parto em situações de rigidez do colo uterino e alivia as cólicas menstruais muito fortes.  Apresenta fisicamente uma enorme falta de tônus muscular, torpor, lassidão e tremores, Par…

LYCOPODIUM CLAVATUM

LYCOPODIUM – o medo do conflito
Lycopodium é sem sombra de dúvida, uma das matérias médicas mais extensas dentro da homeopatia e mais interressantes também. Esse indivíduo tem as fases da sua vida bem marcadas, pois apresenta um grande estado distinto entre a infância, a idade mediana e sua idade mais avançada.
Entretanto o Lycopodium se encontra envolto pela covardia, tanto social, moral e física, o que permite ao homeopata analisar de forma cuidadosa essa personalidade, tendo em vista sua enorme capacidade de ser extrovertido, amigável e corajoso, qualidades essas opostas da sua real condição.
Por medo do conflito, Lycopodium foge covardemente.
Seu maior amor será pelo poder e com certeza irá chorar quando for homenageado. A criança Lycopodium
Quando alguém vai a sua casa o seu filho refugia-se por trás dos cortinados ou recusa-se a cumprimentar as visitas? Num primeiro contato é envergonhado? Sempre que o repreende fica com as lágrimas ao canto dos olhos? Tem medo de fantasmas e de dormi…