Amigos do Blog

Pesquisar este blog

domingo, 31 de outubro de 2010

PERSONALIDADES HOMEOPÁTICAS, O QUE SÃO?

NOSSA PERSONALIDADE, NOSSO CAMINHO..

As personalidades homeopáticas fornecem a forma básica para que o homeopata em conjunto com o paciente, venha a delinear a pintura inicial do tratamento. Se ao notar alguma irritabilidade a mais, um desconforto com o meio em que vive, uma reação acima do que deveria ser, se perceber situações cotidianas que se repetem sem com que você tenha forças para mudá-las, se sente mais frio ou mais calor que os outros, se sente repulsa ou aversão a algum alimento específico, esse já é um bom motivo para procurar um homeopata. Esses sintomas significam que alguma coisa dentro de nós não está indo muito bem e que em algum momento pode alterar nosso estado de saúde física. A Homeopatia cuida do equilíbrio corpo e mente juntos. Diferente para cada um.

O desequilíbrio da energia vital ou da força interna, com queiram chamar, tende a se aprofundar no organismo, se transformando em doença – fisicamente é assim que o desequilíbrio se manifesta.

Nós os seres humanos nunca adoecemos num determinado órgão do nosso corpo apenas, não existem áreas isoladas. Não se separa o corpo da mente. Qualquer sintoma, por mais simples que se apresente, significa um desequilíbrio para todo o nosso organismo.  Por isso somos um.
As pessoas podem mudar, os desequilíbrios também. Quando de uma consulta perguntamos: “DO QUE TEM MEDO?” Algumas vezes são respostas vagas, outras enormes e detalhadas, diversas são precisas e tem sempre alguém que rapidamente diz: “NÃO TENHO MEDO DE NADA”. Para cada uma dessas respostas, existe uma pintura, um quadro, uma matéria médica, um ponto que torna o indivíduo único. Até a não NÃO existência de algo é um sinal.

Samuel Hahnemann em sua doutrina homeopática afirmou não haver doenças e sim doentes. Isso possibilita que dois indivíduos os mais com o mesmo diagnóstico de doença, recebam medicamentos homeopáticos diferentes, devido a suas personalidades homeopáticas. 

Aí você me pergunta: E se por ventura duas pessoas receberem o mesmo medicamento para o mesmo diagnóstico de doença? Isso significa que elas tem a mesma personalidade?

NÂO. Isso significa que por alguma razão, existe uma conjunção de fatores que se assemelha muito. Pessoas que sofreram abusos físicos e sexuais, remanescentes de acidentes e guerras, histórias de separação familiar bastante parecida, indivíduos que possuam quadro clínico epidêmico e assim por diante. Mesmo assim a reação dificilmente será igual, a resistência física e a capacidade emocional de reação sempre são diferentes, o que muda a dosagem da medicação, a hora de aplicação, enfim, a posologia em geral. Resumindo, não existe receita de bolo. 

Desequilíbrios ou doenças diferentes poderão ter como base a administração de medicações iguais e promoverem a cura da mesma forma. 

O mais belo da Personalidade homeopática é que sua análise, pesquisa e observação, distribuem a responsabilidade de cura de uma forma conjunta. O paciente acaba por procurar um aprimoramento maior da sua auto-observação e o homeopata desenvolve a capacidade de compreender e observar de forma minuciosa todas as cores dessa pintura.
Resumindo: A consulta homeopática é um quadro pintado a dois e as Personalidades Homeopáticas são a palheta de tinta que irá possibilitar a escolha de várias nuances. E essa pintura, esse quadro é único.

É claro que existem hoje, basicamente três realidades dignas de distinção:

A primeira delas é a realidade epidêmica ou de surto. Ex: a dengue, cólera. A medicação deve e pode ser distribuída a todos de forma igualitária. Não a tempo de individualizar.

Outra realidade é a do paciente que conhece a Homeopatia e seu tratamento único, sua pintura e chega a usar homeopatias diferenciadas, baseadas apenas em sintomas emergenciais. 

A terceira é banalizar a Homeopatia como Composto Homeopático e pronto. Remédio de balcão. Isso pode até apresentar um ponto positivo à primeira vista, já que se excluem medicamentos pesados e cheios de reações adversas, entretanto esse procedimento sendo efetuado de forma única pode camuflar sintomas sérios de desequilíbrios severos e apenas fazer com que a doença física ou mental cresça de forma camuflada. AUTO MEDICAÇÃO SEMPRE É UM RISCO.

Um ponto grave da desinformação é de que em face a um acidente de carro por exemplo, ou um diagnóstico de câncer, uma gastrite, enfim, a Homeopatia ou a Fitoterapia ou mesmo a Naturopatia deva ser abandonada em detrimento exclusivo de um tratamento ortodoxo. Mais uma vez fica o alerta. Somos únicos, mais não somos feitos somente de um tipo de barro. Melhorar, observar e mudar os nossos hábitos ruins é um grande avanço e o segredo tão claro para vivermos melhor com o que somos, quem somos e o que queremos.

Homeopatas dos Pés Descalços.

HYOSCIAMUS - Personalidades Homeopáticas.

Hyosciamus
Personalidade homeopática

A medicação da grande inferioridade sexual.

 O que faria ele adoecer? Quais seriam os pontos fracos de um Hyosciamus? Antes do surto final, largamente conhecido por todos, como seria essa pessoa, o que a faria comum e peculiar ao mesmo tempo. Vontade de vingança? Quantos não programaram a morte do amante e quantos não executaram? Quão doloroso deve ser a pessoa ser traída e não conseguir sair da relação por amar demais?
Hyosciamus é um coletivo de repressão sexual e de medo, juntos. Um não caminha sem o outro.
Fraqueza definiria o fato de um hyoscimus não adimitir nunca que o problema ou o erro é dele, sempre alguem o forçou a fazer ou a ser e por isso, ele agora faz. Isso é fato. Ou seja, o srº desculpa pra tudo.
A mulher quando traida sempre se sente um lixo, usada e jogada fora e o homem perde sua potencia pois se sente comparado e vencido. A cultura dos povos fez isso, o macho que perdeu para outro mais viril...isso justifica dar uma noite de prazer inesquecível, falar e fazer coisas que nunca fez pois o problema é que não ensinaram a ele, não deixaram que ele fosse inesquecível, agora ele quer estravazar, ficar livre.

Relato de um caso:

Uma mulher de 56 anos, tida como louca e muito pobre (Justina da Silva – justina de justiça e Silva porque achou bonito), nunca teve registro e conseguimos registra-la para que ganhasse uma pensão do governo e se sustentasse. Teve uma filha, hoje com 30 anos e com os mesmos sintomas da mãe (Luzimar da Silva – Luz de luz divina e mar porque nunca viu um e acha lindopor causa da imagem da santa na água), uma neta com 16 anos (Paula da Silva – Paulo, por cqusa de são Paulo) drogada e protituta, atualmente presa na detençao de menores por roubo, prostituição e tentativa de assassinato. Nos surtos a Justina joga pedra nos outros,exeto em mim ou na minha mãe, somos uma espécie de santidade pra ela, não sei porque, mais comida ela só pega da nossa mão, se não estivermos ela passa o dia sem comer. Vai a igreja todos os dias e já chegou e gastar todo o seu salário em imagens de santo pra mim e pra minha mãe.

Há dez anos atrás eu busquei a Justina pela primeira vez nua em pelo na rua e anteriormente minha mãe o fez várias vezes. A espuma branca no canto da boca, o choro com lamúrias e sentido mais sem lágrimas, querer tocar os meus seios para comparar aos dela, os olhos como de lach. Vidrados e fixos, são de dar medo, a fala enrolada e etc...em muito a Justina já melhorou com essa medicação, entretanto falta a ela condições adequadas de vida e tratamento.

Hyociamus tende a passar esse referencial de família e se a construção familiar for de difícil ascesso (como no caso dela), as melhoras são parciais, não se sabe quando começou e porque, a filha, ao que tudo indica foi gerada por estrupro e a neta também.

Pedem perdão a Deus até nos miléssimos de segundo que estão entre a loucura e a perfeita sanidade, entretanto não suportam nada apertanto, se sentem amarrados.

A repressão sexual tem sido um fator de grande importancia para a locura atual, entre a santa e a pecadora, as mulheres vítimas de violência se encontram com um quadro de hyociamus bastante claro e cada vez mais comum, como as “meninas", quase crianças espalhados por esse Brasil  a fora, sem ajuda, sem estudo, sem saúde mental e social, se entregam a prostituição cada vez mais cedo. Uma verdade seja dita, se ninguem encostar fisicamente num hyciamus, ele não se torna violento.

Os medos constantes e a sempre queixa de fadiga e cansaço também são muito comuns. Hyociamus tem medo da água e do barulho da água...uma fonte ou uma música de relaxamento com o som de água o deixam muito incomodado. Comer e beber, hyociamus é sempre muito desconfiado, mesmo longe da crise, ele cheira a comida, pega um pedacinho e põe na boca, acha que de início a comida pode estar estragada e etc... mais tarde na crise vem o medo de envenenamento.

A sensação de opressão vem na visão com a imagem das coisas num tamanho muito maior do que elas tem, tão presente quanto a mania de infinitos bichos de origem pesonhenta, como se ele os comandasse (ele sempre foi mandado, sempre fizeram e deram as ordens por ele) agora ele manda e do mesmo jeito que o corrigiram ele o fara, violentamente se possível.

Hyociamus não se importa se está sentado sobre as próprias fezes ou urina, ele não as percebe e isso não o encomoda, não são pessoas que se sentem sujas e inteligentes, são sujas e embotadas, confusas e extremamente excitáveis.

Outra primícia de hyociamus é que sua sede é insaciável , mesmo depois de muito beber água – ele não tem tendencia ao alcoolismo, mesmo que muitos homeopatas o recomendem    insônia no alcoolismo agudo, ele não precisa de ajuda para se exibir nessa fase da doença, ele não tem nenhum pudor físico ou verbal – ele prosta com um cansaço enorme e grande dilatação abdominal. Assim é no sexo, como não existe hyosciamus sem exitação sexual, seu estado de prostação é enorme.

Muitos jovens hoje de classe média e alta deveriam ser observados mais de perto com hyociamus, falam de sexo e de vantagens sexuais o tempo todo, depois de uma música mais colada perguntam se as meninas estão molhadinhas, mostram-se quase nús para chamar a atenção e vivem mexendo nos seus orgãos sexuais. Por sua vez as meninas se desnudam e oferecem seus corpos com uma rapidez e tranquilidade enormes, discutem quando chamadas a atenção e o mais preocupante, essas pessoas mesmo jovens e com condições, possuem o raciocínio lerdo e embotado. Como na maioria das descrições das personalidades homeopáticas, existem sintomas claros de doenças severas e progressivas. A atenção e o zelo no diagnóstico desses casos quase sempre são tardios. Não importa a classe social, Hyosciamus é uma personalidade cada vez mais comum.

Homeopatas dos Pés Descalços.

SERVE PRA QUE?


 Dois assuntos delicados: os desmaios e os distúrbios da pressão, ambos merecem atenção redobrada. Os desmaios por serem um assunto que até pouco tempo era atribuído a frescura de mulher e os distúrbios de pressão por serem capazes de alterações severas em vários órgão.
 Nossas recomendações são para as emergências. Os tratamentos acoplados são interresantes no sentido de ajuda para melhor avaliação do seu médico e uma melhor qualidade de vida.

Desmaios, Síncopes nervosas ou desfalecimentos:

Arsenicum álbum CH 6: Ocorre por reações bruscas  ou repentinas. Após crises fortes de vômito ou diarréia. Os desmaios de um Arsenicum são frequentes, devido ao alto grau de irritabilidade e ao mesmo tempo de sofrimento, entretanto eles têm uma hora para acontecer, ou é perto da meia noite ou logo pela manhã. 

Ignatia CH 6: Desmaio por origem emocional. A excitação, o susto, a histeria, ou seja, o emocional da Ignácia é que causa os desmaios. Sempre a origem é emocional. Aquele que reage histericamente a morte de alguém, uma notícia de perda ou qualquer coisa que a faça perder o centro, entretanto sempre com histeria.

Pulsatilla CH 5: O desmaio sempre aparece em locais fechados, teatros, igrejas, festas. Local aonde existe muita movimentação de pessoas, muito fechado e pouca ventilação. Pessoas que desmaiam em meio a tumultos e não conseguem reagir. Nas parturientes são os desmaios na hora do parto, sempre vem acompanhado de muito choro.

Os distúrbios da pressão arterial. (alterações arteriais são quadros severos, devem ser tratados como tal. Nunca dispense exames clínicos e acompanhamento adequado)

Belladona CH 6: Como tudo em Belladona, tem de ser brusco, quente e acompanhado de dor. O corpo pulsa, as pupilas dilatam, o sangue sobe e o rosto se avermelha. 

Tabacum CH 5: apesar do nome, o que leva muita gente a pensar no tratamento anti fumo, essa medicação na verdade se apresenta como um regulador da pressão arterial. Cuida tanto da Hipo, quanto da Hiper. Usa-se em casos indefinidos até a devida atenção emergencial. 

Homeopatas dos pés descalços.

sábado, 30 de outubro de 2010

AURUM METÁLICUM - o velho Aurum e o novo mundo

Aurum Metalicum
Personalidade Homeopática

HOMEOPATAS DOS PÉS DESCALÇOS. 

Ouro, acrescento que para os ciganos o ouro é um metal mais que precioso. A muito se usa ouro nos dentes para prevenir a infecção e evitar problemas nos dentes. Quando alguém é acometido de raiva, por exemplo, dentro de comunidade cigana, dá-se água fervida de uma pepita de ouro por 5 anos para quem tem tétano ou quando a loucura acomete aquela pessoa com o desejo de tirar a própria vida. Todo sábio e toda matriarca sabe que o ouro ilumina a escuridão ou cega o juízo, como na cultura cigana todos desde cedo são educados a não acumular bens acima do que pode conter, o ouro acaba sendo um bom amigo.

Sem sombra de dúvida, Aurum é uma das medicações de ação mais profunda da matéria médica. Muito usado pelos Árabes na Idade Média por causa do sentimento de indignação e desespero. (Dr. Nilo Cairo/ vol. I – pág. 189)

Doenças do mundo moderno e o velho Aurum

A doença mais ligada a essa medicação no campo da psiquiatria /psique humana é a Antropofobia - Para a Psiquiatria, a antropofobia é a fobia de pessoas e da sociedade. É uma das características típicas do fóbico social. A doença está descrita no catálogo da Classificação Internacional de Doenças.

PSICASTENIA - Forma de psicose com fases de medo, ansiedade, sensação de incapacidade e perda da personalidade, fraqueza intelectual e tendência mórbida para dúvidas e hesitações. A psicastenia é uma afecção mental muito difundida que se caracteriza por uma redução na tensão psicológica e cujos principais sintomas são a depressão física e moral, um sentimento de falta de alguma coisa e perda do sentido da realidade, com uma tendência patente às obsessões, às manias e aos fenômenos ansiosos.

Cabe salientar aqui as anotações mais predominantes no mental de aurum: 

1.   Seu sintoma mental proeminente e característico é a melancolia com tendência ao suicídio,
2.   Entretanto a Loucura, o desespero, o desgosto, a depressão, o cansaço da vida e o título de inconcreto lhe caem como uma luva.

Visto esse pequeno presente nos dado por Freud, juntamos o aurum a doenças da modernidade.

Mais porque essa colocação? A muito tenho ouvido críticas sobre a ineficiência do ouro como medicamento e sua substituição por medicações mais “atualizadas” cientificamente. Alguns homeopatas colocam a medicação num patamar tão alto que se tem medo de usá-lo. Enfim, atualmente os Biomédicos, mesmo a contragosto dos médicos, estão retomando o uso do ouro para o tratamento das doenças acima citadas e com o aval de muitos psiquiatras da linha mais moderna, graças a Deus.

No campo das ansiedades o aurum tem a o tipo de Ansiedade de consciência, ou seja, a Ilusão de ter negligenciado seus deveres, feito errado, de que tudo irá fracassar, ele se acha inadequado para o mundo.
As contradições

Em contra partida, aurum é sério, sensível, refinado e educado como um lord. Extremamente responsável, ele possui metas que brilham alto. É consciencioso e correto.
Ele alcança alta posição na sociedade e trabalha duro pra isso, é calado e reservado.
Na doença ele se apresenta inerte e de memória fraca, os transtornos por pena, por reveses nos negócios lhe dão o sentimento de vingança e de abandono, pois aurum se suicida por dor, ele deseja morrer.

Seu gosto por músicas clássicas, suaves e religiosas são o oposto ao seu temperamento explosivo.

A profundidade dos sentimentos de aurum alcança os carcinomas, as dores de cabeça no fundo do olho direito ou na raiz do nariz. O gosto ácido do metal lhe vem à boca.
O gosto alimentar de aurum é pesado, o oposto da leveza que ele apresenta quando sadio. Pão, doces, leite e álcool.
Por ser extremamente reservado, suas dores pioram à noite e são sempre profundas, como sua personalidade: são atrás do externo, endurações, gânglios inchados, dores ósseas, carcinomas. Moléstias de figado e cardiopatias masculinas com endurecimento dos testículos e nas mulheres as deficiências útero ovarianas.

Quando a doença se apresenta na adolescência, nota-se o desejo sexual aumentado com muito uso da masturbação, testículos retidos (1º REM. Rm.) e testículos diminuídos. Quando criança, a característica débil, apática e de memória fraca.
Tudo para  aurum piora à noite.

“Colocações muito importantes em se tratando de Aurum e que por sua reserva ser grande, ele acaba falando e achando que não está contando muita coisa importante:

1.      Estou cansado da vida.
2.      Vai chegando à noite as dores pioram.
3.      Costumo gemer a noite, mas acho que é da dor.

A esterilidade de aurum possui depressão moral/incapacidade/inferioridade.

CONIUM MACULATUM - A personalidade homeopática na prática.

Compreender e entender a personalidade de um indivíduo próximo a nós é uma forma de carinho, atenção e amor. Isso pode ajudar e muito na construção de um mundo melhor, de melhor avalizarmos doenças e situações. Somos responsáveis por nós mesmos e co adjuvantes na vida dos outros a nossa volta. O caso de Conium é especial porque é atual, tumores sólidos. Graças a Deus os grupos de auto ajuda a portadores de cancêr e suas variáveis vem aumentando muito e já podemos ver muitos resultados.
Essa matéria foi solicitada por um e-mail desconhecido de uma mulher que nos pediu para saber mais sobre a medicação. Esperamos ter ajudado, entretanto se você acredita conhecer alguem nesses padrões sem o início da doença ainda, ou mais avançado, procure ajuda, procure um Homeopata, faça todos os exames e se preciso procure outras ajudas terapêuticas. Muito pode ser feito se fizermos em conjunto. Acredite sempre que é possível.

um grande abraço,

HOMEOPATAS DOS PÉS DESCALÇOS


CONIUM MACULATUM

Tumor sólido/Personalidade física e emocional de Conium Maculatum.

Dureza e rigidez são de forma clara as principais denominações de Conium. Delas toda a expansão de mente nessa corrente de pensamento ou energia se torna destruídos.
Sua expansão é nociva, porque não possibilita crescimento fértil e sim o crescimento mórbido, aquele que não se remodelada, não organiza de forma clara e sim escura.
A pessoa que invoca e cultua a materialidade, pensa apenas em acumular, isso significa que tem um forte apego e por tanto suas idéias são fixas e rígidas. Os tumores de Conium são assim. Eles avançam em si mesmo, crescem em sua malignidade e em especial na sua rigidez física, não se movem, são tumorações.

A deterioração mental é corrosiva assim como o câncer. Ninguém simplesmente nasce assim, ele emoldura uma personalidade com o tempo e cresce em sua grande maioria em silencio. Por guardar muito, o Conium suprime sua melancolia profunda, suprime seus desejos sexuais, sua indiferença e sua depressão. Sufocam as alegrias e as florescências (em especial nas meninas perto dos períodos de iniciação da menstruação), maior fonte de ovários policísticos, essa personalidade é marcada pela absurda necessidade de se posicionar na vida adulta e de trabalho, viagens, dinheiro, jóias e poder.
O sonho das mulheres mudou e os ovários policísticos também. Na supressão dos sentimentos chegamos depois de um longo período a senilidade e na supressão da menstruação chegamos aos cistos em grandes proporções, impedindo muitas vezes a futura fecundação. Mais depressão e mais melancolia.

O ciclo vicioso permanece, pois esconder, ocultar e suprimir torna-se a essência do que futuramente se transforma em senilidade precoce ou envelhecimento precoce. A abstinência sexual das freiras foi muitas vezes estudada com um certo recado até que algum ginecologista optou por assim descrever as mulheres que não realizaram o sonho da gravidez. Ora, estando a gravidez intimamente ligada ao ato sexual totalmente proibitivo para elas.
Nos anos que se seguem o aumento dessas doenças ligadas a tumores sólidos tem alçado seu respaldo na qualidade de vida e principalmente nas opções que se faz. O conium envelhece antes da hora. Ele endurece, seja por religiosidade, visto que ele se apega a superstição exagerada, seja por poder.

O homem que reprime socialmente sua condição masculina desenvolve um desejo particular de posse. Sua companheira é uma de suas posses. Seu prazer é seu, portanto a rapidez em se satisfazer, sendo apenas ele o foco de desejo e satisfação avança fisicamente num quadro clássico de ejaculação precoce.
Suas predileções são claras por sal ou café, dois opostos marcantes, assim como pelos ácidos. Destilam acidez. Demonstram a marca única do sal ou necessitam de um café forte como eles. O grão do café é duro, a acidez trava e forma nódulos pela garganta, pelo estômago e rasga, o sal petrifica.
A personalidade de conium diz que o azul é vermelho e não permite que isso mude, com o tempo ele mesmo não sabe a diferença do azul e do vermelho e suas idéias se tornam vagas e confusas.
Muitos depressivos procuram ajuda, tentam achar um motivo, investigam, procuram ajuda, conium não, se o faz tem certeza absoluta de que interiormente não precisa mudar nada, é forte como uma rocha.
O homem por sua natureza já tende a colocar sua masculinidade no pênis, e o fazem ainda muito jovem, costumam se expandir, assim como o fazem com o estômago após a ingestão de leite (o leite acaba por ser um alimento ligado a infância e a carência). Por todo um período de séculos foi dado ao homem o perdão pelas pilhagens e por acumular coisas, pelo poder e por ter de ser sempre invencível, rígido e forte, por isso a depressão masculina é tão arrasadora. Não é por algo ou por alguém, é por si mesmo.

Quantos jovens tomam Roacutam hoje em dia por tumorações na face, principalmente na puberdade e quase sempre, salvaguardando aquelas que já cedo são vítimas de medicações errôneas que controlam seu sistema glandular e hormonal ainda bebês, são jovens com crises emocionais freqüentes, que sofrem por obter mais coisas e acumularem posses como seus pais, peles e rostos precisos, perfeitos, mundos perfeitos, meninas politicamente corretas e uma infinidade de novos casos de câncer de útero e ovário, nódulos ganglionares e ao cresceram, por volta dos 35 a 40 anos, são mulheres que engrossam a lista do câncer de mama. São homens com o crescente aumento do câncer de próstata.

O câncer devasta o corpo físico, a personalidade de conium cuida de se petrificar, endurecendo seus sentimentos e suas vontades mais intimas e mais simples.
Não só a mente, mais a expressão física acompanham a personalidade de Conium com uma peculiaridade toda especial, ao dormir, o momento sagrado em que o corpo relaxa, conium piora, transpira abundantemente, como se fechar os olhos fosse lhe fazer perder o controle.

A flacidez acentuada dos seios no período menstrual é um ponto bastante significativo se acompanhado por nenhuma excitação ao toque. Seu Abdômen é duro com sensibilidade ao toque, exatamente onde o abraço encontra seu reforço mais expressivo.
Conium tem dificuldades de entendimento, quer na conversação quer na leitura, assim como tem dificuldade em aceitar outras verdades que não a sua.
Não gosta das pessoas, é indiferente a elas, mas não quer estar só, assim como os nódulos ou as tumorações, hoje chamadas muitas vezes de petrificações mamárias, por exemplo.
Existe um ponto na escola de “chien” – dragão branco – na Medicina Oriental, chamado o “grande urso da montanha” e ele se localiza acima do joelho, as pessoas com câncer sentem muita fraqueza naquele ponto que as sustenta, os joelhos e muito frio nos pés, com freqüência de dormência, aliás a mente de conium não parece dormente para as modificação e ao longo dos anos não parece adormecida, esquecida e confusa das suas funções?

Até suas melhoras são partes claras de suas personalidades:
 
Melhora na obscuridade, sem ser perturbado, sem mudar nada, sem ser contrariado, permanecendo um enigma – isso acontece em várias fases da personalidade de Conium.

Melhora pelo movimento, podendo expandir ou ter um alívio do estado paralisado.

Melhora no calor e no afago, tanto por dentro como por fora – fase inicial da criança conium.
·         Dois fatores físicos são muito interessantes na personalidade de conium:

[1] A sua tristeza aparece periodicamente. De quinze em quinze dias como um relógio, metódico e rígido e [2] Sente os músculos fracos e tem tremores, “AQUELE QUE NÃO EVOLUI, ACABA POR INVOLUIR”.

RELATO DE UM CONIUM MACULATUM:
Caso típico.

Trata-se de uma senhora, hoje com seus arrastados 74 anos de idade. Conta-se que até os 34 mesmo com seu gênio forte, ela ainda se movimentava de forma elegante. Após essa idade, as pernas enfraqueceram, sua vaidade praticamente acabou, seu gênio piorou horrores. Se tornou uma mulher amarga e o fato foi ter sido contrariada a deixar sua cidade natal e mudar com o marido e filhos. No primeiro ano começaram os endurecimentos e logo depois sobreveio a 1ª operação – um nódulo rígido no ombro direito, na época falaram de bursite calcificada e artrose. Três anos depois piorou muito as dores nas pernas e a falta de flexibilidade dos joelhos e braços, assim como a falta de aceitação da casa nova, comprava tudo o que podia na cidade antiga e tentava não cortar o vínculo, começaram as vertigens, as espinhas da maturidade e tudo era um problema de menopausa precoce. Começaram as pedras nos rins com infecções constantes e o sexo ia muito mal. Dois anos mais tarde opera o de períneo e retira dois nódulos e um nos seios, com a justificativa de ser um caso comum, também da maturidade. Os filhos crescem e o casamento acaba. Depressão e estado mórbido, ódio e mais nódulos renais por 10 anos seguidos. Diagnóstico? Infecção urinária crônica. Não lê mais quase nada e se confunde nas mentiras contadas ao longo da vida. A pele escurece e o câncer de mama sobrevém. Duas cirurgias são realizadas e seguidas de quimio e rádio, desta vez são 14 calcificações mamárias. A personalidade é a mesma, rígida, intocável, incontestavelmente melancólica. A atividade mental sobrevive de remédios cada vez mais incapazes de controlar o que chamam de stress do câncer e a depressão avança, agora são de 4 a 6 crises por ano. Pergunta se aceita ajuda? Claro que não, foge de todos e reclama por tudo, todos os dias do ano.

Muito se faz necessário ainda, até que a humanidade perceba a veracidade de uma antiga tradução:

O HOMEM É O PRODUTO DAQUILO QUE PENSA E DAQUILO QUE DIZ; O SEGREDO NÃO CONSISTE EM PENSAR SIMPLESMENTE OU SIMPLESMENTE DIZER E SIM EM FAZER AQUILO QUE VERDAMENTE PENSA E DIZ.”


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquise por matéria específica