Pular para o conteúdo principal

MEDICAÇÕES COMPLEMENTARES - 2º PARTE

Dando seguência, mais um grupo de complementares, diferenciais e em ITÁLICO, alguma medicações mais observadas por nós. Ou pela semelhança ou epla diferenciação.

MEDICAÇÕES COMPLEMENTARES/DIFERENCIAIS e algumas observações: 2ª Parte.

Medicações

Observação

Cina austríaca é complementada por Ignácea, Pul, Rhus, Platina, China, Silícia, Calc.,Nux Vômica, Stan.

Vale a pena prestar atenção em: Cham, Stram., como medicação diferenciada.

Euphrasia officinalis – Mercúrio e Sulphor.

Diagnóstico deferencial de: All-c, Puls e especielmente Sabad.

Bacillinum – tem como complementares: Calc., Phosph., Lachesis, Kali carb.

Tuberculinum de Koch. – segundo o Dr Nilo Cairo esse diagnóstico diferencial é de muita valia e deverá se prestar muita atenção.

Benzoicum acidum – essa matéria pode ser confundida facilmente com Sabina, Nitric. Acid., Tropoeolum...

Dar atenção em Garden Nasturtium – pela urina fétida.

Ammonium carbonicum – Pulsatilla, Bry, Belladonna, Lyc, Rhus, Sépia, Sulphor, Phosph, Verat.

Observação diferenciada Carbo veg., Kalí–c., Ant-t. Seu inimigo é Lachesis.

Calc-p, Pulsatilla, Sépia e Sulphor complementam Zincum metallicum.

Agar, Ars-i, Calc-p, Causticum, Cicuta, Hell, Lach, Nit-ac, Rhus-t, Tarêntula, Tuberculinum, Veratrum são seus diferenciais.

Crotalus horridus poderá ser complementado por Carb-v, Lycopodium.

Diferencie essa medicação para não confundi-la com: Bapt, Both, Carb-v, Crot-c, Ham, Lachesis, Mill, Pyrogenium, Sec, Sul-ac

China officinalis

Diagnóstico diferenciado com Chelidonium (arrotos constates e sem alívio, dores na vesícula) e Bryônia (pressão, toque e movimento).

Coffea Cruda – Acônito é seu complementar. Já medicações como Nux-v, Lyc, Sulphor e Opium, Phosphorus e Belladonna, lhe seguem bem.

Diagnóstico Diferencial: Staphisagria: às vezes é muito difícil essa diferenciação. Medhorinum: Pensamentos acelerados durante o dia ou antes de dormir.
Chamonila: malévolo, maldoso. *
Farmácia Dias da Cruz

Cuprum metallicum – Medicação Complementar: Calcárea. Arsenicum, Belladonna, Apis, Stramonium, Causticum, Pulsatilla, Iodum, Veratrum, Hyosciamus e Zincum podem segui-lo bem.

Observar a diferenciação entre Art-v, Bufo, Causticum, Cicuta, Hyos, Oena, Opium, Plb, Zincum e Cuprum.

Drosera rotundifolia – a medicação que a complementa pode ser: Nux-vomica, Veratrum, Carb-v e Sulphor.

Coc-c, Ipeca, Rumx, Sponglia são seus diferenciais na hora de diagnosticar, entretanto se atente para Sponglia.

Gelsemium sempervirens - Argentum-n e Sépia o complementam.

Observar como diagnóstico diferencial especialmente Silicea e Lycopodium, alem de Stann., Mur-ac, Ph-ac e Ambra Grisea.

Hepar Sulphur – Tem por complementares Calendula, Iodum, Lachesis, Merc, Psorinum (um dos maiores), Silicea.

Diferencial com: Ars, Calc, Calc-s, Cham, Coffea, Nit-ac, Psorinum, Silicea.

Glonoinum – Belladona e Sulphur.

Belladona, Lachesis, Meli, Pulsatilla, Sanguinária, Sulphur, Veratrum-v.

Natrum Muriaticum - Apis, Arg-n, Bryonia, Caps, Eupatorium-per, Ignácia, Kali-c, Lyc, Sépia, Tuberculino, são seus complementares por excelência.

Observação diferencial  entre Aurum, Bor, Ignácia, China, Causticum, Nat-c, Nat-s, Sépia.

Graphytes - Argentrun-n, Ars, Causticum, Ferrum, Hep, Lycopodium, Sulphor, Tab, e Tuberculinum o complementam.

Análise Diferencial: Ant-c, Baryta-c, Calc-m Ferr, Olnd, Petr, Psorinum, Pulsatilla, Sulphor.

Hyosciamus Níger – Pulsatilla complementa essa medicação.

No diagnostico Diferencial vale a pena ver: Belladonna, Bufo, Gal-ac, Gelsemium, Lachesis, Lyss, Oena, Stram, Veratrum.

Hypericum perforatum

Medicações mais próximas: Arn, Ledum, Mez, Nat-s, Rhux. Tox.

Nitri acidum – Suas medicações complementares são vastas: Ars, Arum-t, Calad, Calc, Cann-i, Kali-c, Lac-c, Lyc, Rhus-t, Sépia, Syphilllinum, thuya.*Dias da Cruz.

Agaricus, Ars, Graph, Kreos, Lyc, Mercurio, Nux-v, Rat, Sulphur.

Nux vômica - Bry, Calc, Cham, Con, Kali-c, Phos, Puls, Sep, Sulphor. No caso de Nux Vômica seus complementares são muito usados.

Asar, Aurum, Bryonia, Cham, Coloc, Grat, Ignacea, Lil-t, Lycopodium, Med, Sépia, Strych, Stramonium, Sulphor.

Mercurius Solubilis - Aurum, Ars, Bad, Belladonna, Hep, Pulsatilla, Sep, Sulphor, Thuya, Tuberculino.

Aluminum, Kali-br, Mang, Meli, Nat-m, Nit-ac, Plb, Pulsatilla, Silicea, Syph.

Magnésia phosphorica – Medicação complementar: Tuberculinum. (isso é um alerta para essa personalidade).

China, Colocyntus, Mag-m, Nux-v.

Kalium phosphoricum – Causticum e Mag-p. são as medicações que o complementam.

China, Ferr-p, Lec, Mur-ac, Nat-c, Nux-v, Phos, Pic-ac e Sépia perfazem a lista dos diferenciais.

Ledum palustre - Arsênicum, China, Sepia, Sulphur, Ther, Tuberculinum, são complementares.

Apis, Arn, Guaj, Hypericum, Pulsatilla, Sul-ac, Vip.são diagnósticos diferenciais.

Psorinum – Tem como Medicação complementar: Bac, Sépia, Sulphur, Tuberculinum.

Silicia, Sulphur, Tub.; Aurum, Ars, China-s, Graphites, Mez, Petr, são medicações que devem diferenciar o diagnóstico.

Rhus toxicodendron - Seus complementares são: Bell, Bov, Bryonia, Calc, Calc-f, Causticum, Lyc, Mag-c, Med Phos, Phyt, Pulsatilla, Sulphor, Tub.

Vale a pena ver como med. Diferencial: Bryonia, Calc, Calc-p, Cimic, Ferr, Ran-b, Rhod, Rad-br, Ruta, Stell,Tuberculinum.

Spigelia anthelmia – Medicação Complementar: Arsênicum, Sponglia.

Diferencial: Cact, Bryonia, Kalm, Lach, Lat-m, Naja, Sponglia.

Phosphoricum acidum – Medicação Complementar: China, Ignatia, Sulphor.

Diferencial: Aurum, Gelsemium, Hell, Ignatia, Mur-ac, Pic-ac, Selenio, Sepia.

Valeriana officinalis – Seus complementares são Pulsatilla e Phosphorus.

Para fazer a diferenciação das medicações observe: Asafoética, Ignatia, Croc, Castor, Amm-valer.

Guia da Medicina Homeopática - Nilo Cairo. - Matéria Médica Homeopática - W. Boericke.- Manual de Matéria Médica para o Clínico Homeopata - H. Voisin. - Tratado de Matéria Médica Homeopática - Bernardo Vijnovsky.- Homeopatia: Ciência e Cura - George Vithoulkas.- Matéria Médica Homeopática - James Tyler Kent.- Repertório de Homeopatia – Ariovaldo Ribeiro Filho.

 Homeopatas dos Pés Descalços

Postagens mais visitadas deste blog

IGNATIA AMARA - A CHAVE DO EQUILÍBRIO

IGNATIA AMARA  E A SUA PERSONALIDADE HOMEOPÁTICA
O excesso de luz cega a vista.
O excesso de som ensurdece o ouvido.
Condimentos em demais estragam o gosto.
O ímpeto das paixões perturba o coração.
A cobiça do impossível destrói a ética.
Por isso, o sábio em sua alma
Determina a medida de cada coisa.
Todas as coisas visíveis lhe são apenas
Setas que apontam para o Invisível.

(Tao-Te King, Lao-Tsé) Lao Tsé não tinha conhecimento de homeopatia, mais permeou o mundo das observações de forma intensa e clara, ajudou a dar uma nova visão ao ser humano e até hoje seja no oriente quanto no ocidente, viaja nas mentes de muitos. Ao ler seu pequeno texto a uns bons anos atrás e já com alguma bagagem de filosofia homeopática, me deparei com este, acima citado. Para mim a tradução mais poética de uma personalidade Ignácia. Homeopatas dos Pés Descalços 

Citemos Allen - "As pessoas mentalmente e fisicamente esgotados por uma dor concentrada e prolongada" (Allen) ou ainda "A alteração das condições …

GELSEMIUM - O REMÉDIO DAS GRANDES SENSIBILIDADES

PERSONALIDADES HOMEOPÁTICAS MAT. CEDIDA POR ELISA MACIEL COSTA/ESP.EM HOM/ACUPUNTURA/FITOTERAPIA

Pessoas com grandes fraquezas, com intensa prostração física e mental, chegando ao embotamento cerebral. Medo de cair e de adoecer[*] Histeria e neuroses, comoções e maus efeitos do medo, o remédio das grandes sensibilidades. Sonolencia dos estudantes, as mulheres apresentam  rouquidão durante a menstruação. Sente-se incapaz de enfrentar a vida cotidiana, Incapacidade para assumir responsabilidades, nervosismo de "ator", medo de exames dos estudantes, de aceitar novas tarefas. Evita as aflições da vida. É muito utilizado nas febres agudas ou intermitentes em que há um desejo absoluto de repouso. Na sua grande maioria apresenta ausência de sede, sem calafrios ou suores, piorando à tarde. Seu uso facilita o parto em situações de rigidez do colo uterino e alivia as cólicas menstruais muito fortes.  Apresenta fisicamente uma enorme falta de tônus muscular, torpor, lassidão e tremores, Par…

LYCOPODIUM CLAVATUM

LYCOPODIUM – o medo do conflito
Lycopodium é sem sombra de dúvida, uma das matérias médicas mais extensas dentro da homeopatia e mais interressantes também. Esse indivíduo tem as fases da sua vida bem marcadas, pois apresenta um grande estado distinto entre a infância, a idade mediana e sua idade mais avançada.
Entretanto o Lycopodium se encontra envolto pela covardia, tanto social, moral e física, o que permite ao homeopata analisar de forma cuidadosa essa personalidade, tendo em vista sua enorme capacidade de ser extrovertido, amigável e corajoso, qualidades essas opostas da sua real condição.
Por medo do conflito, Lycopodium foge covardemente.
Seu maior amor será pelo poder e com certeza irá chorar quando for homenageado. A criança Lycopodium
Quando alguém vai a sua casa o seu filho refugia-se por trás dos cortinados ou recusa-se a cumprimentar as visitas? Num primeiro contato é envergonhado? Sempre que o repreende fica com as lágrimas ao canto dos olhos? Tem medo de fantasmas e de dormi…