Amigos do Blog

Pesquisar este blog

Carregando...

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Allium sativum e o medo de estar só

ALLIUM SATIVUM E SUA PERSONALIDADE HOMEOPÁTICA

“Gripe com ou sem febre, manifestando-se por ataque intenso das vias respiratórias com dor e vermelhidão dos olhos que lacrimejam, corrimento nasal abundante, dores opressivas na raiz do nariz, espirros, tosse, rouquidão, paladar e olfato perdidos.”  
Assim encontramos Allium sativum – quem não precisa dele? Quem nunca teve os sintomas acima descritos???Espera aí, e como pensa uma personalidade assim, tão comum! Allium Sativum não é receita de bolo. 

 Allium sativum tem o impulso de fugir e de correr, mesmo que tenha o desejo vívido de um empresário. Ele pensa. Allium tem sua mente para pensamentos errantes (Kent). Ele tem medo de estar só. Medo de morrer e principalmente de morrer envenenado. De adoecer e nunca se recuperar. Medo, pânico e pavor de médico e de remédios, deles não fazerem efeito. Medo de nunca ser bom o bastante para os outros.

Sua mente é impaciente e fica em desassossego quando está sozinho. A tristeza também chega ao estar só e piora porque Allium Sativum é sensível as impressões morais, aos que os outros falam e dizem. Definitivamente estar só para ele é um problema.

Os pequenos grandes detalhes:

Suas mãos descascam, as palmas das mãos suam na parte interna e em cima ressecam de descascar, sempre com um calor seco. Essa é a semelhança mais clara de um alho com a personalidade allium sativum.

As pernas não crescem tão rápido como resto do corpo. Elas são fracas, a criança aprende a andar devagar; existe um marasmo.

Pele sensível, seca. A pele é apertada conjunta.

Allium saliva após comer e sua saliva é doce.

Quando chora ele dorme e seus sonhos são com água.

É um vasodilatador, e "depois de 30 a 45 minutos de uma dose de 20 a 40 gotas de tintura começa a diminuir a pressão arterial (Bocricke).

Suas Perturbações são devido ao abuso da alimentação e a dificuldade de digerir, sempre com fermentação. Especialmente útil para personalidade que gostam de muita carne, bebem pouco e selecionam muito suas comidades. 

Ele tem a tendência a obesidade. São os dispépticos. Não confundir com Nux Vômica e nem com Carbo Animalis.

Possui desejo de comer Manteiga. Ama e odeia comer alho...isso varia e alterna.

Ele piora muito com as mudanças de temperatura, quando esfria e em locais fechados.

Sua vertigem é por tempo, quanto mais tempo ficar parado olhando para um objeto, pior. Não podemos descartar a tonteira por se levantar da cadeira.

Sensação de cabelo na língua, de noite e de manhã ao acordar, Gengivas que sangram.


As dores nos homens e nas mulheres allium sativum:

As coxas doem durante a menstruação, acentuadamente,

Prolapso Anal,

As dores abdominais pioram muito ao andar e melhoram ao se curvar,

Em ambos existem as dores reumáticas no quadril.

Dor nos músculos, que pioram muito ao menor movimento e a esse quadro incluímos as dores no ilíaco,

Nas mulheres todas as sensações e dores melhoram com a descida da menstruação e pioram logo depois, é um falso alívio.

Suas dores de cabeça são acompanhadas de tristeza e dor ao abrir os olhos, ou quando acorda ou no final da tarde. Observe a deficiência que essa personalidade apresenta entre estrutura respiratória e tristeza, melancolia e os horários que afetam.

Genitália masculina, intensa dor que queima - pênis (glande).

Duas excelentes descrições de Allium Sativum e a Bronquite.

"(Boericke)” - catarro de difícil expectoração brônquica, gelatinosa, expectoração fetida, mau hálito, Asma, Tosse depois de comer ou no exterior, Tuberculose pulmonar: tosse e diminui a produção de escarro, a temperatura volta ao normal, ganho de peso e sono torna-se regular.

“(Vijnovsky)” -  A
bronquite crônica com profusa e difícil expectoração da mucosa e hálito fétido. Hemoptise (expectoração sanguinolenta), tuberculose pulmonar, dilatação dos brônquios com expectoração fétida e gangrena pulmonar, dão um claro retrato físico da fragilidade de allium sativum. Plant seus pés aquecidos. 

Vale a pena lembrar que o complementar de Allium sativum é Arsenicum Album.

HOMEOPATAS DOS PÉS DESCALÇOS

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquise por matéria específica