Pular para o conteúdo principal

Porque as medicações mais comuns devem ficar atrás dos balcões das farmácias e longe das nossas casas?


Quais são as mais comuns? Quem não conhece?

ACIDO ACETIL SALICILICO - AAS, Aspirina, indicação: febres e dores. Previne problemas cardiovasculares.

Contra-indicação: Devido o fato de inibir a coagulação do sangue, piora quadro de dengue (hemorragias). Também não deve ser usado por quem tem problemas de gastrite, asma ou bronquite, pois favorece reações alérgicas.

DIPIRONA SÓDICA - Anador, Dorflex, Lisador, Neosaldina e Novalgina. Indicação: Febre e dores.

Contra-indicação: Alérgicos, em excesso prejudica a cicatrização. Diabéticos não devem usar, contém açúcar.

PARACETAMOL - Sonridor, Tyllenol. Indicação: analgésico. Mas não possui ação antiinflamatória.

Contra-indicação: “Não pode ser usado em caso de DENGUE, pois a doença faz com que o fígado pare de fabricar uma enzima que metaboliza o paracetamol e a substância fica acumulada no organismo e pode levar o paciente à morte. Em excesso pode causar danos no fígado. Como a DENGUE já agride bastante o órgão mais o uso excessivo do medicamento as conseqüências podem ser desastrosas! Deve ser evitado por quem faz uso de bebida alcoólica ou quem sofre de hepatite”.

BEATRIZ ANTONIETA LOPES BIÓLOGA graduada pela UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO-UFMT

A construção e o desenvolvimento de mecanismos cada vez mais sofisticados e sensíveis, capazes de detectar a ação dos medicamentos homeopáticos; a comprovação experimental da homeopatia em animais que não se “sugestionam”; o despertar ecológico com medo crescente da poluição e dos efeitos colaterais dos remédios alopáticos têm impulsionado a Humanidade no sentido de uma Sociedade mais justa voltada para a Natureza; projetaram a Homeopatia neste início de século, como a grande arma contra as doenças, tornando-a, sem a menor dúvida, a Terapêutica do futuro, a medicina do século XXI. ( Prof. Dr. Claudio Martim Real/Med. Vet. Homeopata).

Sem radicalismo, é claro, devemos procurar um olhar diferente pra nós mesmas e para nossos problemas. Refazer a leitura de nossas vidas e assim evitar o comodismo das medicações que encurtam o tempo dos sintomas desagradáveis mais podem também restringir a nossa vida.

A quantidade de mulheres que precisam recorrer cada dia mais a um número maior de ansiolíticos, antidepressivos, analgésicos e relaxantes musculares é de assustar. Toda vez que deixamos a estrutura nociva da rotina alucinada ocupar muito tempo em nossas vidas, ficamos assim, entregues a erros cada vez maiores e cada vez mais distantes de uma saúde holística.

HOMEOPATAS DOS PÉS DESCALÇOS


Postagens mais visitadas deste blog

IGNATIA AMARA - A CHAVE DO EQUILÍBRIO

IGNATIA AMARA  E A SUA PERSONALIDADE HOMEOPÁTICA
O excesso de luz cega a vista.
O excesso de som ensurdece o ouvido.
Condimentos em demais estragam o gosto.
O ímpeto das paixões perturba o coração.
A cobiça do impossível destrói a ética.
Por isso, o sábio em sua alma
Determina a medida de cada coisa.
Todas as coisas visíveis lhe são apenas
Setas que apontam para o Invisível.

(Tao-Te King, Lao-Tsé) Lao Tsé não tinha conhecimento de homeopatia, mais permeou o mundo das observações de forma intensa e clara, ajudou a dar uma nova visão ao ser humano e até hoje seja no oriente quanto no ocidente, viaja nas mentes de muitos. Ao ler seu pequeno texto a uns bons anos atrás e já com alguma bagagem de filosofia homeopática, me deparei com este, acima citado. Para mim a tradução mais poética de uma personalidade Ignácia. Homeopatas dos Pés Descalços 

Citemos Allen - "As pessoas mentalmente e fisicamente esgotados por uma dor concentrada e prolongada" (Allen) ou ainda "A alteração das condições …

GELSEMIUM - O REMÉDIO DAS GRANDES SENSIBILIDADES

PERSONALIDADES HOMEOPÁTICAS MAT. CEDIDA POR ELISA MACIEL COSTA/ESP.EM HOM/ACUPUNTURA/FITOTERAPIA

Pessoas com grandes fraquezas, com intensa prostração física e mental, chegando ao embotamento cerebral. Medo de cair e de adoecer[*] Histeria e neuroses, comoções e maus efeitos do medo, o remédio das grandes sensibilidades. Sonolencia dos estudantes, as mulheres apresentam  rouquidão durante a menstruação. Sente-se incapaz de enfrentar a vida cotidiana, Incapacidade para assumir responsabilidades, nervosismo de "ator", medo de exames dos estudantes, de aceitar novas tarefas. Evita as aflições da vida. É muito utilizado nas febres agudas ou intermitentes em que há um desejo absoluto de repouso. Na sua grande maioria apresenta ausência de sede, sem calafrios ou suores, piorando à tarde. Seu uso facilita o parto em situações de rigidez do colo uterino e alivia as cólicas menstruais muito fortes.  Apresenta fisicamente uma enorme falta de tônus muscular, torpor, lassidão e tremores, Par…

LYCOPODIUM CLAVATUM

LYCOPODIUM – o medo do conflito
Lycopodium é sem sombra de dúvida, uma das matérias médicas mais extensas dentro da homeopatia e mais interressantes também. Esse indivíduo tem as fases da sua vida bem marcadas, pois apresenta um grande estado distinto entre a infância, a idade mediana e sua idade mais avançada.
Entretanto o Lycopodium se encontra envolto pela covardia, tanto social, moral e física, o que permite ao homeopata analisar de forma cuidadosa essa personalidade, tendo em vista sua enorme capacidade de ser extrovertido, amigável e corajoso, qualidades essas opostas da sua real condição.
Por medo do conflito, Lycopodium foge covardemente.
Seu maior amor será pelo poder e com certeza irá chorar quando for homenageado. A criança Lycopodium
Quando alguém vai a sua casa o seu filho refugia-se por trás dos cortinados ou recusa-se a cumprimentar as visitas? Num primeiro contato é envergonhado? Sempre que o repreende fica com as lágrimas ao canto dos olhos? Tem medo de fantasmas e de dormi…